A tecnologia avança muito rápido e, ainda bem, melhora a vida das pessoas com deficiência. O brasileiro Marcos Antônio da Penha desenvolveu os óculos inteligentes chamados PAW (Project Annuit Walk). O aplicativo localiza objetos em um ângulo de 120º e informa os cegos sobre o melhor percurso a seguir.

A ideia é que com os óculos sejam um auxiliar da bengala, principalmente na rua, já que a bengala é útil para obstáculos no chão, mas não avisa sobre galhos de árvores e orelhões, por exemplo. Os óculos também orientam sobre o melhor percurso a seguir em caso de desvio.

O protótipo é um dos finalistas do World Summit Youth Awards, concurso mundial da ONU que premia empreendedores sociais e digitais. Boa sorte, galera!

Descrição da imagem ‪#‎PraCegoVer‬: ilustração de um mapa. No meio dele, a ilustração mostra um quadrante de uma mapa, mais ampliado. E cima dele, há um alfinete de localização, que demostra um ponto exato no mapa. O alfinete está com um óculos escuros. Sobre a imagem, está escrito “GPS para cegos”.

Foto de Romário Faria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here