Após uma bela trajetória, onde passou por todas as emissoras de TV brasileiras, por diversos veículos da grande imprensa e uma longa carreira internacional, o jornalista Paulo Henrique Amorim chega aos 75 anos de idade numa situação deprimente.

Aliás, a rigor, a trajetória nem foi tão bela assim, pois não obstante a inquestionável fama alcançada, PHA deixou por onde passou rastros lamentáveis de inimizades, desavenças e condenações judiciais por sua atuação tortuosa e irresponsável, notadamente nos últimos tempos quando se aliou ao criminoso Luiz Inácio Lula da Silva.

Em todas as emissoras em que trabalhou saiu brigado, ofendendo e fechando todas as portas.

Entre as suas incontáveis condenações judiciais por injúria e difamação, algumas de colegas de profissão, outras de empresários e políticos, uma delas é uma verdadeira aberração. Foi condenado por injuria racial contra o jornalista Heraldo Pereira.

O caso poderia ter servido de alerta, pois, benevolente, o jornalista da Rede Globo aceitou fazer um acordo. P.H.A publicou uma retratação, doou 30 mil reais a uma instituição de caridade e o assunto foi encerrado.

Mas não aprendeu, persistiu no seu caminho de ofensas.

O resultado é danoso. Hoje, envelhecido, está na pior.

Plantou e está colhendo.

Fonte: Jornal da Cidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here