Bacalhau, cordeiro e risoto: Ibaneis e Caiado selam a paz em jantar

0

Os governadores se reuniram nessa sexta-feira (19/07/2019) e o encontro foi até a madrugada

Divulgação/Governo de GoiásDIVULGAÇÃO/GOVERNO DE GOIÁS

Acompanharam o emedebista a primeira-dama Mayara Noronha e os secretários da Casa Civil, Valdetário Monteiro, e de Ciência e Tecnologia, Gilvan Máximo. Ibaneis classificou o encontro como “cordial e animado”. “Certeza que aparamos as arestas”, acrescentou. O governador brasiliense disse que ficou cansado, mas mesmo assim cumpriu agenda no DF durante a manhã.

Os governadores se reaproximaram após Caiado prontamente se colocar à disposição para ajudar no episódio em que a mãe de Ibaneis, dona Maria Mercedes, de 73 anos, caiu em condomínio de Caldas Novas (GO). O democrata disponibilizou a UTI aérea do governo do Estado para fazer o translado.

O desentendimento entre os vizinhos ganhou grandes proporções no mês passado. No meio do caminho entre a viagem que Ibaneis fez de trem até Valparaíso (GO) em 4 de junho de 2019, ele recebeu uma ligação de seu colega. O telefonema não era de boas-vindas. O democrata entrou em contato com o emedebista para tirar satisfação sobre a operação de testes do veículo sobre trilhos, da qual Ibaneis participava a convite do Ministério do Desenvolvimento Regional.

“Ibaneis, o Goiás tem governador”, esbravejou Caiado, irritado com a iniciativa do GDF em assumir o protagonismo do projeto que, se ficar pronto, beneficiará cerca de 50 mil pessoas – a maioria moradora do Entorno do DF. Ibaneis retrucou na mesma moeda: “O senhor está me dizendo que Goiás tem governador, pois eu estranhei a falta dele aqui”.

Fonte: Metropoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here