Rancho Canto da Serra, o lugar de descanso do publicitário Ronald Van de Kamp

0

Deixa Piri pra lá. Na serra tem rancho, lago e peixe

Carolina Paiva**

Partindo de Brasília, são 270 quilômetros de belas paisagens e um asfalto que motoristas costumam chamar de ‘tapete’, em função da sua alta condição de dirigibilidade. É verdade que tem um pequeno trecho, já na Belém-Brasília, onde a atenção deve ser redobrada. Mas nada que assuste. Mesmo porque, não chega a 15 quilômetros.

O destino final é Uruaçu, Goiás. Essa pequena cidade aconchegante é banhada por grande parte do Lago Serra da Mesa, com suas águas cristalinas e piscosas. E à beira do lago, o Paraíso. Atende pelo nome de Rancho Canto da Serra. É por essas e outras que muita gente está trocando os fins de semana em Pirenópolis por Uruaçu.

O rancho pertence ao publicitário Ronald Van de Kamp, que trocou o Rio por Brasília há alguns anos. Amante da pesca, ele começou a buscar um local tranquilo onde jogasse seu anzol. Foi nessas andanças que ele descobriu Uruaçu. E para não ter desculpas de não ter onde ficar nas próximas viagens, decidiu construir seu rancho.

“Rancho’ é força de expressão. É como os goianos chamam por lá uma propriedade mais afastada. Na realidade, é, sim, uma pousada de fazer inveja a muita gente. Ou, como costuma dizer o próprio Ronald, ‘é minha Angra dos Reis de água doce’, numa referência a outro Paraíso, mas longe de Brasília, lá no litoral fluminense.

Encravada em uma área de mais de quarenta mil quadrados, a pousada tem belos, confortáveis e aconchegantes chalés. Cada um deles tem duas suítes que comportam ao menos seis pessoas; duas varandas (com churrasqueira), televisão, fogão elétrico, geladeira e ar-condicionado. Além, claro, de ar puro, muito verde, cavalos, barcos… Para casais que gostam de curtir um fim de semana longe, há suítes individuais, com as mesmas características dos chalés.

O lago de Serra da Mesa é o quinto maior do Brasil, e o segundo maior lago artificial do planeta. A foi área inundada desde 1998 para atender ao complexo hidrelétrico de Furnas. É, portanto, um dos principais destinos dos amantes da pesca esportiva, do turismo rural e de esportes náuticos do país.

O rancho fica a apenas oito quilômetros de Uruaçu, cidadezinha hospitaleira com seus pouco mais de 40 mil habitantes. Há uma boa variedade de restaurantes (para quem não quiser aprimorar sua gastronomia com o peixe do lago na própria pousada) e muita gente bonita. É possível encontrar música sertaneja ao vivo em alguns bares. E aos domingos, a feira é uma atração a parte, com frutas, verduras, legumes, carne e uma infinidade de farinhas e muitos petiscos.

Ronald mantém seu padrão de vida (dos bons, ressalte-se) como empresário de publicidade, não como ‘rancheiro’ dono de pousada. Tanto, que a pousada Canto da Serra cobra diárias ‘apenas para manutenção’. Os preços variam de 150 reais (as suítes) a 350 reais (os chalés).

Para quem curte uma atmosfera diferente, a dica é marcar Uruaçu na agenda do próximo fim de semana. O ideal é sair na sexta, logo após o almoço, e chegar ao rancho Canto da Serra de tardinha. Tempo suficiente para esticar as pernas e voltar mais oito quilômetros para jantar em algum dos restaurantes da cidade. Cozinhar, fazer churrasco, só no sábado e no domingo. Porque ninguém é de ferro.

Para maiores informações, clique aqui.

** A repórter viajou a convite do Rancho Canto da Serra

Fonte: Notibras

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here