Dois a cada dez carros que circulam no DF estão com o IPVA atrasado

0

Segundo GDF, 448.015 veículos estão inadimplentes e com isso os cofres públicos deixaram de receber mais de R$ 319 milhões

André Borges/Esp. MetrópolesANDRÉ BORGES/ESP. METRÓPOLES

Dois a cada dez carros transitam pelas ruas do Distrito Federal sem o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2019. O tributo deveria ter sido pago até maio, mas 23% dos contribuintes ainda estão inadimplentes. Na ponta do lápis, os cofres públicos deixaram de receber R$ 319.139.230,00.

Atualmente, o DF tem 1,3 milhão de placas sujeitas à cobrança do imposto. O pagamento em dia proporcionaria R$ 1.931.646.362 ao erário. No entanto, segundo a Secretaria de Fazenda, Planejamento e Gestão, 448.015 mil contribuintes não quitaram o tributo dentro do prazo.

Apesar do imposto já estar vencido, o Departamento de Trânsito (Detran) ainda não pode multar pelo atraso neste ano. Os agentes só podem aplicar penalidades pela falta do certificado de registro e licenciamento de veículo (CRLV) a partir de setembro, que é o prazo para os motoristas receberem o documento. Neste contexto, a documentação só é liberada com o pagamento do tributo.

Segundo o Detran, o calendário de cobrança do CRLV deste ano será dividido em quatro fases. Placas com final 1 e 2, serão cobradas a partir de 1º de setembro. Na sequência, 3, 4 e 5, em 1º de outubro. Depois, 6, 7 e 8, em 1º de novembro. Por fim, os agentes estarão de olho nos finais 9 e 0, em 1º dezembro.

Quem está em atraso pode regularizar a situação no site: www.receita.fazenda.df.gov.br. Outro caminho é o aplicativo de celular SEFAZ DF. Atendimento presencial também uma opção nos postos do Na Hora e da Receita do DF.

Fonte: Metropoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here