Drogas, Som alto, Baderna e Desordem na Avenida Transversal do Paranoá

0

Resultado de imagem para brigas na Avenida transversal do paranoá- df

Por Cleber Almeida

Segundo os moradores, os carros de som ficam ligados no volume máximo, bebedeiras, arruaças, uso de drogas, sexo ao ar livre, pessoas dirigindo alcoolizadas, jovens urinando na rua. Moradores afirmam que o consumo de drogas é comum no local. Segundo eles, os traficantes chegam a oferecer as drogas para os moradores nas calçadas das residências. Outra queixa dos moradores é o som alto, que não tem hora para acabar. Dezenas de ligações já foram feitas para a Polícia Militar, mas os moradores relatam que o problema não tem solução. “A polícia passa por aqui e vai embora, até parece que tem medo de descer, parece ter medo dos frequentadores”, diz o morador. “Essa transversal quando chega de quinta-feira em diante é infernal, ninguém consegue dormi, eu estou doente, fico em um estado de nervos atacado, se eu tivesse para onde ir nos fins de semana, não ficaria aqui”, diz a moradora. “Fiquei muito feliz quando soube que o Serginho seria o Administrador do Paranoá, pensei comigo, agora ele vai acabar com essa bagunça aqui, mas acho que ele não está sabendo do que acontece, pois não tomou nenhuma providência”, lamenta um morador. Conversando com vários comerciantes locais descobrimos que diversas lojas foram arrombadas e roubadas durante a madrugada e que nenhum culpado foi preso. Todas as pessoas que entrevistamos não quiseram se identificar por medo de ser expor e colocar suas vidas em risco. Todos afirmam que não existe policiamento durante a noite e a madrugada nessa região e que os baderneiros se sentem tranquilos para fazer todo tipo de arruaça.

Fonte: Jornal Brasilia Norte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here