Rapaz que estudava em banheiro passa em medicina na USP

0

 

Guilherme Nobre, de 19 anos, foi aprovado em  medicina na Universidade de São Paulo (USP), após passar por uma verdadeira maratona para conseguir estudar.

Residente em Santos (SP), o rapaz fez faxina para conseguir uma bolsa no cursinho e estudava dentro do banheiro do posto de gasolina em que a mãe trabalha. “Passei quase metade do ano estudando no banheiro. Mas ainda não foi em 2016 que consegui nota suficiente”, conta ele em entrevista ao G1.

Ele concluiu o ensino médio em curso técnico, mas só pode fazer o cursinho pré-vestibular com a ajuda da professora Eliane Limonti.  “Ela me deu uma bolsa e, em troca, eu tinha que organizar as coisas, limpar as salas, passar um pano em tudo, trocar o lixo e lavar os banheiros. Eu dependia daquilo para alcançar meu sonho, então se tornaram coisas simples”, explicou.

Guilherme conta que escolheu essa profissão, após acompanhar diversas vezes seu pai ao hospital por conta de uma hidrocefalia. Já em 2018, a avó teve um AVC e ficou internada por seis meses, ele ficou com ela durante todo o tempo em que esteve hospitalizada. “Eu levava os livros e ficava com ela estudando durante toda a noite”. Infelizmente, a avó faleceu três dias antes dele prestar o Enem.

Além da USP, o rapaz foi aprovado na Universidade Federal do Paraná (UFPR), uma das 10 melhores instituições do país. Ao escolher o campus de Ribeirão Preto da USP, ele fez questão de entrar em contato com o outro concorrente que estava na lista de espera da UFPR e dar a notícia: “Eu falei parabéns, você vai fazer medicina na UFPR e ele ficou muito feliz. Me coloquei no lugar, imaginei o quanto ele gostaria de saber que o sonho dele seria possível”.

Fonte: Catraca Livre

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here