“Teatro no enterro”, afirmou filho de Flordelis sobre a mãe

0

Resultado de imagem para enterro pastor

As declarações sugerem que outras três irmãs e a própria deputada estão envolvidas no crime

Binho Dutra/DivulgaçãoBINHO DUTRA/DIVULGAÇÃO

O depoimento de um dos filhos da pastora e deputada federal Flordelis (PSD-RJ) trouxe novas informações sobre o caso e mudou o rumo das investigações sobre a morte do pastor Anderson dos Santos, marido da parlamentar.

As declarações sugerem que além de Flávio e Lucas dos Santos (filhos biológico e adotivo do casal), que estão presos, outras três irmãs e a própria Flordelis estão envolvidas no crime. Segundo ele, que não teve o nome divulgado, o comportamento desesperado da deputada no enterro teria sido um teatro.

Ele também teria afirmado que Flordelis e três de suas filhas colocavam há anos remédios na comida de Anderson, o que seria a causa de sua saúde comprometida. Segundo o depoimento, o pastor, em fevereiro, mostrou uma ameaça de morte que teria recebido por mensagem. E mais: próximo a data do assassinato, Flordelis, segundo ele, teria dito a um dos filhos que a hora do pai estava chegando.

Crime
O pastor Anderson do Carmo, marido da cantora e deputada federal Flordelis (PSD-RJ), foi morto na madrugada do último domingo (16/06/2019), em Niterói. Os dois são pais de 55 filhos, sendo quatro biológicos. Eles moravam na comunidade do Jacarezinho quando adotaram, de uma vez, 37 crianças – todas sobreviventes de uma chacina ocorrida na estação Central do Brasil. De acordo com a deputada, essa é a sua maior bandeira.

Na segunda-feira (17/06/2019), a polícia prendeu dois filhos do casal, Lucas dos Santos e Flávio Rodrigues de Souza. Eles usaram pelo menos duas pistolas Glock calibre. 9mm. Segundo informações da polícia, os assassinos chegaram a dopar o cachorro da família para chegar à residência. Investigadores vão analisar imagens das câmeras de segurança para descobrir a identidade dos autores.

Deputada Flordelis
Pastora evangélica e cantora gospel, Flordelis recebeu 196.959 votos no primeiro mandato, sendo a quinta mais votada no Rio de Janeiro, com 2,55% dos votos válidos no estado. Ela já havia sido candidata em 2004 a vereadora em São Gonçalo (RJ), pelo então PMDB.

Fonte: Metropoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here