Na capital do país, 40 pessoas foram assassinadas no mês de junho

0

Estatística oficial da Secretaria de Segurança Pública do DF mostra que o número de homicídios subiu 8,1% em relação ao mesmo mês de 2017

Hugo Barreto/Especial para o Metrópoles

Se considerados os crimes violentos letais intencionais, os quais incluem latrocínio e lesão corporal seguida de morte, o percentual de óbitos por violência registrados em junho no DF sobe para 10,5%. A estatística foi divulgada na tarde desta quarta-feira (11/7), pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal (SSP/DF), que apresentou o balanço da criminalidade na capital.

Os dados, porém, colocam o DF como sexta unidade da Federação em número de homicídios, ficando atrás de São Paulo, Santa Catarina, Roraima, Minas Gerais e Piauí.

Considerando o primeiro semestre deste ano em relação ao do anterior, o total de assassinatos caiu 1,2%: foram 244 casos registrados de janeiro a junho de 2018 e 247 mortes no mesmo período de 2017.

Roubos
No intervalo analisado pela SSP/DF, outro dado expressivo é acerca dos crimes contra o patrimônio. Segundo a pasta, tais índices, que interferem diretamente na sensação de segurança da população brasiliense, melhoraram: caíram 14,1% no total, de janeiro a junho deste ano, em relação ao anterior. A diferença é de 2.962 casos (2017) para 2.830 roubos ou furtos de tipos diversos (2018).

A média inclui roubos a pedestres (-4,5%), de veículos (-5,8), em transportes coletivos (-19,5%), em comércios (-20,4%) e residências (-37,7%), além de furtos em veículos (-38,1%).

Estupros
Nos primeiros seis meses de 2018, 292 pessoas foram estupradas no Distrito Federal. De janeiro a junho de 2017, foram 368 casos – ou seja, do ano passado para este, houve queda de 20,7% no total de registros dessas ocorrências.

Ainda assim, somente no mês passado, 39 incidentes desse tipo foram registrados, sendo 15 estupros e 24 estupros de vulneráveis. Entre os menores de 14 anos vítimas do crime, 83% são meninas, e 17%, meninos.

Fonte: Metropolis

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here