PCDF prende acusado de assalto cinematográfico em fábrica de cerveja

0

Criminosos usaram coletes de Polícia Civil e simularam estar custodiando um homem preso, que aparentava estar algemado

ReproduçãoREPRODUÇÃO

Investigadores da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos (DRRF) prenderam Thiago Braga Martins, apontado como um dos líderes de assaltocinematográfico ocorrido em uma fábrica de cervejas, no Setor de Armazenamento e Abastecimento no Norte (SAAN). Integrantes de uma quadrilha se disfarçaram de policiais civis para entrar na empresa, render todos os seguranças, arrombar o cofre e fugir com R$ 150 mil em dinheiro. Nenhum tiro foi disparado na ação, que durou menos de uma hora e foi filmada por câmeras do circuito interno de segurança.

roubo ocorreu na madrugada de 15 de outubro do ano passado. Cinco homens usando coletes da PCDF, insígnias e coletes balísticos e se aproximaram do portão de entrada da fábrica. Eles estavam em um carro adaptado com sirene luminosa. Para completar o disfarce, os criminosos simularam acompanhar um homem preso, que aparentava estar algemado. Thiago é considerado pela polícia como o maior ladrão de cofre do DF.

Para que a equipe de segurança da fábrica abrisse os portões, a quadrilha afirmou, pelo interfone, que o suspeito preso teria jogado uma arma de fogo por cima do muro da empresa e caído no pátio. As imagens obtidas pelo Metrópoles mostram o momento em que os portões são abertos e a quadrilha entra na fábrica. Logo em seguida, um vigilante ajuda os criminosos a procurar a suposta arma que estaria jogada no pátio. Depois, o funcionário é rendido.

Arrombamento

Com todo o aparato de segurança dominado pelos ladrões, o grupo parte para uma sala onde ficava o cofre da empresa. De forma ágil, os suspeitos conseguem arrombar a porta com a ajuda de chaves de fenda e uma mola de caminhão. “Toda a ação mostra que os assaltantes possuem grande habilidade para arrombar cofres em uma velocidade que impressiona”, afirmou o diretor da DRRF, delegado Fernando Cocito.

Com a morte do suspeito, os policiais conseguiram identificar outros dois acusados de participar do roubo à fábrica de cerveja. Thiago Braga Martins e Wellington Crizante seriam os outros dois homens que aparecem nas imagens entrando na empresa e depois arrombando o cofre. “Nós já investigávamos esses dois suspeitos pelo cometimento de outros roubos com características semelhantes”, ressaltou o delegado.

Roubo a banco

Thiago também é acusado de participar de um roubo a banco, ocorrido em 10 de setembro de 2012, em Brazlândia. “Ele e outros comparsas renderam dois moradores de uma casa que ficava ao lado da agência bancária. Todas as vítimas permaneceram amarradas e amordaçadas no interior da residência. Em seguida, quebraram a parede da casa e conseguiram entrar na agência, onde conseguiram levar R$ 205 mil, arrombando o cofre da mesma forma que fariam anos depois na fábrica de cerveja”, lembrou o delegado da DRRF.

Fonte: Metropoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here