Sem PDT, Rollemberg oficializa Leila do Vôlei, do PSB, como candidata ao Senado

0

Crédito: Helena Mader

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) lançou, na tarde desta sexta-feira (03/08), a correligionária e medalhista olímpica, Leila Barros, ao Senado em sua chapa, conforme antecipou o blog. A ex-secretária de Esporte era pré-candidata a deputada distrital, mas o partido decidiu colocá-la na disputa majoritária para ajudar a alavancar a candidatura do socialista. A ex-secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão Leany Lemos, que ocupava a vaga até então, ficará com a 1ª suplência. A outra vaga do Senado é do distrital Chico Leite (Rede).

Anunciamos, nesta sexta-feira (3), a Leila do Vôlei como candidata ao Senado na nossa chapa. Correligionária comprometida com as questões centrais da cidade, Leila assumiu a Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer e equilibrou as contas com o objetivo de fazer políticas públicas para melhorar a qualidade de vida da nossa população. É uma figura carismática, que nos representou em três olimpíadas, sempre honrando o nome de Brasília e do Brasil.Nessa conjuntura, Leany Lemos seguirá na disputa à vaga de 1ª suplência ao Senado. Indicá-las é reconhecer a importância de se avançar no papel das mulheres na sociedade. Vamos em frente!

Publicado por Rodrigo Rollemberg em Sexta, 3 de agosto de 2018

 

A oficialização de Leila como candidata ocorre dois dias após o PSB sinalizar que, nacionalmente, não apoiará o presidenciável Ciro Gomes (PDT), afastando as chances de Rollemberg fechar uma aliança com pedetistas no DF.

 

Ao anunciar a escolha de Leila, o socialista elogiou Leany Lemos e agradeceu a colaboração da ex-secretária de Planejamento. “Ela assumiu um dos cargos mais importantes do nosso governo e equilibrou as contas com o objetivo de fazer políticas públicas para melhorar a qualidade de vida da nossa população”, disse Rollemberg.

 

O governador também exaltou a trajetória de Leila Barros. “É uma figura carismática, que nos representou em três olimpíadas, sempre honrando o nome de Brasília e do Brasil”. O socialista aproveitou o momento do anúncio para adiantar sua primeira promessa de campanha. Ele se comprometeu a nomear mulheres em pelo menos 50% dos cargos de direção, do secretariado e das administrações regionais.

A ex-secretária de Esporte lembrou de seu histórico olímpico e de sua chegada ao PSB. Ela se filiou ao partido no ano passado, depois de ficar como suplente de distrital pelo PRB, em 2014. “Lealdade, comprometimento e excelência são valores do esporte e encontrei isso dentro do governo”, afirmou.

Fonte: Correio Brasiliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here