Planaltina de Goiás apresenta “Ações Estratégicas do Programa de Erradicação ao Trabalho Infantil”

0

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Aprendizagem X trabalho infantil

A aprendizagem é uma alternativa para introduzir jovens, no mercado formal de trabalho, com direitos trabalhistas garantidos.

No trabalho infantil, o que está em foco é a produtividade e não a formação da criança e do adolescente. Já a aprendizagem, ao mesmo tempo em que oferece a qualificação profissional, mantém o jovem na escola, e até mesmo promove o retorno daqueles que haviam abandonado os estudos.

A aprendizagem irá qualificar o jovem para enfrentar o mercado de trabalho competitivo e lhe oportunizará um futuro promissor, enquanto o trabalho infantil apenas explora a criança e o adolescente, perpetuando o ciclo da pobreza

O que é ser jovem aprendiz?

Aprender uma profissão com segurança, sem deixar de estudar e com direitos garantidos.

Ao mesmo tempo que o adolescente trabalha numa empresa, com jornada reduzida enquanto frequenta a escola, o aprendiz recebe treinamento para aprender uma profissão.

O trabalhador aprendiz possui direitos como salário-mínimo hora, vale transporte, tirar férias preferencialmente, junto com as férias escolares, e receber certificado de qualificação profissional quando concluído o curso de aprendizagem com aproveitamento.

Quem pode ser aprendiz?

O aprendiz deve ter entre 14 e 24 anos e estar frequentando a escola.

Vale lembrar que: antes de completar 18 anos, o adolescente aprendiz não pode trabalhar em atividade noturna, insalubre, periculosa ou que seja prejudicial à moral e à sua integridade física.

Quero ser aprendiz! O que preciso fazer?

Para se tornar um aprendiz, o jovem deve procurar uma empresa ou organização que ofereça esse tipo de vaga. Se admitido, será encaminhado pela contratante para a instituição formadora, onde será treinado para a atividade que irá exercer.

Outro caminho é se inscrever em entidades que façam a ponte entre o aprendiz e a empresa, desenvolvendo programas para auxiliar o jovem a ingressar no mercado de trabalho.

A contratação do aprendiz só pode ser feita por meio de empresa ou entidade de formação técnico-profissional.

Ações Estratégicas do Programa de Erradicação ao Trabalho Infantil

Fonte: EG NEWS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here