BRASÍLIA

AGRONEGÓCIO

Agronegócio é responsável por 78,1% das exportações goianas em 2020

Publicados

em

Foto: Crédito: Olívia Carvalho

Destaque para o complexo soja, que representou 51,99% das exportações do setor, e a carne bovina, que registrou 19,15% de tudo o que foi exportado pelo agro no ano passado

Destaque para o complexo soja, que representou 51,99% das exportações do setor, e a carne bovina, que registrou 19,15% de tudo o que foi exportado pelo agro no ano passado. “Além das culturas que já são fortes, o Governo de Goiás tem atuado para expandir a pauta de exportação e permitir que outros produtos goianos alcancem o mercado internacional”, afirma o titular da Seapa, Antônio Carlos

Referência em produção e produtividade, o agro goiano se destacou nas exportações, em 2020, tornando o Estado um dos principais mercados agrícola e pecuário do mundo. De janeiro a dezembro do ano passado, o setor somou quase US$ 6,34 bilhões em exportações, o que representa 78,1% do total comercializado pelo Estado, de US$ 8,11 bilhões. Os dados são do Ministério da Economia, por meio do Comex Stat, e analisados pela Gerência de Inteligência de Mercado da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Goiás (Seapa).

Leia Também:  2020 foi o ano com a maior quantidade de registros de defensivos agrícolas, afirma Mapa

O maior destaque é o complexo soja, responsável por 51,99% das exportações do agro no Estado em 2020, somando US$ 3,29 bilhões. A carne bovina também registrou números expressivos, com US$ 1,21 bilhão, o que representa 19,15% de tudo que foi exportado pelo agro no ano passado. O milho (10,3%), a carne de frango (5,34%) e o açúcar (5,28%) completam a lista dos principais produtos exportados pelo agronegócio.

De acordo com o titular da Seapa, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, a produção goiana é de qualidade e isso torna o Estado competitivo e reconhecido no cenário internacional. “Apesar dos desafios causados pela pandemia, não paramos nossas atividades e somos exemplo para outros setores da economia. Isso se reflete em produção, produtividade, comercialização e exportação”. Ele acrescenta que o Governo de Goiás tem trabalhado exatamente para fortalecer todas as cadeias produtivas e ampliar a pauta de exportação no Estado. “Com isso, é possível permitir acesso de outras culturas ao mercado estrangeiro, criar oportunidades de emprego, além de gerar renda para milhares de famílias goianas”, acrescenta.

Leia Também:  O que é Agronegócio?

O secretário cita ainda o exemplo de produtos como café, frutas e castanhas que alcançaram maior expressividade no mercado internacional em 2020. “É preciso fortalecer mais as cadeias produtivas para expandir mercado para além das fronteiras do nosso País. O foco do governo tem sido e será de fomentar políticas públicas que possam permitir a diversificação dos produtos a serem exportados pelo nosso Estado”, finaliza.

Fonte: Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) – Governo de Goiás

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

AGRONEGÓCIO

Índices acionários da China interrompem 6 dias de ganhos com realização de lucros

Publicados

em

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,33%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,17%

O mercado acionário da China fecharam em baixa nesta sexta-feira, com o índice de blue-chips CSI300 recuando da máxima em 13 anos, uma vez que os investidores realizaram lucros após seis sessões de ganhos em meio a preocupações com as tensões sino-americanas.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,33%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,17%.

Na semana, o CSI300 ganhou 5,5% e o SSEC teve alta de 2,8% com os investidores comemorando dados e pesquisas que indicam recuperação contínua da segunda maior economia do mundo.

Autoridades do governo dos Estados Unidos iriam discutir uma a prorrogação proposta de um decreto proibindo o investimento dos EUA em supostas empresas militares chinesas.

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 2,36%, a 28.139 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,20%, a 27.878 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,17%, a 3.570 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,33%, a 5.495 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 3,97%, a 3.152 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 1,64%, a 15.463 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 2,97%, a 2.993 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,68%, a 6.757 pontos.
Leia Também:  Número de empregados na agricultura fica normalizado

Fonte: Reuters

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA