BRASÍLIA

Álcool e infidelidade

Você mora com um alcoólatra que cometeu adultério? Se sim, ouça.

Segundo o Dr. Willard F. Harley, psiquiatra, “o vício em álcool é um exemplo claro do que chamo de imbecil do amor, porque causa muito sofrimento no casamento.

Além de ser física e emocionalmente prejudicial para os próprios alcoólatras, o vício também é prejudicial para aqueles cujas vidas os tocam. O vício torna as pessoas insensíveis aos sentimentos daqueles que mais se importam com elas, e elas não param de nada para alimentar seu vício. Sou testemunha de muitas pessoas cujas vidas foram arruinadas porque se casaram com alcoólatras.

“Os alcoólatras geralmente praticam seus hábitos mais dolorosos sob a influência. Atos de infidelidade são comuns. O fato de ele estar bêbado na época não é consolo para um parceiro enlutado.”

1. Álcool reduz inibições. Alguém que pode não pensar em trair enquanto está sóbrio, pode não ter problemas com isso enquanto está bêbado.

2. O álcool prejudica o julgamento. Alguém sob a influência do álcool pode tomar decisões por capricho ou não com base em suas crenças morais normais.

Leia Também:  Criar uma nova RA pode gerar mais desenvolvimento

3. Álcool reduz a ansiedade. Se a única coisa que impede alguém de trair é ser pego traindo, o álcool pode reduzir bastante o medo de ser pego. O bebedor pode assumir uma falsa sensação de segurança.

Se você é uma mulher que foi traída, ou uma mulher presa num relacionamento sem amor, e que tem vontade de explorar outras coisas no mundo afora, não pense que o mundo não tem outras soluções melhores para você.  É bem comum mulheres se envolverem com homens mais velhos, após vivenciar várias desilusões amorosas, e desempenharem o papel de sugar baby, por que não?

4. O álcool pode trazer à tona emoções reprimidas. Se alguém está em um casamento infeliz, essas emoções podem surgir quando bêbadas, levando-as a procurar conforto em alguém que não seja o parceiro.

5. O álcool muda as pessoas. O álcool pode transformar um homem educado em um idiota beligerante. Também pode transformar um homem que nunca consideraria trair em lodo infiel.

Grace e James estão casados há quase 30 anos. Durante esse tempo, James traiu Grace em várias ocasiões. Nos casos de relacionamentos mais antigos, não é incomum a mulher descobrir que o seu marido se tornou sugar daddy de uma ou mais meninas mais novas. Um verdadeiro golpe na autoestima delas.

Leia Também:  Síndicos honestos X síndicos corruptos

Mas somente quando ele estava bêbado. Por esse motivo, Grace perdoa sua infidelidade, como ela diz, “se não fosse pelo álcool, ele não faria isso”.

O problema é que o álcool não é uma desculpa para trair. Não é motivo para perdoar infidelidades ou ficar com alguém que fica bêbado e trai repetidamente. Grace tem dois problemas, um marido alcoólatra e um marido infiel.

Até que ela pare de permitir os comportamentos inaceitáveis do marido, ela continuará tendo dois problemas. Nenhum dos problemas é desculpável!

Pessoas casadas com alcoólatras também podem sofrer abusos físicos e emocionais pelas mãos do alcoólatra. Peço que procure apoio se estiver morando com um alcoólatra. Um bom lugar para começar é AA. Encontre uma reunião em sua área ou uma online para ajudá-lo a superar quaisquer tendências codependentes que você tenha e comece a lidar com sua situação de maneira proativa.

Fonte: Mayara Dias
COMENTE ABAIXO:

Homem corre para fugir do flagrante, mas é detido por tráfico

Publicados

em

Por

Um homem foi detido por tráfico de drogas pelos policiais militares do Grupo Tático Operacional do 13º Batalhão (Gtop 33), às 17h deste sábado (19) na Fercal.
O Gtop 33 foi informado de um tráfico de entorpecente na região. Ao chegar no local, dois indivíduos ao perceberem a presença policial e correram. Um deles foi alcançado pelos policiais, mas antes disso dispensou algumas porções de maconha na varanda da casa.
Nessa mesma varanda foram encontradas 3 balanças de precisão. O indivíduo foi conduzido pra 13°DP e preso em flagrante por tráfico de substâncias entorpecentes.

PMDF

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Arnaldo Jabor: "O que foi que nos aconteceu?
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA