BRASÍLIA

BICADA DA ÁGUIA

Quentinha servida para Wagner Moura no acampamento do MST é de CAMARÃO, é mole!

Publicados

em

Guilherme Boulos e Wagner Moura Foto: EFE/Javier Caamaño // EFE/EPA/CLAUDIO ONORATI

‘Humilde’: Ocupação do MTST dá quentinha de camarão a Moura

Publicação de Guilherme Boulos gerou chuva de críticas na web

O pré-candidato ao governo de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) publicou na noite desta sexta-feira (12) uma imagem que movimentou a internet. Na foto, o ator Wagner Moura aparece comendo uma “quentinha” com camarão.

O registro fora feito na quinta-feira (11), quando Moura participou da exibição do filme Marighella, do qual é diretor, em uma ocupação do MTST na Zona Leste de São Paulo, a convite de Boulos.

– Wagner Moura comendo uma quentinha na ocupação do MTST onde fizemos ontem a exibição popular de Marighella. Foi potente! Viva a luta do povo! – escreveu Boulos no Twitter ao comparilhar a imagem.

Não demorou para que a foto viralizasse, com chuva de críticas. Críticos das pautas progressistas apontaram hipocrisia de conter camarão, uma iguaria não muito acessível a todos os brasileiros, na quentinha servida na ocupação.

Leia Também:  Bolsonaro anuncia criação de comitê contra pandemia

– Agora tem o MTST raiz e o MTST nutela. Ou será que já é o comunismo purinho, onde a elite do partido come camarão e o restante se vira e passa fome igual à exemplar Venezuela? – escreveu o deputado federal Eduardo Bolsonaro.

– Quem é o “socialista” de Iphone perto do “sem teto” que come camarão…- publicou o vereador de Belo Horizonte Nikolas Ferreira.

– Wagner Moura acabou de atualizar o termo “esquerda caviar” para “esquerda camarão” – ironizou o jornalista Kim Paim.

A repercussão levou a palavra “camarão” aos assuntos mais comentados no Twitter. Na manhã deste sábado (13), a palavra já havia sido mencionada cerca de 32 mil vezes.

COMENTE ABAIXO:

BICADA DA ÁGUIA

Deputados distritais que acreditaram no terceiro setor durante o mandato estão em alta com eleitores do DF

Publicados

em

Por

Deputados distritais que apoiaram o terceiro setor durante o mandato

Os distritais Julia Lucy, Leandro Grass, Jorge Vianna, Rodrigo Delmasso e Claudio Abrantes foram parceiros das OSC’s

O terceiro setor é um seguimento que tem crescido muito no país e, em especial, no Distrito Federal, gerando trabalho e renda, mesmo em época de pandemia.

De acordo com a Lei 13.019/2014 o Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil – MROSC a gestão do terceiro setor tem se qualificado gradativamente e as parcerias com a administração pública aumentado bastante.

No DF, projetos de empreendedorismo voltados à economia criativa, à economia colaborativa e à economia circular têm recebido apoio dos cinco deputados distritais visionários e que se preocupam com a missão e os valores da sociedade civil organizada.

A deputada Julia Lucy quando se fala de empreendedorismo, a parlamentar brilha os olhos e quer ajudar de alguma forma. O deputado Leandro Grass é oriundo de seguimentos organizados e tem colaborado bastante, principalmente com projetos de empreendedorismo, mas o interessante é que o distrital Jorge Vianna que tem sua base na saúde também entendeu a importância do terceiro setor e destinou emendas para a execução de projetos relevantes, que desperta e fortalece o empreendedorismo. Um dos projetos de sucesso hoje no Distrito Federal é o “SUPEREMPREENDEDORES”, da parceria CDDF / LUMIART, e esses 3 visionários apoiaram neste ano de 2021, capacitando mais de 300 jovens nas escolas públicas nas Regiões Administrativas do Itapoã, Paranoá e Sol Nascente.

O vice-presidente da CLDF, o distrital Rodrigo Delmasso, fez até uma lei que beneficia as OSC’s como as associações de moradores, as prefeituras comunitárias, os conselhos comunitários e as cooperativas, no sentido de promoverem convênios com a Novacap e as administrações regionais para manutenção e reparos nos espaços públicos das quadras das regiões administrativas do DF. Entusiasmado com o sucesso do projeto SUPEREMPREENDEDORES, comprometeu-se a atender no ano de 2022, 10 Regões Administrativas do DF, com o projeto, tanto é que, neste ano de 2021 apresentou moção de louvor aos membros do CDDF e Entorno, por relevantes serviços prestados à comunidades do DF.

“Sou um dos entusiasta dos projetos do CDDF e Entorno através do “EPCDDF Capacitando Jovens para o Futuro” e, esses deputados estão de parabens por apoiarem projetos que atendem à demandas sociais e contribuem com as políticas públicas. Faço votos que todos os outros deputados os acompanhem” Eugenio Piedade, presidente do CDDF e Entorno

Leia Também:  Em sua reestruturação, CDDF e Entorno faz sua primeira reunião presencial com um de seus conselhos locais

O deputado Claudio Abrantes veio de uma OSC, o grupo Via Sacra de Planaltina. O parlamentar tem destinado recursos para os eventos religiosos, para as ações culturais e de empreendedorismo com agentes e OSC’s envolvidos no terceiro setor e na economia criativa, bem como na economia circular em todo o Distrito Federal.

Seria muito bom se todos os 24 deputados distritais seguissem o modelo desses cinco parlamentares e investissem no terceiro setor, colaborando para o desenvolvimento de projetos que qualificam os profissionais da área como também as OSC’s responsáveis por arrefecerem as demandas de políticas públicas do estado.

Fonte: BSB TIMES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.