BRASÍLIA

BRASIL 61

Covid-19: Anvisa autoriza pesquisa clínica da vacina Butanvac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o Instituto Butantan a fazer a pesquisa clínica da vacina Butanvac contra a Covid-19. Antes de iniciar os testes em voluntários humanos, o Butantan precisa apresentar algumas informações complementares sobre os testes em andamento com o imunizante. 

A pesquisa clínica de fase 1 e 2 está dividida em três etapas: A, B e C. Por enquanto, a Anvisa autorizou a etapa A, que envolve 400 voluntários. Ao todo, as fases 1 e 2 esperam testar 6 mil voluntários com 18 anos ou mais. 

O imunizante será aplicado em duas doses, com intervalo de 28 dias entre elas. O estudo será realizado no Hospital das Clínicas (FMUSP) e no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Pesquisa da UFV acompanha e prevê a disseminação da Covid-19 no país

Vacinação contra a gripe atinge menos de 30% do público-alvo

Ao longo dos últimos dois meses, a Anvisa e o Butantan realizaram uma intensa troca de informações e reuniões, com o objetivo de esclarecer todos os aspectos da pesquisa, com garantias de segurança aos voluntários.

Leia Também:  O TEMPO E A TEMPERATURA: Chuva no litoral nordestino nesta segunda-feira (7)

Brasil 61

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

BRASIL 61

RJ: recursos obtidos pela venda da Cedae serão repartidos entre municípios

Publicados

em

Por

Com a privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), ocorrido no dia 30 de abril, os recursos obtidos serão repartidos entre os 29 municípios impactados pela concessão, o Instituto Região Metropolitana (IRM) e o Governo do Estado. O anúncio foi feito na quarta-feira (16) pelo governador do Rio, Cláudio Castro.

O total de R$ 22,6 bilhões foi arrecadado com as outorgas. Deste valor, o estado vai ficar com R$ 14,478 bilhões e os 29 municípios que aderiram ao plano devem repartir R$ 7,688 bilhões. O IRM receberá cerca de R$ 522 milhões. Os valores serão pagos em três parcelas, divididas pelos anos de 2021, 2022 e 2025.

Proposta prevê que municípios regulamentem faixas marginais de curso d’água em áreas urbanas e regiões metropolitanas

Setor de infraestrutura foi um dos que mais rendeu investimentos no último ano

De acordo com o governador Castro, o dinheiro da venda da companhia será investido em infraestrutura. O projeto prevê a melhoria de saneamento básico para 10,3 milhões de pessoas, o que equivale a 60% da população fluminense, segundo o governo do estado.

Leia Também:  INDICADORES: café arábica sofre alta no preço, nesta quarta-feira (9)

Brasil 61

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA