BRASÍLIA

BRASIL 61

Ministério da Saúde vai premiar secretarias por ações de prevenção e controle de câncer

Publicados

em

Secretarias estaduais e municipais podem participar da premiação relatando experiências que se destacam pela melhoria do acesso à população e pela organização do cuidado à saúde da mulher

O Ministério da Saúde lançou o 1º Prêmio Prevenção e Controle do Câncer. A iniciativa busca reconhecer o trabalho de secretarias estaduais e municipais que se destacam pela melhoria do acesso à população e pela organização do cuidado à saúde da mulher.

O governo federal abriu as inscrições para o prêmio nesta terça-feira (6), às 10h. A ação irá divulgar as medidas de prevenção e controle do câncer realizadas em todo o país, para reforçar a importância da integralidade e da coordenação do cuidado.

Ao todo, são oito linhas temáticas abrangidas: Prevenção do Câncer de Mama e de colo do útero; Rastreamento do Câncer de Mama; Detecção Precoce do Câncer de Mama e de colo do útero; Qualificação do SUS; Linhas de cuidado e humanização; Acesso e Regulação; Organização da rede durante a pandemia considerando a Atenção Oncológica e Cuidados Paliativos.

Dia Nacional da Mamografia alerta para importância de diagnóstico precoce

Leia Também:  “Dizer que o tratamento, dito precoce, com ivermectina e hidroxicloroquina não funciona é uma falácia”, afirma Paulo Porto de Melo, médico neurocirurgião e especialista no enfrentamento de crises em Saúde

Ministério da Saúde amplia vacinação contra HPV para as mulheres

A avaliação do prêmio será realizada por um comitê formado por representantes do Ministério da Saúde e convidados. A primeira etapa acontece entre os dias 26 de abril e 10 de maio. Entre os dias 11 e 24 do mesmo mês, serão classificadas as cinco melhores iniciativas. Um evento será realizado em 31 de maio, com transmissão ao vivo para homenagear os vencedores.

Fonte: Brasil 61

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL 61

Novo Marco Regulatório do Gás Natural é sancionado sem vetos por Bolsonaro

Publicados

em

Texto possibilita a desconcentração do mercado de gás, aumentando a concorrência e reduzindo o preço

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou sem vetos a proposta do novo Marco Regulatório do Gás Natural, ou seja, da forma que foi finalizada pelo Congresso Nacional. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (9).

O texto prevê mecanismos para viabilizar a desconcentração do mercado de gás, no qual a Petrobras participa com 100% da importação e processamento, e cerca de 80% na produção. Desta forma, a nova lei garante a independência entre empresas de distribuição, transporte e produção com o objetivo de manter a competitividade e os elos da cadeia de gás independentes, evitando que um mesmo grupo controle todas as etapas do sistema até o consumidor final.

De acordo com o Ministério da Economia, a concorrência possibilitada pelas novas regras ajudará a reduzir o preço do combustível. O gás natural é utilizado em residências, automóveis e principalmente na indústria.

Fonte: Brasil 61

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Medidas para conter cartel de combustível no país foi discutida no Senado
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA