BRASÍLIA

BRASIL 61

Queiroga diz que estados receberão novas doses da AstraZeneca em até 48h

Publicados

em

Foto: Brasil 61

Em entrevista à  TV Brasil, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que as doses da vacina da AstraZeneca, que chegaram ao Brasil neste fim de semana, serão distribuídas aos estados em até 48 horas. Queiroga acompanhou a chegada das doses da vacina ao aeroporto Internacional de Guarulhos, São Paulo.

Neste fim de semana três voos com as vacinas chegaram ao aeroporto, onde fica a Coordenação de Armazenagem e Distribuição Logística de Insumos Estratégicos para a Saúde (COADI) do Ministério da Saúde. O total de doses recém chegadas ficou em cerca de 4 milhões. De Guarulhos, essas doses serão distribuídas aos estados e municípios por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI).

Ministro faz apelo internacional por vacina contra covid-19

Casos e óbitos por Covid-19 crescem em unidades prisionais

Queiroga destacou a relevância do acordo feito com o consórcio Covax Facility para combater a pandemia e a importância dessas doses para o PNI. A representante da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) no Brasil,  Socorro Gross, que também acompanhou a chegada das doses em Guarulhos, declarou que os imunizantes trazem esperança para o mundo.

Leia Também:  Colapso de sistema de saúde alcançando municípios era alertado em 2020

O Brasil possui 42,5 milhões de doses de vacinas acordadas com o consórcio global, coordenado pela Aliança Global de Vacinas (Gavi) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS), para facilitar o acesso de imunizantes contra a Covid-19 em todo o mundo.

Fonte: Brasil 61

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL 61

AL: municípios podem aderir às Unidades Regionais de Saneamento Básico

Publicados

em

Foto: Brasil 61

O Governo de Alagoas convoca municípios para aderirem às Unidades Regionais de Saneamento Básico. A medida é fundamental para dar andamento ao processo de concessão dos serviços de água e esgotamento sanitário. Segundo a Secretaria Estadual de Fazenda, o projeto está finalizado com investimento de R$ 3,6 bilhões.

A adesão deverá ocorrer em até 30 dias após a publicação do decreto nº 74.261, que regulamenta a estrutura de governança das Unidades. O Plano Regional de Saneamento poderá contemplar um ou mais componentes do saneamento básico, com o objetivo de otimizar o planejamento e a prestação dos serviços.

De acordo com o novo marco regulatório, os municípios têm um prazo de até dois anos para comprovarem que vão conseguir fazer os investimentos na universalização do saneamento básico até 2033.

Mercado de gestão de resíduos sólidos é oportunidade para empresas de micro e pequeno porte

Governo destina R$ 72,7 milhões para saneamento em 14 estados e DF

Cabe a cada um dos Conselhos de Desenvolvimento aprovar o Plano Regional de Saneamento Básico, além de acompanhar o processo de revisão dos instrumentos de planejamento, para garantir que estejam em conformidade com os parâmetros e obrigações definidos no contrato de concessão.

Leia Também:  Trabalhador pode contestar auxílio emergencial negado até 12 de abril

Fonte: Brasil 61

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA