Luiza Trajano: “A pandemia mudou para sempre o jeito de gerir empresas”

“A pandemia nos fez entender que as pessoas têm vários lados, não são só profissionais, e não têm como separar pessoal do profissional. A nova gestão terá que entender isso”, disse hoje (28) Luiza Helena Trajano, presidente do conselho do Magazine Luiza, na abertura do 1º Congresso da Mulher Brasileira, em São Paulo. Trajano falou sobre a nova maneira de gerir negócios e empresas que, acredita, deve prevalecer nas empresas que querem crescer daqui em diante. “Só vamos entender o impacto dessa dor e dessa mudança em décadas.”

O tipo de gestão que leva para o Magazine Luiza, a empresária chama de “gestão orgânica”, em que a diversidade e a tolerância ao erro contribuem para um melhor desempenho do negócio. “A pandemia mudou totalmente o jeito de gerir negócios pois mostrou que as pessoas têm uma vida, que elas não são só profissionais e isso não dá pra separar”, diz Luiza. “Esse jeito de administrar tem tudo a ver com as mulheres, por isso acredito mesmo que chegou nossa hora.”

Leia Também:  Funcionário com 20 anos de empresa morre na fila de demissão

Trajano é uma das fundadoras do grupo Mulheres do Brasil, que atua para engajar a sociedade civil e mudar as políticas públicas em diversos setores e reúne 106 mil mulheres em todo o país. Recentemente, o grupo lançou o movimento Pula pra 50, que tem o objetivo de elevar para 50% o número de cadeiras ocupadas por mulheres no Congresso Nacional. “Eu propus 50% porque assim ninguém vai vir me falar em 14% ou 15%.”

Além dela, subiram ao palco nomes como Mafoane Odara, líder de RH para América Latina da Meta, a imunologista Ester Sabino e Edu Lyra, Glaucimar Peticov, diretora executiva do Bradesco e o empreendedor social à frente da Ong Gerando Falcões. O congresso foi realizado pelo IVG (Instituto Vasselo Goldoni), organização que busca incentivar o protagonismo feminino no país.

Fonte: Forbes

COMENTE ABAIXO:

Últimas Notícias

Quer receber as notícias em
primeira mão?

TODOS OS DADOS SÃO PROTEGIDOS CONFORME A LEI GERAL DE
PROTEÇÃO DE DADOS (LGPD).

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?