BRASÍLIA

BRASIL POLÍTICA

Candidatura de Lula imposta na marra faria do Brasil país sem lei

Publicados

em

Resultado de imagem para lula feroz
“Lula não está acima de ninguém e não recebeu de ninguém, muito menos do povo, licença para roubar”
Já não basta o PT ter capitaneado a aprovação da lei eleitoral mais continuista e antidemocrática do planeta, que inclusive concede a cada dois anos mais de R$ 1,5 bilhões de dinheiro público aos partidos envolvidos na Lava Jato, sob a cínica alegação de que com isso não precisarão mais recorrer à corrupção para financiar suas campanhas eleitorais.
Agora, esse mesmo PT quer impor a candidatura de Lula na marra, fazendo do Brasil um país sem lei.
Como nem eles acreditam que o ex-presidente já condenado a nove anos e meio possa ser absolvido na segunda instância (o TRF-4), o alvo é a Lei da Ficha Limpa, que impede o registro de candidatos condenados em segunda instância.
Anular a Lei da Ficha Limpa para permitir o registro da candidatura de um viciado em práticas de corrupção, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio e formação de quadrilha seria o colapso total do Estado Democrático de Direito.
Lula não está acima de ninguém e não recebeu de ninguém, muito menos do povo, licença para roubar. Portanto, antes de novos voos políticos, o que lhe caberia fazer é acertar as contas com a justiça.
Mas é exatamente isso que ele vem barrigando, com muita conversa fiada. Enquanto publicamente o santarrão se declara inocente de todas as acusações, mesmo as mais evidentes, à boca pequena ele diz que se não tivesse feito o que fez não teria obtido maioria no Congresso para aprovar os projetos de interesse popular.
É mais uma de suas falácias.
Ele sabe melhor do que ninguém que sua capacidade de obter parceiros privados para assaltar o Estado em escala cada vez mais ampla cresceu na razão inversa da defesa dos interesses nacionais e populares e na razão direta do apoio aos interesses do imperialismo e seus satélites no país – a saber,  a banda podre da burguesia brasileira.
Essa é a verdade, o resto é aquela fraseologia de esquerda na qual o PT se especializou para encobrir ações de direita.
Fonte: SÉRGIO RUBENS
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cármen Lúcia marca julgamento de habeas corpus de Lula para amanhã

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

BRASIL POLÍTICA

Após sinalização de interferência de Bolsonaro, ações da Eletrobras valorizam 23% na semana

Publicados

em

Ações da Eletrobras valorizam 23% na semana, mas não se falou em ‘interferência’

Bolsonaro sinalizou interferência, e o papel da Eletrobrás saltou de R$27,04, na segunda, para R$33,83 na quinta

A estatal federal Eletrobrás valorizou 23% esta semana, mesmo após o presidente Jair Bolsonaro avisar que iria interferir no setor elétrico, mas ninguém atribuiu a essa atitude a valorização expressiva da estatal de energia.

No início da semana, o papel da Eletrobrás era vendido a R$27,04 e, nesta quinta (25), registrava valorização de 23%, cotada a R$33,83. O dedo presidencial, no setor elétrico, afinal só gerou lucros. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O gesto do presidente de levar ao Congresso a medida provisória que deflagra a privatização da Eletrobrás ajudou a valorizar suas ações.

A MP 1031 (Eletrobrás) teve objetivos vitais para o êxito do governo. Um deles foram os grandes investidores privados, nacionais e internacionais.

A MP também é uma investida contra aumentos tão cruéis quanto os dos combustíveis: só em 2021, o povo amarga alta de 13% na conta de luz.

Leia Também:  Cármen Lúcia marca julgamento de habeas corpus de Lula para amanhã

Confiar ao BNDES os estudos para privatizar a Eletrobrás gerou alívio. A pior escolha seria entregar a tarefa ao corporativismo dos eletrocratas.

Fonte: Diário do Poder

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA