Comissão aprova criação de rota turística entre Belém e Bragança, no Pará

13/08/2021 – 10:09  

Najara Araujo/Câmara dos Deputados

Costa recomendou a aprovação: rota tem “inegáveis atrativos turísticos”

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia da Câmara dos Deputados aprovou a criação da Rota Turística Histórica Belém-Bragança, um roteiro de 223 quilômetros percorrendo 13 municípios paraenses, acompanhando o antigo trajeto da Estrada de Ferro Bragança (EPB). O objetivo é promover o desenvolvimento social, cultural e econômico da região.

A criação da rota está prevista no Projeto de Lei 394/20, do deputado Celso Sabino (PSDB-PA). O relator, deputado Eduardo Costa (PTB-PA), recomendou a aprovação da matéria.

Eduardo Costa apontou que a construção de rotas turísticas tem produzido bons resultados no País, a exemplo da Estrada Real, que percorre municípios de Minas Gerais, do Rio de Janeiro e de São Paulo e resgata tradições, valorizando identidades culturais.

No caso do caminho que liga Bragança a Belém, o relator lembrou que ele possui “inegáveis atrativos turísticos”. A Estrada de Ferro Bragança funcionou por 82 anos desde 1883 e fez a ligação de Belém com o nordeste do Pará.

Leia Também:  Comissão discute situação de portadores de doença genética ocular

“Pelo roteiro turístico proposto, o viajante encontrará construções históricas e culturais centenárias, como belas estações, pontes e trilhos da estrada de ferro. Poderá também mergulhar em águas calmas de belos igarapés, rios e praias e desfrutar de outros atrativos naturais”, listou Eduardo Costa.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pelas comissões de Turismo; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Noéli Nobre
Edição – Natalia Doederlein

Câmara Federal

COMENTE ABAIXO:

Últimas Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Quer receber as notícias em
primeira mão?

TODOS OS DADOS SÃO PROTEGIDOS CONFORME A LEI GERAL DE
PROTEÇÃO DE DADOS (LGPD).

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?