BRASÍLIA

BRASIL POLÍTICA

PT fecha apoio a bloco de Maia para a disputa da presidência da Câmara

Publicados

em


source
Rodrigo Maia (DEM-RJ)%2C presidente da Câmara
Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara

O PT oficializou nesta sexta-feira (18) o apoio ao bloco de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a disputa da presidência da Câmara. A sigla já havia sinalizado essa aliança depois que negou apoio a Arthur Lira (PP-AL), candidato do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A formalização desse apoio fortalece o nome que será escolhido por Maia para a sua sucessão. Nos últimos dias, partidos de esquerda têm avaliado o que vão fazer quanto às eleições para o comando da Casa, em fevereiro de 2021, uma vez que candidaturas próprias dessas legendas enfraqueceriam o candidato do atual presidente.

Na quinta-feira, um dia após perder o apoio do Republicanos , Maia, que tem sido criticado pela demora em escolher o nome que pretende indicar para a disputa, conseguiu um avanço na disputa contra Lira.

Após uma reunião de quase três horas, presidentes nacionais e líderes das bancadas de PT, PDT, PSB, PCdoB e PSOL formalizaram que vetariam o apoio a qualquer candidato apoiado por Bolsonaro.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL POLÍTICA

Nordeste tem quatro indicados para eventual chapa de Lula

Publicados

em

Foto: Agência Brasil

Nenhuma região do Brasil tem tantos candidatos a vice-presidente para Lula da Silva como o Nordeste.

A lista é encabeçada pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PSCdoB) e conta também com o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), e agora aparece o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).

 Rui Costa (PT), da Bahia – o maior colégio eleitoral da região – que deixa o Palácio de Ondina, é vez ou outra citado pelo núcleo próximo do ex-presidente.

Enquanto a campanha não vem, segue a grita do PT contra a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, por ter agendado para a quinta-feira análise em plenário do pedido de impugnação feito pela PGR da decisão do ministro Edson Fachin, que anulou as condenações de Lula. O partido informa, na nota, que o ministro e o STF sofrem pressão de setores contra sua decisão monocrática pró-Lula. Faltou dizer quem.

A despeito de o Supremo Tribunal Federal agendar para quinta-feira o pedido de impugnação da anulação das condenações de Lula da Silva, ele segue dando entrevistas à mídia estrangeira.

Fonte: Jornal de Brasilia
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Bolsonaro ataca a Folha de S. Paulo: “Só usa a mentira”
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA