BRASÍLIA

BRASIL POLÍTICA

Tornozeleira eletrônica de Flordelis tem oito violações em março

Publicados

em

Equipamento é monitorado pela Secretaria de Administração Penitenciária e, em uma ocasião, chegou a ficar mais de 13 horas desligado

Bruno Menezes

Rio de Janeiro – Foram oito as violações registradas pelo monitoramento da tornozeleira eletrônica da deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ), que usa o equipamento como medida cautelar estabelecida pela Justiça. Todas as intercorrências aconteceram no último mês de março e, entre as transgressões, está a vez em que a deputada deixou que o aparelho ficasse mais de 13 horas desligado.

A deputada é acusada de ser a mandante do assassinato do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo, morto a tiros em junho de 2019. Ela nega as acusações e recebeu o equipamento em outubro de 2020 após ser intimada pela Justiça para se apresentar à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap-RJ).

Além de Flordelis, sete filhos e uma neta da deputada também respondem pelo crime. A deputada só não foi presa por ter imunidade parlamentar. No entanto, ela pode perder o mandato após a conclusão de um processo por quebra de decoro, que está em andamento no Congresso, em Brasília.

Fonte: Metropoles
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL POLÍTICA

Nordeste tem quatro indicados para eventual chapa de Lula

Publicados

em

Foto: Agência Brasil

Nenhuma região do Brasil tem tantos candidatos a vice-presidente para Lula da Silva como o Nordeste.

A lista é encabeçada pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PSCdoB) e conta também com o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), e agora aparece o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).

 Rui Costa (PT), da Bahia – o maior colégio eleitoral da região – que deixa o Palácio de Ondina, é vez ou outra citado pelo núcleo próximo do ex-presidente.

Enquanto a campanha não vem, segue a grita do PT contra a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, por ter agendado para a quinta-feira análise em plenário do pedido de impugnação feito pela PGR da decisão do ministro Edson Fachin, que anulou as condenações de Lula. O partido informa, na nota, que o ministro e o STF sofrem pressão de setores contra sua decisão monocrática pró-Lula. Faltou dizer quem.

A despeito de o Supremo Tribunal Federal agendar para quinta-feira o pedido de impugnação da anulação das condenações de Lula da Silva, ele segue dando entrevistas à mídia estrangeira.

Fonte: Jornal de Brasilia
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  GDF vai receber R$ 31 milhões da União após leilão de petróleo
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA