BRASÍLIA

BRASIL DIVERSOS

Empresário Lucas Meira, piloto e 4 jogadores do Palmas morrem em acidente de avião logo após decolarem de Palmas

Publicados

em

Para jogo nesta segunda

Em nota, o Palmas Futebol e Regatas confirmou que, por volta das 8h15, deste domingo, ocorreu o acidente aéreo envolvendo o presidente do clube Lucas Meira, quando decolava para Goiânia, para a partida entre Vila Nova x Palmas nesta segunda-feira, 25, válida pela Copa Verde.

Sem sobreviventes

Também morreram no acidente o comandante Wagner e os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari. O avião decolou e caiu no final da pista da Associação Tocantinense de Aviação (ATA), no Luzimangues. “Lamentamos informar que não há sobreviventes. Neste momento de dor e consternação, o clube pede orações pelos familiares aos quais prestará os devidos apoios, e ressalta que no momento oportuno voltará a se pronunciar”, afirma a nota do clube.

Leia Também:  Globo decide demitir diretora após denúncias de assédio

Empreendedor social

Lucas era empreendedor social, atuou como presidente conselheiro da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) nos últimos anos, desenvolvendo projetos de formação e acesso ao primeiro emprego para jovens de Palmas e de todo o País. Além da ligação com o esporte, era um grande entusiasta da tecnologia, atuando em startups de educação e mobilidade.

Quase vice

No ano passado, Lucas chegou a ser aprovado em convenção para ser o candidato do DEM a vice-prefeito de Cinthia Ribeiro (PSDB), mas acabou desistindo por conta de polêmicas envolvendo processos judiciais de que era alvo em Goiânia.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL DIVERSOS

CRUELDADE: Rapaz agride mãe e irmã com chicotadas; mas após preso pela PM, pagou fiança na DP e foi liberado

Publicados

em

Foto: Reprodução

Está se tornando cada vez mais comum os crimes de agressão de filhos contra seus pais. Em Águas Belas, agreste de Pernambuco, um homem agrediu a mãe a irmã com chicotadas. O fato foi registrado no Sítio Barra do Brito.
O jovem de 23 anos, identificado como Ednildo Vieira da Silva, usou um chicote para atacar as vítimas. A Polícia Militar foi rapidamente acionada e conseguiu deter o suspeito. As vítimas informaram que as agressões foram motivas após a mãe do acusado reclamar por ele ter ligado o som em volume acima do normal.
Nós apanhar de chicote, mãe e filha foram colocadas para fora de casa, enquanto o amaldiçoado filho ficou em casa curtindo o som até a chegada da polícia. O malfeitor foi encaminhado para Delegacia de Polícia de Garanhuns, mas pagou fiança e foi colocado em LIBERDADE.
Com informações do site:  pernambuconoticias
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Crítica de Bolsonaro, Joice Hasselmann vai à festa de Lira
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA