BRASÍLIA

BRASIL DIVERSOS

Maioria esmagadora da população brasileira vê justiça na prisão de Lula

Publicados

em

Maioria da população brasileira vê como justa a condenação de Lula, mostra pesquisa

Foto: Agência Brasil

Lula foi condenado em duas ações penais. Em 2017, foi sentenciado pelo ex-juiz federal Sérgio Moro, em processo que investigou o tríplex no Guarujá (SP). Em 2019, foi novamente condenado na 1ª Instância da Justiça Federal pelo caso do sítio de Atibaia.

A análise feita pelo instituto de pesquisas abordou somente a condenação de Lula, publicada após o encerramento da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) e a quebra de sigilo das mensagens hackeadas, supostamente, trocadas entre procuradores e o ex-juiz Sergio Moro.

Abaixo, são os grupos que registraram maiores percentuais para cada resposta à pergunta da pesquisa:

Leia Também:  Eduardo Bolsonaro e Felipe Neto trocam farpas no Twitter

Quem acredita que a condenação de Lula foi justa:

homens (59,5%);

pessoas de 35 a 44 anos (59,5%);

os que têm ensino superior (63%);

moradores do Sul (63,8%).

quem acredita que a condenação de Lula foi injusta:

mulheres (38,2%);

pessoas de 60 anos ou mais (41,8%);

os que estudaram até o ensino fundamental (43,3%);

moradores do Nordeste (47,9%).

A pesquisa ocorreu de 16 a 19 de fevereiro e 2264 entrevistas foram realizadas com moradores de 200 municípios brasileiros, nos 26 Estados e no Distrito Federal. O grau de confiança do estudo é de 95%.

Fonte: Jornal da Cidade On Line

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL DIVERSOS

Mais de 35 mil restaurantes fecharam as portas este ano no Brasil

Publicados

em

Ao todo, 300 mil estabelecimentos voltados à alimentação encerraram suas atividades em 2020, diante da pandemia da Covid-19

Reprodução/Instagram

Nos três primeiros meses deste ano, a pandemia da Covid-19 provocou o fechamento de mais 35 mil restaurantes no país. Ao todo, 300 mil estabelecimentos voltados à alimentação encerraram as atividades em 2020.

O levantamento também aponta os desafios desses comerciantes para honrar salários, dívidas e as contas do dia a dia.

O atraso na compra de vacinas, que promoveu o fechamento do comércio por longos períodos, zerou o faturamento de alguns negócios. De acordo com a Abrasel, os estabelecimentos que faturavam acima de R$ 140 mil ao mês caíram de 23% para 10% (comparando março de 2020 com março de 2021).

No geral, 82% do comércio alimentício operou o mês de março no vermelho, ante 66% em janeiro, quando as medidas de lockdown estavam mais flexíveis diante das festas de fim de ano.

Fonte: Metropoles
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Consumidor deve ter cautela para evitar problemas com compras de Natal
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA