BRASÍLIA

CÂMARA DISTRITAL

Apoiados por Claudio Abrantes, 366 novos enfermeiros são nomeados por Ibaneis

Publicados

em

Governador assinou ato em cerimônia realizada no Buriti nesta quarta-feira (22). “Guerreiros que nunca desistiram e hoje estão aqui, adentrando o serviço público”, comemorou deputado

O deputado distrital Claudio Abrantes (PDT) participou, ao lado do governador Ibaneis Rocha, da cerimônia de nomeação de 366 novos enfermeiros de família e comunidade. O ato ocorreu nesta quarta-feira (22), no Palácio do Buriti.

“Hoje é um dia extremamente especial, quando se consolida uma luta nossa, pela qual tanto temos trabalhado. Sempre com fé, sempre com a parceria do governador Ibaneis Rocha, dos secretários André Clemente e Manoel Pafiadache, e hoje aqui estamos”, comemorou Claudio Abrantes.

No último dia 5 de dezembro, Claudio Abrantes foi homenageado pelos novos enfermeiros em um café da manhã que reuniu pelo menos metade dos nomeados de hoje. O momento ocorreu em agradecimento às nomeações.

“Estou aqui ao lado de pessoas vitoriosas, os novos enfermeiros que nunca desistiram, que nunca deixaram de acreditar, e que por isso agora recebem o privilégio de poder trabalhar pela saúde de nossa população”, comentou Claudio Abrantes.

Leia Também:  Candidatos brigam pelo voto dos conservadores

Neste mês, o parlamentar entregou uma Unidade de Pronto Atendimento e uma nova Unidade Básica de Saúde em Planaltina, na Estância Mestre D’Armas e no Vale do Amanhecer, respectivamente. A UBS contou com mais de R$ 2 milhões de destinação orçamentária de Claudio Abrantes.

Deputado Distrital Claudio Abrantes (PDT)

COMENTE ABAIXO:

CÂMARA DISTRITAL

Sancionada lei da Deputada Júlia Lucy, que garante absorvente e coletor menstrual a mulheres vulneráveis

Publicados

em

Por

O Governador Ibaneis Rocha sancionou nesta terça-feira a Lei 7051/2022, de autoria da Deputada Júlia Lucy (Novo), que prevê que o GDF forneça coletores menstruais a mulheres de baixa renda. A nova legislação altera a Lei nº 6.569, de 5 de maio de 2020, que institui a Política de Assistência Integral à Saúde da Mulher no DF. O texto acrescenta o acesso ao coletor à lei já em vigor na capital federal que decreta a distribuição de absorventes em escolas públicas e UBS’s.

O coletor menstrual, que começou a ser produzido industrialmente nos anos 1930, possui inúmeras vantagens, como a autonomia (diferente dos absorventes, que devem ser rocados em intervalos de poucas horas, os coletores menstruais só precisam ser retirados, esvaziados e lavados aproximadamente a cada 12 horas), o conforto e a sustentabilidade.

Para a autora da lei, Deputada Júlia Lucy (NOVO), a medida irá dar mais opções para as mulheres a um custo menor e com proteção ao meio ambiente. “Além de dar a liberdade de escolha às mulheres, essa alteração na lei vai representar uma grande economia aos cofres públicos, já que a vida útil dos coletores é de até 10 anos. Irá também diminuir significativamente a produção de lixo, contribuindo para a preservação do meio ambiente”, justifica.

Leia Também:  Itapoã vai ganhar escola para 800 alunos

A matéria ainda acrescenta que a opção pelo coletor menstrual importará na realização de curso sobre utilização e higienização do produto, ministrados em ambiente escolar ou em UBS, bem como na assinatura de Termo de Uso Livre e Esclarecido.

Segundo a proposta, o Poder Executivo poderá firmar parcerias e realizar convênios com órgãos governamentais e entidades privadas e/ou não governamentais.

No Brasil, 713 mil meninas vivem sem acesso a banheiro ou chuveiro em seu domicílio, e mais de 4 milhões não têm acesso a itens mínimos de cuidados menstruais nas escolas. É o que mostra a pesquisa Pobreza Menstrual no Brasil: Desigualdade e Violações de Direitos, lançada em maio de 2021 pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Dos 4 milhões de meninas que sofrem com pelo menos uma privação de higiene nas escolas, quase 200 mil estão totalmente privadas de condições mínimas para cuidar da menstruação.

Fonte: Assessoria Dep. Julia Lucy

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.