BRASÍLIA

CÂMARA DISTRITAL

Claudio Abrantes: Reformados, praças, parques, quadras e campos de Planaltina são entregues à população

Obras, realizadas com emendas de autoria de Claudio Abrantes, devolvem o campo sintético do Arapoanga e o campo de areia da Vila Vicentina, entre outros espaços, à população

A população de Planaltina está prestes a receber, de uma vez só, 13 equipamentos de lazer, esporte e cidadania. São quatro quadras poliesportivas, um campo de areia, um campo sintético, cinco parquinhos infantis e duas praças que passaram por reformas e, agora, estão como novos. As obras foram possíveis graças a emendas parlamentares do deputado distrital Claudio Abrantes (PDT). A entrega oficial será feita na próxima sexta-feira (7/5), com a presença do parlamentar e do governador Ibaneis Rocha.

“A realização dessas obras era um compromisso nosso com a sociedade, e que agora temos a satisfação de poder entregar à população de Planaltina”, disse o deputado.

A entrega será realizada em dois momentos. Um deles será no Arapoanga, onde o campo sintético, o parquinho e a praça foram completamente reformados. A estrutura estava totalmente degradada. Por meio da emenda de Claudio Abrantes, foram trocados o gramado, o alambrado, o calçamento e o parquinho anexo.

Leia Também:  CESC aprova criação da Universidade do Distrito Federal

Da mesma forma, a Praça São Vicente se abre para a entrega de suas reformas, com o parquinho infantil e o campo de areia revitalizados e já em utilização pela comunidade. O campo já foi cenário de diversos campeonatos e torneios, mas estava inutilizado, devido ao péssimo estado de conservação.

Além das obras no Arapoanga e na Vila Vicentina, também entram na lista de entregas outras reformas importantes. Parquinhos da Praça São Sebastião, no Setor Tradicional; Quadra 1/2 na Vila Buritis; entrada do Vale do Amanhecer. E ainda quadras poliesportivas Quadra 1 do Jardim Roriz; Quadra 6 da Vila Buritis; Quadra 25 do Buritis IV.

A gestão das obras ficou a cargo da Administração Regional de Planaltina. Os trabalhos tiveram início no começo do ano e, agora, crianças, jovens e adultos já podem se divertir, praticar esporte e passear nos espaços revitalizados.

“Esperamos que os moradores de Planaltina utilizem esses equipamentos públicos ao máximo. Contamos com a parceria da população no sentido de promover a preservação, para que tenham uma vida útil longa e continuem servindo a todos”, finalizou Claudio Abrantes.

Leia Também:  CDDF em ação: O ano de 2021 começou diferente na cidade de Santa Maria

A comitiva também visitará outras obras de equipamentos públicos em Planaltina, como a UPA, a UBS do Vale do Amanhecer e a Escola Água do Cerrado.

Fonte: Assessoria Deputado Distrital Claudio Abrantes

COMENTE ABAIXO:

CÂMARA DISTRITAL

Secretaria turbina em R$ 10 milhões contrato ligado a deputado do DF

Publicados

em

Por

Secretaria turbina em R$ 10 milhões contrato ligado a deputado do DF

Real JG é de familiares do distrital José Gomes (ex-PSB) e mantém contrato com a pasta para limpeza e manutenção de escolas públicas

RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

Secretaria de Educação do Distrito Federal turbinou em R$ 9.276.961,79 o contrato de terceirização de serviços gerais mantido desde 2018 com a empresa Real JG, ligada à família do deputado distrital José Gomes (ex-PSB). A justificativa seria a retomada do ensino presencial na rede pública local.

A empresa é uma das que prestam serviços para a pasta do Governo do Distrito Federal (GDF) em unidades de ensino localizadas em diversas regiões: Ceilândia, Samambaia, Núcleo Bandeirante, Guará, Recanto das Emas, Taguatinga, Brazlândia, Plano Piloto, Cruzeiro, Paranoá, São Sebastião, Gama e Santa Maria.

O aditivo ocorre cerca de uma semana após a nova secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, assumir a cadeira deixada por Leandro Cruz, que saiu do primeiro escalão do Palácio do Buriti ainda durante as férias do governador Ibaneis Rocha (MDB).

Em 2019, a própria Secretaria de Educação chegou a abrir investigação de contratos milionários fechados com a Real JG e outras duas empresas que prestavam serviço de manutenção, limpeza, higiene e conservação para o órgão. Os 11 acordos alvos da apuração e os respectivos termos aditivos somavam mais de meio bilhão e também foram denunciados na Câmara Legislativa (CLDF).

Já o grupo Real JG informou que o procedimento foi realizado “em estrita observância ao que determina a legislação aplicável, e os preços praticados obedeceram exatamente aos valores já existentes, os quais foram definidos em procedimento licitatório, onde fora assegurada a todos os participantes a completa e irrestrita igualdade de direitos”.

A Secretaria de Educação foi procurada pelo Metrópoles, mas não havia se pronunciado até a publicação da reportagem. O espaço segue aberto e o conteúdo será atualizado quando houver posicionamento oficial do órgão.

Cassação

Em outubro do ano passado, o TSE cassou o mandato de José Gomes. Ele foi declarado inelegível por oito anos e teve o mandato revogado por abuso do poder econômico durante a campanha eleitoral de 2018.

Leia Também:  Vice Presidente da CLDF, Deputado Rodrigo Delmasso recebe Eugênio Piedade presidente do CDDF e Entorno

Em 11 de abril de 2019, o Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) já havia condenado o parlamentar à perda da cadeira na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). A decisão foi unânime.

A defesa de José Gomes chegou a questionar no TSE a ausência de um magistrado na decisão do TRE, sugerindo a nulidade do julgamento inicial, mas a sentença foi mantida.

Como revelou o Metrópoles, Gomes teria coagido funcionários da empresa Real JG Serviços Gerais durante a eleição de 2018. O parlamentar foi denunciado por trabalhadoras demitidas após terem se recusado a fazer campanha para ele. Estão anexados ao processo áudios de um primo de José Gomes pedindo que os empregados fossem leais ao empresário e votassem nele.

Contudo, a defesa de José Gomes reforçou que não cometeu qualquer ato ilícito e acredita que os vícios cometidos pela sentença serão corrigidos no processo que tramita no STF. “Prova disso é que o Supremo concedeu uma liminar para ele continuar exercendo o mandato”, disse, em nota.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA