Pré-candidato crítico de corruptos acusado de ser ‘fantasma’ na Câmara

Átila Vinícius, pré-candidato, avisa na camiseta: “não vote em político corrupto, a vítima pode ser você”.

Átila diz não lembrar de ação da Câmara que pede R$2 milhões de volta

Pré-candidato a deputado distrital pelo PDT-DF, o servidor da Câmara Legislativa do Distrito Feferal (CLDF) Átila Vinícius Carvalho Pessoa está disposto a buscar nas urnas os votos dos cidadãos que defendem valores como Deus, pátria e família.

Porém, integrante da ala  bolsonarista do partido, o servidor é alvo de um processo administrativo na  CLDF movido pelo deputado distrital Robério Negreiros (PSD), dirigente do Legislativo, no qual é apontado como “servidor fantasma”.

Negreiros requer de Átila o ressarcimento de cerca de R$2 milhões aos cofres da CLDF relativos a milhares de horas de trabalho pagas e não trabalhadas.

O pré-candidato é investigado por ter usado o expediente para fazer dezenas de cursos de formação em horários de expediente.

O caso, muito comentado entre colegas de Átila na CLDF, acabou suscitando cutiosidade sobre o que diria o pré-candidato presidencial do PDT, Ciro Gomes, que sempre aponta o dedo acusatório para os adversários.

Leia Também:  Projeto de Lei dos deputados Claudio Abrantes (PDT) e Rafael Prudente (MDB) que insere, de forma automática, os policiais no Saúde-DF, é aprovado em segundo turno na Câmara

Procurado pelo Diário do Poder, Átila declarou que não se lembrava bem do processo administrativo.

“Acho que ela não prosperou”, disse. Depois revelou que a ação contra ele se deu no período em que servia o sindicado da categoria. E pediu mais informações sobre o processo para que pudesse “trazer mais esclarecimentos”.

Fonte: Diário do Poder

COMENTE ABAIXO:

Últimas Notícias

Quer receber as notícias em
primeira mão?

TODOS OS DADOS SÃO PROTEGIDOS CONFORME A LEI GERAL DE
PROTEÇÃO DE DADOS (LGPD).

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?