BRASÍLIA

CARROS E MOTOS

A mudança na relação entre vendedores e clientes

Publicados

em



Procurar um carro novo para comprar é um processo que pode assustar muitas pessoas. As dificuldades começam na escolha do modelo ideal entre tantas opções, passam pela verificação da procedência do veículo e terminam na parte mais assustadora: a negociação.

Durante muito tempo criou-se a imagem de que vendedores de carros, em lojas ou concessionárias, só estavam ali para tirar dinheiro do cliente e enganá-lo de alguma forma. É claro que alguns realmente agiam assim, e isso fortaleceu a figura negativa do vendedor.

De uns tempos pra cá, porém, isso tem mudado. A possibilidade de comprar um carro pela internet, por exemplo, ajudou as pessoas a depender menos das informações passadas pelos vendedores. Além disso, o conhecimento sobre o mundo automotivo aumentou muito com o conteúdo de qualidade disponibilizado pelos meios especializados.

Com tudo isso em mente, será que ainda é preciso ter uma imagem negativa do vendedor de carros? E como os próprios vendedores podem atuar de uma forma diferente em sua relação com o cliente?

A difícil relação entre vendedor e cliente

O que sempre contribuiu para as dificuldades na relação entre vendedores e clientes? Muitos imaginam que é a própria atuação dos profissionais dessa área. Mas o que realmente está por trás disso é a pressão que eles sofrem por parte das concessionárias.

Vendedores de carros tem metas rígidas para bater, normalmente em base mensal, e elas nem sempre são realistas. Marcas com um portfólio limitado, por exemplo, tornam o trabalho do vendedor bem mais difícil do que aquele que trabalha com uma linha mais completa. Mesmo assim, os dois são cobrados da mesma forma.

Leia Também:  GM volta apenas em um turno no ABC e nova linha já está pronta

O resultado disso é a velha pressão que os vendedores fazem sobre os clientes, enxergando a pessoa que entra em sua concessionária simplesmente como uma forma de ele (vendedor) bater suas metas e receber menos pressão do seu chefe. Com isso, o tratamento ao cliente deixa muito a desejar.

Mas será que existe alguma forma de mudar esse quadro? Sim, e essa mudança passa pela maneira como essa venda é feita.

Mudar a maneira de enxergar o cliente facilita o trabalho

Em vez de depender apenas da propaganda que a própria marca faz para atrair clientes, e ficar esperando sentado o dia inteiro, muitos vendedores passaram a ter uma atitude proativa. E isso tem feito o rendimento e as vendas subirem, enquanto a pressão diminui. Mas como eles tem feito isso?

A atuação de empresas que fazem a captação dos clientes e os levam até as concessionárias, como a Delta Cars, tem sido cada vez mais utilizada no ramo. Funciona assim: o cliente escolhe o seu veículo preferido (com pesquisa própria ou com a ajuda da Delta), recebe as principais ofertas com desconto e escolhe o modelo que quer comprar.

Do outro lado, esse processo também é muito importante para a própria concessionária e seus vendedores. Ao se associar com a Delta Cars, clientes realmente interessados em comprar um veículo novo serão direcionados para a concessionária. A revendedora não precisa se adequar a nenhum termo, mas apenas oferecer um serviço de qualidade para seus clientes. E o melhor, o pagamento só é feito quando o negócio for concluído. Ou seja, todos ganham.

Leia Também:  Citroën DS3: consumo, preço, ficha técnica, motor e equipamentos

Veja abaixo as principais vantagens que vendedores e concessionárias tem ao se associar à Delta Cars:

  • Aumento das vendas: clientes realmente interessados serão direcionados para os vendedores, com isso a chance de fechar a venda cresce consideravelmente.
  • Velocidade de atendimento: a Delta Cars inicia o processo e o vendedor só precisa finalizá-lo, além de poder fazer parte disso via e-mail e telefone.
  • Facilidade para atingir as metas: os vendedores dependerão menos da propaganda da marca e terão uma ajuda valiosa para encontrar potenciais compradores.
  • Custo zero e transparência: não existem taxas sobre negócios não fechados (para vendedores ou concessionárias) e a relação com a Delta Cars é sempre transparente.

Para fazer parte dessa rede de parceiros, basta fazer o cadastro no site da Delta Cars. Não existem mensalidades ou cobranças de qualquer tipo para fazer esse cadastro, e a concessionária continua vendendo nos seus próprios termos e preços.

Conclusão

A maneira como compramos um carro novo mudou, por isso a relação entre vendedores e clientes também precisa se atualizar. Aumentar as chances de venda, ter uma relação saudável com o cliente e sofrer bem menos com metas difíceis de cumprir se tornou possível para todos os vendedores e concessionárias.

Para alcançar tudo isso, basta usar toda a experiência da equipe da Delta Cars. Essa nova maneira de comprar veículos tem atraído cada vez mais clientes, além de vendedores e concessionárias, e isso tem gerado uma base de compradores que realmente movimentam o negócio.

AUTOMOTIVO

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

CARROS E MOTOS

Toyota apresenta linha 2023 do Yaris ainda em janeiro de 2022

Publicados

em

Por

Toyota apresenta linha 2023 do Yaris ainda em janeiro de 2022. Fotos: Toyota.

Tanto o hatch, quanto o sedã, recebe o primeiro facelift – mesmo que leve – de meio de geração, além de novos itens tecnológicos

Assim como fez com a família Corolla, a Toyota já apresenta a linha 2023 do Yaris ainda na segunda semana de janeiro de 2022. Segundo a marca, a “pressa” se deve ao fato do modelo se alinhar ao Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve) L7 e, por isso, ela resolveu adiantar as versões do ano seguinte.

Com a aposentadoria do Etios, o Yaris assumiu o posto de modelo de entrada da japonesa no Brasil, mesmo que o preço não seja nada de entrada. O hatch parte de R$ 92.190 e o sedã de R$ 96.390. A nova linha chega com visual levemente redesenhado e novos itens tecnológicos, mas sem alterar o defasado motor 1.5 aspirado.

Toyota Yaris Sedan 2023

A dianteira foi levemente redesenhada e a grade ficou ainda maior.

Além das mudanças estéticas da lista de equipamentos, o Yaris 2023 que chega ainda neste mês nas concessionárias da marca, estará mais enxuto. Tanto o hatch quanto o sedã contará apenas com três versões: XL (R$ 92.190 e R$ 96.390), XS (R$ 101.490 e R$ 104.990) e XLS (R$ 112.690 e R$ 116.990).

Leia Também:  Kers Wee: carro elétrico nacional deverá ser fabricado em Maringá

Na parte visual, as alterações são bem discretas. Na dianteira, foca mais o para-choque que, mesmo redesenhado, mantém o mesmo estilo mas com uma pegada mais esportiva. Assim como a grade, que está um pouco maior e conversa melhor com os faróis, com luz de circulação diurna e de neblina em LED.

Toyota Yaris 2023

O interior praticamente não foi alterado.

Por dentro, as mudanças foram ainda mais acanhadas, focadas no revestimento dos bancos em cinza nas versões XL e XS. Além disso, todas contam com central multimídia de sete polegadas compatível com Android Auto e Apple CarPlay e a topo de linha, a XLS, ganha um pequeno display no painel de instrumentos.

Em relação a lista de equipamentos, as principais novidades estão nos itens de segurança. Focados nas versões XS e XLS, ele conta com sistema de pré-colisão (que emite um alerta sonoro e visual ao motorista, além de fornecer uma carga extra no sistema de frenagem) e alerta de evasão de faixa, que avisa quando o motorista sai da faixa de rolagem sem ligar as setas.

Toyota Yaris 2023

A motorização não foi alterada, mas adaptada para atender ao Proconve L7.

O Yaris ainda conta, de série em todas as versões, com sete airbags (um de joelho, dois frontais, dois laterais e dois de cortina), controles de tração e estabilidade e assistente de partida em rampa.

Leia Também:  Lamborghini recria primeiro Countach de 1971 para colecionador

Ainda na lista de equipamentos, as opções XS e XLS contam com ar-condicionado automático e digital, chave sensorial para abertura das portas e partida do motor, câmera de ré e a topo de linha conta com espelho retrovisor interno eletrocrômico e teto solar elétrico.

Toyota Yaris hatch 2023

Toyota Yaris hatch 2023.

A motorização recebeu ajustes apenas na questão de emissões de poluentes para poder se enquadrar no Proconve L7, a potência permanece a mesma. Ou seja, os Yaris contam com o antiquado 1.5 aspirado de 110 cavalos e 14,9kgfm de torque, aliado à transmissão automática CVT com sete marchas simuladas e modos Eco e Sport e direção elétrica.

Toyota Yaris Sedan 2023

Toyota Yaris Sedan 2023
Toyota Yaris Sedan 2023

Toyota Yaris Sedan 2023
Toyota Yaris Sedan 2023
Fonte: Diário do Poder
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.