BRASÍLIA

CARROS E MOTOS

Continental lança os pneus autosselantes ContiSportContact 5 no Brasil

Os compostos conseguem rodar mesmo após terem sido furados na banda de rodagem

A Continental apresenta a linha de pneus ContiSportContact 5 e ContiSportContact 5 SUV com a tecnologia autosselante ContiSeal embarcada. Os compostos conseguem rodar mesmo após furados por objetos de até 5mm de diâmetro que, segundo a alemã, representam cerca de 85% dos danos causados por perfurações em pneus.

Uma película protetora no interior do pneu sela imediatamente o buraco causado pela perfuração, impedindo completamente a saída do ar e retendo o ar interno. Assim, o veículo pode continuar a rodar mesmo após seu pneu ter sido perfurado.

De acordo com a Continental, essa tecnologia não tem qualquer impacto na experiência de direção ou no manuseio do carro em circunstâncias normais. Um sistema de monitoramento da pressão dos pneus (TPMS) é, no entanto, recomendado.

“Ela oferece uma solução simples para um desafio aparentemente pequeno que pode criar grandes problemas e descarta a necessidade de trocar imediatamente um pneu, sair em busca do borracheiro mais próximo ou esperar por assistência na estrada. Com a ContiSeal, os danos de perfuração causados aos pneus são corrigidos instantaneamente, mesmo que o objeto causador se desprenda”, explica João Scalabrin, supervisor comercial de desenvolvimento de produto da Continental Pneus.

Os pneus ContiSeal trazem um símbolo impresso em sua parede lateral e são compatíveis com todos os aros comumente disponíveis. Eles são montados, trocados e usados como qualquer pneu padrão.

Leia Também:  Honda confirma redução da gama nacional e sua renovação

No Brasil, são ofertados em cinco medidas nos aros 18 e 19 polegadas dos pneus ContiSportContact 5 e ContiSportContact 5 SUV, modelos que podem ser aplicados nos Volks Tiguan e Passat, Ford Fusion, Volvo S60, Kia Sportage, Toyota RAV4, Mercedes-Benz GLK.

Como muitas vezes o motorista não percebe que um objeto estranho penetrou no pneu, a Continental recomenda um exame regular para a procura de parafusos, pregos e outros corpos estranhos na banda de rodagem.

Fonte: Diário do Poder
COMENTE ABAIXO:

CARROS E MOTOS

Range Rover Evoque L é para chinês e custa mais de R$ 300 mil

Publicados

em

Por

Range Rover Evoque L é para chinês e custa mais de R$ 300 mil

Se você desconfia que o Range Rover Evoque não tem muito espaço para as pernas no banco traseiro, os chinês têm certeza disso. Lá, onde os donos de carros – que não precisam ser de luxo – andam atrás enquanto seus motoristas fazem o serviço, a Land Rover aderiu à moda local.

Assim, através de sua joint-venture com a Chery, esticou o Evoque, criando assim o Evoque L. Ficou um pouco estranho esse Range Rover esticado, mas para o cliente chinês, está ótimo para esticar mais as pernas.

Range Rover Evoque L é para chinês e custa mais de R$ 300 mil

Visualmente, a diferença para o modelo que voltará a ser fabricado em Itatiaia-RJ é o conjunto de portas traseiras, que ficaram bem grandes em relação ao padrão do SUV de luxo.

Na mudança, o Evoque ficou 16 cm mais longo, alcançando 4,531 m de comprimento, com largura de 1,904 m e altura de 1,650 m. Assim como o porte, o entre-eixo cresceu 16 cm e agora é de 2,841 m no modelo chinês.

Leia Também:  No futuro você pagará para usar funcionalidades de seu automóvel

O espaço para pernas cresceu 15,6 cm, o que deve dar para o proprietário relaxar mais durante a viagem. Além disso, internamente o Evoque L recebeu alguns itens diferenciados para quem curte viajar de passageiro.

Range Rover Evoque L é para chinês e custa mais de R$ 300 mil

O console entre os bancos dianteiros recebeu uma plataforma para pequenos objetos ou refeição, além de encosto reclinável eletricamente com cinco graus para frente e sete graus para trás. Já o teto solar panorâmico foi ampliado em 0,82 m2, permitindo mais luz no interior do carro.

No Range Rover Evoque, a mecânica é MHEV com motor Ingenium 2.0 de 249 cavalos com alternador/gerador de alguns cavalos, que permite desligamento do motor e sua religação após alguns metros, garantindo assim uma importante redução no consumo.

Range Rover Evoque L é para chinês e custa mais de R$ 300 mil

A transmissão é automática de nove marchas com tração nas quatro rodas. Por lá, o Range Rover Evoque L “by Chery” tem preço sugerido indo de 390.000 yuans até 480.000 yuans, o que dá algo entre R$ 303,8 mil e R$ 373,9 mil. Sem dúvida, preços bem “brasileiros” para o SUV britânico.

Leia Também:  Geely com metanol reforça proposta de etanol como alternativa

Range Rover Evoque L 2022 – Galeria de fotos

AUTOMOTIVO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA