BRASÍLIA

BRASIL DIVERSOS

Criciúma: produção de carro elétrico avança em projeto nacional

Criciúma: produção de carro elétrico avança em projeto nacional

A cidade de Criciúma, em Santa Catarina, terá um novo projeto de produção de carro elétrico, mas este será de investimento nacional. A startup M3E3, do Paraná, está considerando a construção de uma linha de fabricação de veículos no município catarinense.

Autoridades da cidade se reuniram com representantes da startup, assim como lideranças locais e educacionais, no intuito de avançar com o projeto de produção de carros elétricos na região.

A M3E3 mencionou que visita Criciúma desde setembro de 2020 de modo que os parceiros no projeto do primeiro carro elétrico nacional possam conhecer a cidade.

A startup quer iniciar na região a fabricação em escala industrial de seu projeto de carro nacional, cujo protótipo pode ser visto na imagem acima.

VEJA TAMBÉM:

Não há informações sobre como será esse veículo, mas pelo que se pode ver, deverá ter um custo menor que o de carros elétricos de fabricantes tradicionais do setor automotivo.

O projeto conta com apoio da prefeitura e do centro universitário UniSATC, com cursos voltados para manutenção de carros elétricos, fabricação e projetos. Por ora, nenhum anúncio oficial de instalação da fábrica foi feito.

Leia Também:  China: Venda de veículos caem 48,4% em março ante mesmo mês de 2019

Tesla

Criciúma: produção de carro elétrico avança em projeto nacional

Criciúma ficou mais conhecida no setor automotivo no início de 2020, quando lideranças locais e estaduais foram ao governo federal buscar apoio para a instalação de uma fábrica da Tesla.

O grupo entrou em contato com Elon Musk, através do governo brasileiro, mas o bilionário sul-africano não pôde se reunir com as autoridades nacionais. Com a pandemia e outros compromissos da Tesla, o projeto não foi adiante.

Musk, que recentemente revelou interesse em produzir na Rússia, afirmou que a Tesla olha outras regiões em potencial para produção de carros elétricos.

O Brasil, como um player (ainda) importante no cenário automotivo mundial, pode vir a ter uma planta da empresa. No lançamento do Model 3, a Tesla indicou dois países bem distantes dos mercados-alvo da empresa como destinos para o sedã: Brasil e Índia.

Na Índia, já se considera a construção de uma fábrica da Tesla, visto que a marca entrará oficialmente no país em 2022. Aqui, o cenário não está bom, mas tem potencial…

[Fonte: Sul Notícias]

Leia Também:  C3 2012: fotos, detalhes, motor, consumo, preços, equipamentos

AUTOMOTIVO

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

BRASIL DIVERSOS

Hyundai Ioniq virá ao Brasil com preço competitivo, diz jornal

Publicados

em

Por

Hyundai Ioniq virá ao Brasil com preço competitivo, diz jornal

A CAOA venceu a disputa com a Hyundai pela representação no Brasil, o que lhe garante a exclusividade de importação e também a produção de parte do portfólio da marca sul-coreana no país.

Tendo conseguido garantir mais uma década com a Hyundai, a CAOA promete trazer novos carros da marca para o mercado nacional e um deles é um velho namoro, o híbrido Ioniq, de acordo com o jornal Estadão.

Hyundai Ioniq virá ao Brasil com preço competitivo, diz jornal

Apresentado ao público brasileiro no Salão do Automóvel de 2016, o Ioniq é um rival confesso do Toyota Prius e quer iniciar a eletrificação da Hyundai por aqui. Estima-se que o preço ficará em torno de R$ 180 mil. Menos que os R$ 190,5 mil do japonês.

VEJA TAMBÉM:

O Ioniq, embora rival do Prius, é um pouco menor, mas segue a risca o que o japonês em muitos aspectos, especialmente na carroceria de estilo liftback, embora mais simples que o Toyota.

Hyundai Ioniq virá ao Brasil com preço competitivo, diz jornal

Ele também tem uma versão plug-in, mas leva a vantagem de ter uma opção 100% elétrica. No que a CAOA deve estar planeja, a versão que virá, será a híbrida comum, com motor 1.6 Kappa II GDi com 106 cavalos e 15 kgfm.

Leia Também:  População a partir de 37 anos podem se vacinar em Valparaíso de Goiás

No Ioniq, ele trabalha com um motor elétrico de 43 cavalos, com mais 17,2 kgfm, garantindo assim que o modelo tenha potência combinada de 141 cavalos e torque de 26,9 kgfm. A transmissão é de dupla embreagem com seis marchas.

Contudo, assim como o Prius, o Hyundai Ioniq é abastecido somente com gasolina e não se sabe se a marca introduzirá a tecnologia flex nesse caso, ainda mais pelo motor Kappa II 1.6 GDi ser bem específico do híbrido.

Hyundai Ioniq virá ao Brasil com preço competitivo, diz jornal

Na Toyota, mesmo com o Corolla e o Corolla Cross usando a propulsão híbrida do Prius, este último não é flex como os companheiros nacionais. A marca, é claro, poderia reagir ser a Hyundai decidisse por um Ioniq Hybrid Flex.

Fora o Ioniq, devemos esperar pela nova geração do Elantra, assim como dos Tucson e Santa Fé mais recentes. Outro que deve chegar é a picape Santa Cruz, produzida nos EUA.

Hyundai Ioniq 2022 – Galeria de fotos

[Fonte: Estadão]

AUTOMOTIVO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA