BRASÍLIA

CARROS E MOTOS

EUA: GM começa a entregar picapes inacabadas por falta de chips

Publicados

em

EUA: GM começa a entregar picapes inacabadas por falta de chips

A General Motors foi uma das montadoras que produziram picapes e outros veículos sem chips para evitar que a fabricação fosse interrompida. Com a retomada de fornecimento de componentes, a empresa retomou as entregas para o mercado americano.

Dave Barnas, porta-voz da GM, disse: “Estas são unidades que construímos sem certos módulos e as mantivemos até que os semicondutores estivessem disponíveis”. Para o processo, a montadora teve que reposicionar os carros nas linhas de montagem.

Barnas explicou: “Nós então os conduzimos pela fábrica de montagem para conclusão e enviamos os veículos acabados para os revendedores”. Ele também lembrou da ação da Ford e comentou: “Não estamos enviando veículos inacabados para concessionárias e pedindo que instalem os chips”.

O motivo é que a Ford enviou vários lotes de picapes sem módulos e outros componentes para revendedores previamente consultados para estes completarem os carros após a chegada dos itens que faltavam, sendo um serviço feito na própria revenda.

Paul Jacobson, diretor de produção da GM, alertou para a escassez de componentes no terceiro semestre, que poderá comprometer em 200.000 unidades a produção de veículos nos EUA. Não se sabe ao certo quanto disso se refere a picapes, mas é um volume considerável que deixa a Toyota numa posição confortável de liderança.

Leia Também:  Nissan Kicks chinês assume estilo global

A GM vê as vendas de carros elétricos subir, mas não pretende redirecionar os componentes para este segmento. No mercado automotivo americano, o estoque de carros novos caiu para menos de 20 dias de vendas, sendo que o normal por lá gira em torno de 60 dias. No caso da montadora, ela pretende alcançar entre 30 e 45 dias de vendas em breve.

Claro, apenas se o fornecimento de componentes se mantiver regularizado, o que é difícil prever, dado que as variações dos lotes se alteram semanalmente. Por aqui, a empresa opera apenas com um turno em algumas plantas.

[Fonte: GM Authority]

AUTOMOTIVO

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

CARROS E MOTOS

Toyota apresenta linha 2023 do Yaris ainda em janeiro de 2022

Publicados

em

Por

Toyota apresenta linha 2023 do Yaris ainda em janeiro de 2022. Fotos: Toyota.

Tanto o hatch, quanto o sedã, recebe o primeiro facelift – mesmo que leve – de meio de geração, além de novos itens tecnológicos

Assim como fez com a família Corolla, a Toyota já apresenta a linha 2023 do Yaris ainda na segunda semana de janeiro de 2022. Segundo a marca, a “pressa” se deve ao fato do modelo se alinhar ao Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve) L7 e, por isso, ela resolveu adiantar as versões do ano seguinte.

Com a aposentadoria do Etios, o Yaris assumiu o posto de modelo de entrada da japonesa no Brasil, mesmo que o preço não seja nada de entrada. O hatch parte de R$ 92.190 e o sedã de R$ 96.390. A nova linha chega com visual levemente redesenhado e novos itens tecnológicos, mas sem alterar o defasado motor 1.5 aspirado.

Toyota Yaris Sedan 2023

A dianteira foi levemente redesenhada e a grade ficou ainda maior.

Além das mudanças estéticas da lista de equipamentos, o Yaris 2023 que chega ainda neste mês nas concessionárias da marca, estará mais enxuto. Tanto o hatch quanto o sedã contará apenas com três versões: XL (R$ 92.190 e R$ 96.390), XS (R$ 101.490 e R$ 104.990) e XLS (R$ 112.690 e R$ 116.990).

Leia Também:  Gol e Voyage ficam mais caros em junho

Na parte visual, as alterações são bem discretas. Na dianteira, foca mais o para-choque que, mesmo redesenhado, mantém o mesmo estilo mas com uma pegada mais esportiva. Assim como a grade, que está um pouco maior e conversa melhor com os faróis, com luz de circulação diurna e de neblina em LED.

Toyota Yaris 2023

O interior praticamente não foi alterado.

Por dentro, as mudanças foram ainda mais acanhadas, focadas no revestimento dos bancos em cinza nas versões XL e XS. Além disso, todas contam com central multimídia de sete polegadas compatível com Android Auto e Apple CarPlay e a topo de linha, a XLS, ganha um pequeno display no painel de instrumentos.

Em relação a lista de equipamentos, as principais novidades estão nos itens de segurança. Focados nas versões XS e XLS, ele conta com sistema de pré-colisão (que emite um alerta sonoro e visual ao motorista, além de fornecer uma carga extra no sistema de frenagem) e alerta de evasão de faixa, que avisa quando o motorista sai da faixa de rolagem sem ligar as setas.

Toyota Yaris 2023

A motorização não foi alterada, mas adaptada para atender ao Proconve L7.

O Yaris ainda conta, de série em todas as versões, com sete airbags (um de joelho, dois frontais, dois laterais e dois de cortina), controles de tração e estabilidade e assistente de partida em rampa.

Leia Também:  Chips: Crise chega ao luxo e ricos têm de comprar carros usados

Ainda na lista de equipamentos, as opções XS e XLS contam com ar-condicionado automático e digital, chave sensorial para abertura das portas e partida do motor, câmera de ré e a topo de linha conta com espelho retrovisor interno eletrocrômico e teto solar elétrico.

Toyota Yaris hatch 2023

Toyota Yaris hatch 2023.

A motorização recebeu ajustes apenas na questão de emissões de poluentes para poder se enquadrar no Proconve L7, a potência permanece a mesma. Ou seja, os Yaris contam com o antiquado 1.5 aspirado de 110 cavalos e 14,9kgfm de torque, aliado à transmissão automática CVT com sete marchas simuladas e modos Eco e Sport e direção elétrica.

Toyota Yaris Sedan 2023

Toyota Yaris Sedan 2023
Toyota Yaris Sedan 2023

Toyota Yaris Sedan 2023
Toyota Yaris Sedan 2023
Fonte: Diário do Poder
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.