BRASÍLIA

CARROS E MOTOS

GM: Carlos Zarlenga deixa montadora em meio à crise dos chips

Publicados

em

GM: Carlos Zarlenga deixa montadora em meio à crise dos chips

O argentino Carlos Zarlenga deixou o comando da General Motors em meio à crise dos chips, que derrubou a montadora americana no ranking de vendas nacional com a suspensão da produção de Onix e Onix Plus.

A GM não explicou o motivo da saída, dizendo apenas que o executivo foi “buscar outras oportunidades”. No momento, ainda não foi escolhido um novo nome para assumir a presidência da GM South America.

Desde 2019 no comando da filial regional da montadora de Detroit, Zarlenga assumiu quando a GM disputava a liderança de mercado com a Fiat, tendo o Onix como líder absoluto do mercado, enquanto o irmão Onix Plus sagrava-se como sedã mais vendido do país.

Em sua gestão, além das novas gerações do Onix e Prisma (na forma do Onix Plus), Zarlenga ainda lançou (já na pandemia) o Tracker, SUV compacto que realmente saltou em busca dos líderes do segmento, assumindo a ponta no mercado de utilitários esportivos.

Tendo iniciado a eletrificação com a chegada do Bolt, Zarlenga viu também a energia financeira da montadora se esvair em um prejuízo bilionário. Buscando reverter a situação, alertou que se as coisas não mudassem, a GM poderia até sair do país.

Leia Também:  Audi A7 2022: detalhes, versões, motores (e RS 7 Sportback)

Zarlenga, de certa forma, previu a saída de um fabricante americano do mercado brasileiro, o que acabou acontecendo em parte com a Ford, que deixou a produção nacional.

O executivo argentino também fechou fábricas, mas de forma temporária por conta da Covid-19. Ele reiniciou a produção logo no começo da reabertura do país, porém, passados alguns meses e já em 2021, viu a produção parar novamente.

Dessa vez, a crise dos chips fez um estrago maior à GM que a pandemia em 2020, praticamente suspendendo Gravataí por cerca de cinco meses e tirando todos os modelos da Chevrolet do Top 20 do mercado de automóveis. Em julho, a Chevrolet caiu para sétima posição entre as marcas.

Em certo momento, Carlos Zarlenga contou aqui no Brasil apenas com S10 (foto) e Trailblazer em produção. Com a sede parada, deu a ordem para construir a linha da Nova Montana e conseguiu reiniciar a fabricação de Onix e Onix Plus.

Agora, poucos dias antes de São Caetano do Sul retomar a produção, Zarlenga se despede da GM, que agora precisa encontrar mais chips no mercado para voltar com força, contudo, sem tempo para recuperar a posição ainda em 2021.

Leia Também:  Tesla Model 3 completa um milhão de unidades vendidas

[Fonte: UOL]

AUTOMOTIVO

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

CARROS E MOTOS

Toyota apresenta linha 2023 do Yaris ainda em janeiro de 2022

Publicados

em

Por

Toyota apresenta linha 2023 do Yaris ainda em janeiro de 2022. Fotos: Toyota.

Tanto o hatch, quanto o sedã, recebe o primeiro facelift – mesmo que leve – de meio de geração, além de novos itens tecnológicos

Assim como fez com a família Corolla, a Toyota já apresenta a linha 2023 do Yaris ainda na segunda semana de janeiro de 2022. Segundo a marca, a “pressa” se deve ao fato do modelo se alinhar ao Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve) L7 e, por isso, ela resolveu adiantar as versões do ano seguinte.

Com a aposentadoria do Etios, o Yaris assumiu o posto de modelo de entrada da japonesa no Brasil, mesmo que o preço não seja nada de entrada. O hatch parte de R$ 92.190 e o sedã de R$ 96.390. A nova linha chega com visual levemente redesenhado e novos itens tecnológicos, mas sem alterar o defasado motor 1.5 aspirado.

Toyota Yaris Sedan 2023

A dianteira foi levemente redesenhada e a grade ficou ainda maior.

Além das mudanças estéticas da lista de equipamentos, o Yaris 2023 que chega ainda neste mês nas concessionárias da marca, estará mais enxuto. Tanto o hatch quanto o sedã contará apenas com três versões: XL (R$ 92.190 e R$ 96.390), XS (R$ 101.490 e R$ 104.990) e XLS (R$ 112.690 e R$ 116.990).

Leia Também:  Projeção: Novo Honda Civic Type R 2022 em carroceria hatch

Na parte visual, as alterações são bem discretas. Na dianteira, foca mais o para-choque que, mesmo redesenhado, mantém o mesmo estilo mas com uma pegada mais esportiva. Assim como a grade, que está um pouco maior e conversa melhor com os faróis, com luz de circulação diurna e de neblina em LED.

Toyota Yaris 2023

O interior praticamente não foi alterado.

Por dentro, as mudanças foram ainda mais acanhadas, focadas no revestimento dos bancos em cinza nas versões XL e XS. Além disso, todas contam com central multimídia de sete polegadas compatível com Android Auto e Apple CarPlay e a topo de linha, a XLS, ganha um pequeno display no painel de instrumentos.

Em relação a lista de equipamentos, as principais novidades estão nos itens de segurança. Focados nas versões XS e XLS, ele conta com sistema de pré-colisão (que emite um alerta sonoro e visual ao motorista, além de fornecer uma carga extra no sistema de frenagem) e alerta de evasão de faixa, que avisa quando o motorista sai da faixa de rolagem sem ligar as setas.

Toyota Yaris 2023

A motorização não foi alterada, mas adaptada para atender ao Proconve L7.

O Yaris ainda conta, de série em todas as versões, com sete airbags (um de joelho, dois frontais, dois laterais e dois de cortina), controles de tração e estabilidade e assistente de partida em rampa.

Leia Também:  PCD: PL com isenção de IPI até R$ 200 mil é aprovado na Câmara

Ainda na lista de equipamentos, as opções XS e XLS contam com ar-condicionado automático e digital, chave sensorial para abertura das portas e partida do motor, câmera de ré e a topo de linha conta com espelho retrovisor interno eletrocrômico e teto solar elétrico.

Toyota Yaris hatch 2023

Toyota Yaris hatch 2023.

A motorização recebeu ajustes apenas na questão de emissões de poluentes para poder se enquadrar no Proconve L7, a potência permanece a mesma. Ou seja, os Yaris contam com o antiquado 1.5 aspirado de 110 cavalos e 14,9kgfm de torque, aliado à transmissão automática CVT com sete marchas simuladas e modos Eco e Sport e direção elétrica.

Toyota Yaris Sedan 2023

Toyota Yaris Sedan 2023
Toyota Yaris Sedan 2023

Toyota Yaris Sedan 2023
Toyota Yaris Sedan 2023
Fonte: Diário do Poder
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.