Mazda CX-5: SUV médio terá motor seis em linha e tração traseira

Mazda CX-5: SUV médio terá motor seis em linha e tração traseira

Pegue um Honda CR-V ou um Toyota RAV4, se preferir. Adicione um motor de seis cilindros em longitudinal e mais uma transmissão automática enorme, além de cardã e diferencial.

Pronto, se imaginou essa receita, procure algo similar no mercado internacional. Achou? Não? Tem razão, não existe. Mas, logo haverá algo assim e não será pelo preço de um BMW, por exemplo, pelo menos não é a pretensão da japonesa Mazda.

O mais perto que chegamos disso é um BMW X3, mas ele é muito maior e bem mais caro que um Mazda CX-5. Pois é, esse último é o tal carro da receita.

Mazda CX-5: SUV médio terá motor seis em linha e tração traseira

VEJA TAMBÉM:

Diferente de qualquer marca na atualidade, os japas de Hiroshima chutaram as cadeiras e viraram as mesas, bradando: “não! Queremos carros desejáveis!” Bem, se não foi assim, pelo menos dá a entender.

Enquanto até as marcas premium começam a podar seus motores, a Mazda começa a aumentá-los e a próxima geração de seu SUV médio, um rival natural de CR-V e RAV4, terá um seis em linha com tração traseira e opção AWD.

Leia Também:  Great Wall registra jipe Tank 300 e luxuoso Tank 800 no Brasil

A Mazda já avisou que desse porte – o atual tem 4,55 m – para cima, tudo será “RWD” e com seis canecos. Para a marca, esse produto é considerado “grande”, então, imagine o Mazda 6…

Mazda CX-5: SUV médio terá motor seis em linha e tração traseira

Fala-se ainda que o próximo CX-5 poderá ser renomeado como CX-50, o que indicaria um aumento de tamanho, mas se isso ocorrer, tiraria a marca no segmento C superior, o que é improvável.

Ainda que o purismo volte com força em Hiroshima, a eletrificação fará parte do pacote com um sistema MHEV. Se a Mazda preservar o CX-5 em seu porte, o que deve acontecer, ele se tornará único em sua classe, assim como o CX-4 chinês (um pouco maior) quando migrar para a nova plataforma RWD.

Além de Mazda 6, CX-8, CX-9 e possivelmente o CX-4, a Mazda ainda vai colocar a nova plataforma no simpático MX-5 Miata em 2023. Os demais, Mazda 2 e 3, CX-3 e CX-30 (um anti-Compass), ficarão com uma nova base em transversal.

Com o CX-5, a marca japonesa terá um cardápio realmente apetitoso para quem já está cansado de tanto carro elétrico e downsizing…  Ah! Antes de encerrar, haverá um seis em linha diesel…

Leia Também:  Honda Crider 2022 ganha versão híbrida na China com 153 cavalos

[Fonte: Auto Evolution]

AUTOMOTIVO

COMENTE ABAIXO:

Últimas Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Quer receber as notícias em
primeira mão?

TODOS OS DADOS SÃO PROTEGIDOS CONFORME A LEI GERAL DE
PROTEÇÃO DE DADOS (LGPD).

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?