BRASÍLIA

CARROS E MOTOS

Salão de São Paulo cresce e ganha importância no cenário mundial

O Salão do Automóvel de São Paulo deve contar, assim como ano passado, com cerca de 750 mil visitantes  Dia 24 de outubro começa a 27ª edição do Salão do Automóve…

Publicados

em

   Divulgação

O Salão do Automóvel de São Paulo deve contar, assim como ano passado, com cerca de 750 mil visitantes 

Dia 24 de outubro começa a 27ª edição do Salão do Automóvel de São Paulo, a maior exposição automotiva da América Latina. O evento segue até o dia 4 de novembro no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na zona norte de São Paulo. Em entrevista coletiva à imprensa na manhã desta quarta-feira (17), a organização deu detalhes sobre o evento e ressaltou o crescimento de sua visibilidade no setor automotivo mundial. Isso porque já está confirmada a presença de diversos presidentes mundiais das montadoras bem como o aumento do número de expositores: serão 49 marcas, ante as 42 da última edição, e 500 carros expostos (foram 450 em 2010).

Paulo Octávio Pereira de Almeida, vice-presidente executivo da Reed Exhibitions Alcantara Machado, empresa que promove a mostra, diz que a ideia era manter a participação de todas as marcas de automóveis oficialmente representadas no Brasil e ampliar essa gama.

Mas isso não foi possível e o salão, como se sabe, sofre com as baixas de marcas de luxo, como Ferrari, Maserati e Lamborghini. A explicação para a ausência dada por Ricardo Strumz, diretor financeiro da Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva), dá a entender que a decisão foi tomada pelas marcas em função da situação atual do mercado de importados e do desinteresse no Brasil: “Eu concordo que essas marcas tem um apelo muito grande. São ícones esportivos, de design, potência e alta tecnologia, um show a parte. Mas, às vezes, o interesse em expor visa ao fechamento de vendas futuras e as decisões passam a ser puramente financeiras, focadas na relação custo-benefício”, explica. É provável que esse também tenha sido o motivo da desistência da Bentley há apenas uma semana do início do evento.

Ferrari

Ferrari terá apenas um exemplar da 458 Spider no Salão de São Paulo; o modelo pode ser visto no estande da Fiat

Leia Também:  Nissan aumentará produção do Kicks com segundo turno em Resende

Mas Paulo de Almeida acredita que o Salão não perderá com a ausência dos grandes luxuosos. Especialmente porque, no fim das contas, Ferrari e Maserati estarão presentes, mesmo que em menor número, no estande da Fiat. “Do ponto de vista do visitante, a marca está no evento. A pessoa vai ver o carro”, diz.

As estreias do Salão

Mesmo com esse porém, a Reed ressalta a relevância crescente do evento e do Brasil no mercado mundial, dada a crise europeia e a consequente queda nas vendas de automóveis no continente. Para o representante da organizadora, os destaques este ano são outros. “O próprio mercado, com essa presença de 500 modelos, é um destaque. Além disso, é a primeira vez que a Lexus estará presente, a marca RAM e quatro novas chinesas também chegam. Também tem as surpresas de cada marca, mas essas são guardados a oito chaves”, conta.

 Fabio Aro

Em um Salão com poucos luxuosos, o Hyundai HB20 promete ser um dos mais procurados pelo público

De acordo com a Reed, o crescimento em relação à última edição (2010) tanto em tamanho como em atenção ao evento sinalizam sua importância no cenário automotivo. “Os números são pujantes, temos um salão vivo e crescendo. São Paulo está dentro do top 5 de salões do mundo, assim como o Brasil no mercado”, comenta Almeida.

Leia Também:  Novo Sentra e-Power pode ser híbrido mexicano e chegar ao Brasil

O salão abre as portas pra o público a partir das 14 horas do dia 24. Os dias 22 e 23 de outubro serão dedicados somente para os veículos de comunicação. A cerimônia de abertura será no dia 24, à partir do meio-dia, no Auditório Elis Regina, com presenças (ainda não confirmadas) de autoridades do governo como a presidenta Dilma Rousseff, o governador do estado, Geraldo Alckmin e o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

COMENTE ABAIXO:

CARROS E MOTOS

Chevrolet S10 Z71 tem visual aventureiro e parte de R$ 260.490

Publicados

em

Por

Chevrolet S10 Z71 tem visual aventureiro e parte de R$ 260.490

Como já anunciado, a GM terá quatro lançamentos em 2021 e um deles é a Chevrolet S10 Z71, que chega ao mercado com preço sugerido de R$ 260.490, posicionando-se entre as versões LT e LTZ, trazendo um visual focado na aventura para realçar a gama de versões da picape média, feita em São José dos Campos.

Hermann Mahnke, diretor-executivo de Marketing GM América do Sul, diz: “A S10 Z71 chega num momento em que as pessoas estão descobrindo formas diferentes de trabalhar e de se divertir. Cresce o interesse por viagens de automóveis, por esportes de aventura e pelo maior contato com a natureza. E para explorar este universo off-road, nada melhor que uma picape robusta e confortável, que já provou superar os mais complexos desafios do agronegócio”.

Chevrolet S10 Z71 tem visual aventureiro e parte de R$ 260.490

Com mais de 20 itens de personalização, a Chevrolet S10 Z71 vem com grade preta, detalhes em preto brilhante e logotipo Z71 na frente, que tem ainda o skid plate na mesma tonalidade. Os faróis possuem assinatura em LED e as rodas de liga leve aro 18 polegadas são escurecidas.

Leia Também:  Citroën C4 Aircross cancelado e C5 Aircross trocado por elétrico

Nas laterais, as portas possuem faixa decorativa alusiva à proposta, bem como estribos personalizados e exclusivos da Z71, santantônio maior e igualmente próprio dessa versão da S10, que ainda reforça a imagem com o logotipo nas laterais da caçamba.

Chevrolet S10 Z71 tem visual aventureiro e parte de R$ 260.490

Com logotipo do black bow tie, a S10 Z71 tem ainda para-choque traseiro preto, bem como faixa decorativa na tampa da caçamba, que traz também capota marítima. Outro detalhe da picape da Chevrolet é o escape com ponteira dupla. Os pneus são mais espessos e focados em todo-terreno, para maior resistência.

Equipada com motor diesel Duramax 2.8 CDTI com 200 cavalos e 51 kgfm, a S10 Z71 tem transmissão automática de seis marchas e tração 4×4 com reduzida, além de bancos em couro, multimídia MyLink com Android Auto e Apple Car Play, seis airbags, entre outros. A picape vai de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos e tem consumo de 8,3 km/l na cidade e de 10,6 km/l na estrada.

Chevrolet S10 Z71 2022 – Galeria de fotos

AUTOMOTIVO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.