Tcheca Tatra mostra os caminhões que serão produzidos no Paraná

Tcheca Tatra mostra os caminhões que serão produzidos no Paraná

A fabricante tcheca de caminhões Tatra, apresentou em Ponta Grossa-PE, dois modelos que serão produzidos e comercializados no Brasil.

Sempre ligados ao fora de estrada, os produtos da marca são reconhecidos pela robustez e confiabilidade, especialmente no Leste Europeu.

Com produção a partir de setembro, a fábrica da Tatrabras, nome da filial brasileira, os modelos possuem tração 6×6 e possuem motorização Euro 5 e 6.

Tcheca Tatra mostra os caminhões que serão produzidos no Paraná

Os veículos serão construídos em uma fábrica que receberá R$ 102,7 milhões em investimentos e deverá gerar 300 empregos diretos até 2026.

Depois de três anos de negociações, o governo paranaense comemora, enaltecendo o parque automotivo local, onde se concentram montadoras como Volkswagen, Volvo, Renault, DAF, New Holland e Caterpillar.

Em seu primeiro ano, usando o sistema CKD, a Tatrabras pretende produzir 100 veículos, aumentando o volume para algo entre 800 e 1.000 caminhões ao ano de forma regular.

Leia Também:  Honda ZR-V parece estiloso em novo teaser na Indonésia

Tcheca Tatra mostra os caminhões que serão produzidos no Paraná

Focada nos segmentos de mineração, sucroalcooleiro e florestal, a Tatrabras atuará também no mercado militar e de defesa, agregando ainda outro modelo de caminhão, este com tração 8×8 para atender essas atividades.

Segundo a empresa, existe uma demanda grande por caminhões com capacidade off-road no Brasil, onde o agronegócio impulsiona uma economia de bilhões de dólares anualmente.

Dessa forma, os caminhões precisam ser duplamente resistentes para operar em situações extremas no campo, em regiões inóspitas e em terrenos adversos.

V8 traseiro refrigerado a ar!

Tcheca Tatra mostra os caminhões que serão produzidos no Paraná

Nascida há 170 anos no Império Austro-húngaro, a Tatra ficou conhecida não só por seus caminhões, mas também por automóveis, inclusive pela questão envolvendo a origem do projeto de um dos carros mais populares da história, o Volkswagen Fusca.

O Tatra 603 foi um exótico sedã quatro portas, que evoluiu para o modelo 613 (foto acima), que tinha como característica principal o uso de um V8 3.5 DOHC refrigerado a ar e montado na traseira, que entregava 168 cavalos no carburador e 200 cavalos com injeção eletrônica.

Leia Também:  INSS muda regras para liberar benefícios; confira as alterações

Foi sucedido pelo 700, que morreu em 1999. O Tatra 700 GT tinha um V8 4.4 aspirado e refrigerado a ar com 400 cavalos, que o impelia até 250 km/h, acelerando de 0 a 100 km/h em 5 segundos! Pode-se dizer que foi o carro seriado mais rápido do Leste Europeu e, talvez, ainda seja…

[Fonte: Caminhões e Carretas/Fotos: Jose Fernando Ogura/Aen]

AUTOMOTIVO

COMENTE ABAIXO:

Últimas Notícias

Quer receber as notícias em
primeira mão?

TODOS OS DADOS SÃO PROTEGIDOS CONFORME A LEI GERAL DE
PROTEÇÃO DE DADOS (LGPD).

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?