BRASÍLIA

CARROS E MOTOS

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

Publicados

em

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

Já faz tempo que R$ 40 mil era suficiente para comprar um carro novo. Contudo, esse montante ainda é um bom dinheiro para a maioria das pessoas e colocá-lo em um automóvel requer uma decisão bem pensada.

Nesta lista Top 10, colocamos alguns SUVs que entram numa faixa de preço entre R$ 30 mil e R$ 40 mil, nivelados com a tabela Fipe. Infelizmente, nem todos possuem manutenção barata, mas para quem tem uma reserva extra, pode ser bom.

Outro ponto importante é que, se vai gastar nessa faixa para ter um SUV na garagem, então, é melhor que seja um carro realmente bom, completo e com desempenho condizente. Sem reserva, é melhor então comprar um carro popular.

Mas, no caso de SUVs, alguns dos modelos abaixo são oportunidades boas e merecem atenção. Assim, confira abaixo os 10 SUVs até R$ 40 mil disponíveis no mercado nacional:

VEJA TAMBÉM:

Veja também: SUVs até 50.000, SUVs até 60.000 e SUVs até 70.000.

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

Os carros da Subaru, em especial o Forester, demoram a envelhecer e o SUV da marca japonesa é uma opção desejável para muita gente. Com desenho fluído, é um carro robusto e confiável, que ajuda a manter a reputação da marca.

Com 4,56 m de comprimento e 2,61 m de entre eixos, o Forester LX 2.0 vem com o boxer 2.0 de 150 cavalos e 20 kgfm, usando ainda câmbio automático de quatro marchas e tração nas quatro rodas. Ele vai de 0 a 100 km/h em 12,7 segundos.

Pesando 1.495 kg, ele consegue fazer 14,4 km/l na estrada e 8,9 km/l na cidade. Sua suspensão é independente nas quatro rodas e traz rodas aro 17, barras no teto e faróis de neblina. Dentro, o acabamento é em couro, que era opcional.

Aliás, algumas unidades podem vir com teto solar elétrico, banco do motorista com ajuste de altura, faróis de xénon, airbags laterais e de cortina, além de volante multifuncional. Tem 450 litros no porta-malas.

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

O Peugeot 3008 é um modelo interessante, ainda que alguns torçam o nariz (e com razão) para a marca. Com bom espaço interno, ele mescla minivan e crossover, tendo bancos em tecido de qualidade, compartimentos ocultos e bagageiro bom.

Com 4,36 m de comprimento e 2,61 m de entre eixos, o 3008 é um carro de rodar macio e de boa dirigibilidade, tendo direção eletro-hidráulica e motor 1.6 THP com 165 cavalos e 24,5 kgfm, com câmbio automático de seis marchas.

Ele é mais que suficiente para as pretensões do 3008, que vai de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e tem máxima de 202 km/h. Tendo coeficiente de 0,29, ele faz 8,8 km/l na cidade e 11,1 km/l na estrada, somente com gasolina.

Recheado, tem inclusive HUD, além de sistema de som com CD player, USB e Bluetooth, piloto automático com limitador, porta-objetos refrigerado, controles de tração e estabilidade, tampa do bagageiro bipartida, entre outros.

O Peugeot 3008 tem 432 litros no porta-malas e banco traseiro bipartido para ampliar a capacidade de levar malas. No teto há também barras para sustentar um rack ou maleiro fechado, por exemplo.

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

O Tucson dispensa comentários. O SUV da Hyundai é uma opção obrigatória não só nessa lista Top 10, mas nas outras duas até R$ 60 mil. Ainda que pareça antiquado, o que realmente ele é, tem uma boa proposta de robustez e conforto.

Com 4,32 m de comprimento e 2,64 m de entre eixos, o Tucson tem 528 litros no bagageiro, que pode ser acessado pela vigia basculante, sendo uma boa para lugares apertados.  Tendo espaço interno mediano, cumpre seu papel.

Bancos em couro, com reclinação inclusive atrás, apoios de braço, porta-copos e garrafas, permitem que a família viaje com conforto, garantido por sua suspensão elevada e com multilink atrás, calçada por rodas aro 16 polegadas.

Ar condicionado automático, airbag duplo, freios com ABS, teto solar elétrico, bancos em couro, CD player, piloto automático, trio elétrico, faróis de neblina, etc. Tem motor 2.0 de 142 cavalos e 18,8 kgfm, fazendo 8,5/10 km/l, rua/pista.

Leia Também:  Antes do fim, um aumento de preços para o Honda Civic

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

Em comparação com a geração seguinte, ele é um patinho feio. Ainda assim, o Kia Sportage 2010 é uma opção a considerar com a mesma base e motor do Tucson, tendo assim o 2.0 de 142 cavalos e 18,8 kgfm.

O câmbio automático tem quatro marchas e a tração é dianteira, mas tem multilink. Ele tem 4,35 m de comprimento e 2,63 m de base, oferecendo bom espaço interno e porta-malas com 667 litros até o teto.

Chama atenção por tem bom arranjo interno, com ar condicionado, direção hidráulica, sistema de som com CD player, bancos em couro, piloto automático, banco do motorista com ajuste em altura, trio elétrico, faróis de neblina, etc.

Ele tem rodas de liga leve aro 16 polegadas, tendo assim um rodar macio e agradável. Com 58 litros no tanque, faz 8,8 km/l na cidade e 10,2 km/l na estrada, indo ainda de 0 a 100 km/h em 14,5 segundos com final de 177 km/h.

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

O Suzuki SX4 é um carro muito interessante e pouco lembrado por quem procura um carro com tração nas quatro rodas. Com 4,13 m de comprimento, 1,73 m de largura, 1,585 m de altura e 2,50 m de entre eixos, tem 270 litros no bagageiro.

Tendo 270 litros no porta-malas, ele tem espaço interno bom e um pacote de equipamentos, que inclui ar condicionado, direção elétrica, trio elétrico, bancos personalizados em tecido, sistema de som integrado com CD player e MP3, etc.

O SX4 pode ter ainda teto solar elétrico, banco do motorista com ajuste elétrico, airbags laterais e de cortina, bancos em couro e faróis de xenônio. Tem ainda cintos completos e Isofix para cadeiras infantis.

Seu motor é um 2.0 de 145 cavalos e 18,7 kgfm, tendo ainda transmissão automática de quatro marchas e sistema de tração nas quatro rodas permanente, com bloqueio do diferencial. Ainda assim, tem eixo de torção no eixo traseiro.

O Suzuki SX4 vai de 0 a 100 km/h em 12 segundos e tem máxima de 170 km/h. Na cidade, o consumo é de 7 km/l e na estrada faz 9,8 km/l. Com grande área envidraçada, é uma opção boa para quem tem pouco espaço na garagem.

6) Kia Soul EX 1.6 AT 2011

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

O Kia Soul é outra opção que pode ser explorada nessa faixa de preço, tendo diversos atributos, que o tornam atraente. Com design descolado, o compacto chama atenção pelos faróis e lanternas grandes, assim como colunas C largas.

Com teto e colunas A retas, o Soul tem um bom espaço interno em seus 4,12 m de comprimento, 1,78 m de largura, 1,61 m de altura e 2,55 m de entre eixos, tendo 340 litros no bagageiro e mais 48 litros no tanque de combustível.

Equipado com motor Gamma 1.6 Flex de 122 cavalos na gasolina e 128 cavalos no etanol, o Soul tem câmbio automático de quatro marchas, indo de 0 a 100 km/h em 12 segundos e com máxima de 162 km/h.

O consumo é de 6,4/7,5 km/l no álcool e 9,5/11,3 km/l na gasolina, respectivamente cidade/estrada. Tem ar condicionado, direção elétrica, trio elétrico, piloto automático, CD player e MP3, bancos personalizados, ABS, airbag duplo, entre outros.

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

A Captiva é um SUV médio importado do México e na variante Sport, uma vez que existiu a asiática, maior. Com suspensão multilink e motores grandes, tem nesse seu menor: 2.4 Ecotec com 171 cavalos e 22,2 kgfm.

O câmbio automático tem quatro marchas e a tração é dianteira. Entre os itens oferecidos, ar condicionado, direção elétrica, rodas aro 17, bancos em couro, banco do motorista com ajuste elétrico, controle de cruzeiro, entre outros.

Tem ainda amplo espaço interno, banco traseiro bipartido com ajuste de encosto, Isofix, cintos completos, controles de tração e estabilidade, assistente de rampa, seis airbags, entre outros. O bagageiro tem 383 litros na medição da GM.

Com seu conjunto mecânico, a Captiva 2.4 vai de 0 a 100 km/h em 11,3 segundos e tem máxima de 180 km/h. O consumo é de 7,2 km/l na cidade e 9,7 km/l na estrada. O tanque de 72 litros permite alcançar quase 700 km.

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

Com visual fluido e limpo, o Hyundai Santa Fé era e ainda é uma opção acima do Tucson, dentro de um carro de 4,67 m de comprimento, 1,890 m de largura, 1,795 m de altura e 2,700 m de entre eixos, entregando 440 litros no bagageiro.

Leia Também:  Great Wall começará com híbridos e elétricos no Brasil

Tendo versões de cinco ou sete lugares, o Santa Fé pesa 1.800 kg e para mover isso, naquela época só um V6 2.7 Mu com 200 cavalos e 25,3 kgfm. O câmbio automático tinha quatro marchas e a tração era integral sob demanda.

Por fora, faróis de neblina, rodas aro 18, teto solar elétrico e barras no teto. Por dentro, acabamento em couro e imitação de madeira, tendo volante em couro com piloto automático e direção hidráulica. O ar condicionado era dual zone.

Ele trazia ainda sistema de som com alto-falantes e tweeters integrados, além de CD player, MP3 e USB. O banco do motorista tem ajustes elétricos, enquanto há saídas de ar condicionado para as fileiras de trás. Ele tinha seis airbags.

Com o Mu 2.7, o Hyundai Santa Fé vai de 0 a 100 km/h em 9 segundos e com máxima de 198 km/h, fazendo 7 km/l na cidade e 8 km/l, um consumo muito alto para sua proposta, realmente.

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

Com 4,88 m de comprimento e 2,89 m de entre eixos, o Dodge Journey é o maior SUV da lista e um dos carros mais pesados, tendo 1.940 kg e com configuração de cinco assentos com porta-malas de 580 litros.

Na versão SE, que é a de acesso, tem somente ar condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, faróis de neblina, rodas de liga leve aro 17 polegadas, seis airbags, controles de tração e estabilidade, assistente de rampa e freios ABS com EDB.

Equipado com motor 2.7 V6 de 185 cavalos e 26,1 kgfm, bem como transmissão automática de seis marchas, tendo tração dianteira. Com suspensão multilink, o SUV tem um bom comportamento, oferecendo conforto em viagem e no dia a dia.

Fabricado no México, o Dodge Journey tem bom espaço interno com a segunda fileira ajustada em longitudinal e nos encostos. O modelo tem ainda muitos porta-copos e objetos, ampliando a comodidade a bordo e em viagens.

O Journey vai de 0 a 100 km/h em 10,8 segundos e 182 km/h como final, fazendo 6,6 km/l na cidade e 9,5 km/l na estrada. Esse modelo durou mais de 10 anos no mercado e a Stellantis deve garantir o fornecimento de peças.

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

O Ford EcoSport em sua versão topo de linha ainda é da geração anterior, com formato quadradão e derivado do antigo Fiesta. O modelo tem suspensão elevada com eixo de torção atrás e McPherson na frente.

Equipado com motor Duratec 2.0 com 141 cavalos na gasolina e 145 cavalos no álcool, tendo ainda 19,1 kgfm no primeiro e 19,4 kgfm no segundo, tendo ainda transmissão automática de quatro marchas.

Com tração dianteira, o EcoSport vem com rodas aro 15 polegadas, faróis de neblina, faróis duplos, estepe externo, direção hidráulica, ar condicionado, rádio Connect com CD player e MP3, fonte 12V, airbag duplo, freios ABS com EDB, etc.

Tendo espaço interno mediano, o EcoSport tem 4,22 m de comprimento, 1,73 m de largura, 1,67 m de altura e 2,49 m de entre eixos, além de 296 litros no porta-malas e tampa de abertura lateral. O tanque tem 54 litros.

Pesando mais de 1,2 tonelada, o Ford EcoSport vai de 0 a 100 km/h em 12,9 segundos e 180 km/h, fazendo 5,1 km/l na cidade e 6,2 km/l na estrada, ambos com etanol. Na gasolina, 7,6 km/l na cidade e 9,7 km/l na estrada.

Top 10: SUVs até R$ 40 mil

Este SUV tem ofertas também e pode ser encontrado com preços bons, sendo compacto com 4,03 m e com entre eixos de 2,45 m, utilizando motor 2.0 Flex com 131/133 cavalos e 18/19 kgfm, respectivamente gasolina/etanol.

Automático de 4 marchas, tem tração nas quatro rodas, indo de 0 a 100 km/h em 15 segundos e com máxima de 165 km/h. O consumo é de 4,5/6 km/l no álcool e 7,2/8,9 km/l na gasolina.

Com ar condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, CD player, bancos em couro, airbag duplo, ABS, entre outros. O Pajero TR4 tem ainda grandde área envidraçada e bagageiro com 312 litros. O estepe é externo.

AUTOMOTIVO

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

CARROS E MOTOS

Toyota apresenta linha 2023 do Yaris ainda em janeiro de 2022

Publicados

em

Por

Toyota apresenta linha 2023 do Yaris ainda em janeiro de 2022. Fotos: Toyota.

Tanto o hatch, quanto o sedã, recebe o primeiro facelift – mesmo que leve – de meio de geração, além de novos itens tecnológicos

Assim como fez com a família Corolla, a Toyota já apresenta a linha 2023 do Yaris ainda na segunda semana de janeiro de 2022. Segundo a marca, a “pressa” se deve ao fato do modelo se alinhar ao Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve) L7 e, por isso, ela resolveu adiantar as versões do ano seguinte.

Com a aposentadoria do Etios, o Yaris assumiu o posto de modelo de entrada da japonesa no Brasil, mesmo que o preço não seja nada de entrada. O hatch parte de R$ 92.190 e o sedã de R$ 96.390. A nova linha chega com visual levemente redesenhado e novos itens tecnológicos, mas sem alterar o defasado motor 1.5 aspirado.

Toyota Yaris Sedan 2023

A dianteira foi levemente redesenhada e a grade ficou ainda maior.

Além das mudanças estéticas da lista de equipamentos, o Yaris 2023 que chega ainda neste mês nas concessionárias da marca, estará mais enxuto. Tanto o hatch quanto o sedã contará apenas com três versões: XL (R$ 92.190 e R$ 96.390), XS (R$ 101.490 e R$ 104.990) e XLS (R$ 112.690 e R$ 116.990).

Leia Também:  Em breve no Brasil, Toyota Hilux GR Sport debuta na Tailândia

Na parte visual, as alterações são bem discretas. Na dianteira, foca mais o para-choque que, mesmo redesenhado, mantém o mesmo estilo mas com uma pegada mais esportiva. Assim como a grade, que está um pouco maior e conversa melhor com os faróis, com luz de circulação diurna e de neblina em LED.

Toyota Yaris 2023

O interior praticamente não foi alterado.

Por dentro, as mudanças foram ainda mais acanhadas, focadas no revestimento dos bancos em cinza nas versões XL e XS. Além disso, todas contam com central multimídia de sete polegadas compatível com Android Auto e Apple CarPlay e a topo de linha, a XLS, ganha um pequeno display no painel de instrumentos.

Em relação a lista de equipamentos, as principais novidades estão nos itens de segurança. Focados nas versões XS e XLS, ele conta com sistema de pré-colisão (que emite um alerta sonoro e visual ao motorista, além de fornecer uma carga extra no sistema de frenagem) e alerta de evasão de faixa, que avisa quando o motorista sai da faixa de rolagem sem ligar as setas.

Toyota Yaris 2023

A motorização não foi alterada, mas adaptada para atender ao Proconve L7.

O Yaris ainda conta, de série em todas as versões, com sete airbags (um de joelho, dois frontais, dois laterais e dois de cortina), controles de tração e estabilidade e assistente de partida em rampa.

Leia Também:  Renault Captur 2022 com motor 1.3 Turbo chega dia 7 de julho

Ainda na lista de equipamentos, as opções XS e XLS contam com ar-condicionado automático e digital, chave sensorial para abertura das portas e partida do motor, câmera de ré e a topo de linha conta com espelho retrovisor interno eletrocrômico e teto solar elétrico.

Toyota Yaris hatch 2023

Toyota Yaris hatch 2023.

A motorização recebeu ajustes apenas na questão de emissões de poluentes para poder se enquadrar no Proconve L7, a potência permanece a mesma. Ou seja, os Yaris contam com o antiquado 1.5 aspirado de 110 cavalos e 14,9kgfm de torque, aliado à transmissão automática CVT com sete marchas simuladas e modos Eco e Sport e direção elétrica.

Toyota Yaris Sedan 2023

Toyota Yaris Sedan 2023
Toyota Yaris Sedan 2023

Toyota Yaris Sedan 2023
Toyota Yaris Sedan 2023
Fonte: Diário do Poder
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.