BRASÍLIA

DISTRITO FEDERAL II

Administração do Plano Piloto e Detran/DF se reúnem para alinhar demandas da RA-PP

A Administradora Regional do Plano Piloto, Ilka Teodoro, se reuniu na tarde desta quarta-feira, 9/6, com o Diretor-Geral do Detran, Zélio Maia, e com o Diretor-Geral Adjunto, Gustavo Amaral para alinhar as demandas da população do Plano Piloto.

Melhoria do fluxo de trânsito na W9 do Noroeste, regularização de quebra-molas em vários pontos da cidade, sinalizações horizontais de estacionamentos das quadras do Plano Piloto e questões referentes às faixas de pedestre como instalação, limpeza e iluminação foram algumas demandas tratadas na reunião.

Para a solução do fluxo de veículos na W9 do Noroeste está sendo analisada a implementação de sinalização semafórica na região, atendendo grande parte das reclamações de quem transita pelo local. Sobre quebra-molas e faixas de pedestres, o Diretor-Geral do Detran, Zélio Maia, informou que será lançado em breve um projeto de pequenas obras que abrangerá essas duas questões que envolvem engenharia de trânsito.

Sobre as sinalizações horizontais nos estacionamentos das quadras do Plano Piloto, o Diretor-Geral Adjunto, Gustavo Amaral, esclareceu que apesar de serem de manutenção responsável pelo Detran, a comunidade pode sim revitalizar, desde que dentro do padrão normativo. Basta entrar em contato com o Detran para mais informações e orientações.

Leia Também:  AGACIEL MAIA: COEF aprova projeto Lei que aumenta, dentro do Programa Nota Legal, o crédito pago aos participantes do programa

O Detran informou ainda que neste ano haverá lavagem de todas as faixas de pedestres e que o projeto de iluminação especial para as faixas está na CEB para elaboração orçamentária. Zélio Maia declarou que após o encaminhamento do orçamento, a iluminação sairá do papel.

Para a Administradora Ilka Teodoro a reunião foi muito importante para viabilizar soluções para as questões solicitadas pela população do Plano Piloto. “A reunião com o Detran foi uma excelente oportunidade para alinhar as demandas. O Dr. Zélio Maia tem uma incrível objetividade e já saímos da reunião com soluções viáveis para as questões levadas pela Administração Regional”, disse.

Texto: Gabriel Ferraz sob supervisão de Ramíla Moura/ASCOM/RA-PP
Fotos: Xocolate Magalhães/ ASCOM/RA-PP

COMENTE ABAIXO:

DISTRITO FEDERAL II

Detran-DF lança o emplacamento totalmente digital

Publicados

em

Por

O Primeiro Emplacamento Inteligente – PEI de veículos zero km acontece diretamente na concessionária, sem a interferência de terceiros

(Brasília, 17/6/2021) O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) lança mais uma inovação para facilitar o dia a dia do cidadão. A novidade é para quem adquirir veículo zero km: o Primeiro Emplacamento Inteligente – PEI, e foi publicada nesta quinta-feira (17), no Diário Oficial do DF, por meio da Instrução nº 350, de 16 de junho de 2021.

Seguindo a evolução tecnológica implementada pelo Detran Digital, o PEI consiste no registro simplificado e imediato, no sistema do Departamento, de veículos novos adquiridos junto a concessionárias no âmbito do Distrito Federal.

De acordo com o diretor-geral do Detran-DF, Zélio Maia, as inovações tecnológicas implementadas têm promovido agilidade e desburocratização na relação entre a Autarquia, cidadãos, empresas e outras entidades.

No caso do PEI, a concessionária participante irá informar ao Detran, via sistema, os dados pessoais do comprador, o chassi do veículo e informações do contrato de financiamento, se houver.

Automaticamente, serão gerados o número da placa do veículo e o Certificado de Registro e Licenciamento Eletrônico – CRLV-e.

“A partir de agora, quem compra carro zero, por exemplo, já sai da loja com o veículo registrado, com o CRLV-e disponível no aplicativo Detran Digital e com o número da placa. E o principal: sem a intervenção de terceiros e sem custos a mais para o consumidor”, destaca o diretor.

Custos

Segundo o diretor-geral, as concessionárias deverão recolher somente as taxas de serviços relacionadas ao registro de veículo zero Km, à consulta à base de dados nacional e à autorização de estampagem da placa.

Como aderir ao PEI

As concessionárias interessadas em oferecer a facilidade do emplacamento digital aos seus clientes devem ser legalmente constituídas e registradas no âmbito do Distrito Federal. Para fazer a adesão ao PEI, é necessário apresentar a documentação exigida na Instrução nº 350, conforme a relação abaixo, nas unidades do Detran que possuem o serviço do protocolo:

I – Termo de Adesão ao Programa 1º Emplacamento Inteligente – PEI, na forma do Anexo I, assinado pelo representante legal da empresa, mediante

reconhecimento de firma ou assinatura eletrônica.

II – contrato social da entidade registrado na Junta Comercial do Distrito Federal;

III – cartão do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica – CNPJ;

IV – alvará de funcionamento com data de validade em vigor;

V – identidade e/ou documento equivalente do responsável pela empresa; e

VI – prova de regularidade fiscal, trabalhista e previdenciária, mediante respectiva certidão com data de validade em vigor;

A empresa que atender aos requisitos será considerada apta e terá direito a até duas autorizações de acesso ao sistema informatizado do Detran, válidas por 12 meses, podendo ser renovadas, desde que comprovadas as exigências definidas acima.

O planejamento é que, em breve, as transações digitais estejam disponíveis também na relação de transferência de veículos usados entre pessoas físicas.

Detran-DF

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Moradores de Santa Maria recebem 1.078 escrituras
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA