BRASÍLIA

DISTRITO FEDERAL II

Podas, limpeza e obras no Sudoeste

O parquinho da Quadra SQSW 104 do Sudoeste está ganhando pintura nova. Os trabalhos devem ser finalizados até o fim da semana. Quatro reeducandos da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso do Distrito Federal (Funap), órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), fazem o serviço.

Moradores da quadra SQSW 303 também vão ganhar calçada nova graças a uma parceria entre a comunidade e a administração regional. A ação, que também teve início nesta semana, conta com apoio do programa GDF Presente. São 160 metros de trecho que irão dar mais comodidade e mobilidade aos pedestres. A administração vai entrar com a mão de obra e a comunidade com os materiais como areia, brita, cimento e ripa.

Foto: Divulgação/GDF Presente
A pintura do parquinho da SQSW 104 do Sudoeste deve terminar nesta semana. Quatro reeducandos da Funap, órgão vinculado à Sejus, fazem o serviço | Foto: Divulgação/GDF Presente

Síndica de um dos prédios da 303, Adriana Catante diz que o serviço vai melhorar a vida de quem anda pela região. “Essa parceria foi tudo. Era um benefício que a gente buscava há anos e que só agora saiu do papel, foi efetivada”, agradece. “Inclusive vai trazer mais conforto para os cadeirantes que moram na quadra”, reforça.

Pelo menos oito projetos foram feitos com parceira entre governo e comunidade, como a recuperação de quatro escadas nas quadras 102, 103 e 302, além da praça da QRSW 1. Com apoio de motociclistas, um local de encontro no Setor de Oficinas será reformado

Para a administradora Tereza Lamb, essa colaboração comunitária é boa para os dois lados. “Funciona pelo retorno rápido que a gente dá para a sociedade”, explica. “Toda vez que recebemos uma reclamação dos moradores, deixo claro que muitas vezes não podemos atender de imediato. Nesse modelo tem funcionado, todos ficam satisfeitos”, conta.

Leia Também:  “Inteligência não é bisbilhotar ninguém”, diz general Augusto Heleno

Pelo menos oito projetos foram realizados na cidade com essa proposta de parceria entre o público e o privado. Entre eles, a recuperação de quatro escadas em três quadras diferentes da região administrativa, por exemplo, localizadas na 102, 103 e 302, além da praça da QRSW 1, recentemente encampada no projeto Adote uma Praça. Com a ajuda de motociclistas da cidade, um local de encontro no Setor de Oficinas também será reformado. Tudo com o suporte operacional do GDF Presente.

“Começamos a limpeza esta semana com ajuda do GDF Presente, que são grandes colaboradores das nossas ações na cidade”, agradece, Tereza Lamb. “Graças ao apoio do GDF Presente, muitas ações das administrações podem ser atendidas com agilidade”, observa o coordenador do Polo Central, Luciano Almeida.

Limpeza urbana

Outra ação em andamento no Sudoeste que começou após o feriadão de Corpus Christi é a limpeza em várias partes da região. Dez homens do polo central do GDF Presente, com apoio de mão de obra da administração regional, fizeram os trabalhos de retiradas de galhos e folhas de árvores, além de inservíveis – móveis ou materiais domésticos descartados por moradores. Os trabalhos serão realizados ao longo da semana.

Leia Também:  Pacote de desburocratização e privatizações estão na pauta do GDF

“Os trabalhos de limpeza de lixo verde são feitos frequentemente nas RAs, devido a esse feriado prolongado, a cidade ficou bastante suja, então vamos estender os serviços até esta sexta-feira (11)”, detalha Luciano Almeida.

Galeria de Fotos

Podas, limpeza e obras no Sudoeste

Agência Brasília

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

DISTRITO FEDERAL II

Detran-DF lança o emplacamento totalmente digital

Publicados

em

Por

O Primeiro Emplacamento Inteligente – PEI de veículos zero km acontece diretamente na concessionária, sem a interferência de terceiros

(Brasília, 17/6/2021) O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) lança mais uma inovação para facilitar o dia a dia do cidadão. A novidade é para quem adquirir veículo zero km: o Primeiro Emplacamento Inteligente – PEI, e foi publicada nesta quinta-feira (17), no Diário Oficial do DF, por meio da Instrução nº 350, de 16 de junho de 2021.

Seguindo a evolução tecnológica implementada pelo Detran Digital, o PEI consiste no registro simplificado e imediato, no sistema do Departamento, de veículos novos adquiridos junto a concessionárias no âmbito do Distrito Federal.

De acordo com o diretor-geral do Detran-DF, Zélio Maia, as inovações tecnológicas implementadas têm promovido agilidade e desburocratização na relação entre a Autarquia, cidadãos, empresas e outras entidades.

No caso do PEI, a concessionária participante irá informar ao Detran, via sistema, os dados pessoais do comprador, o chassi do veículo e informações do contrato de financiamento, se houver.

Automaticamente, serão gerados o número da placa do veículo e o Certificado de Registro e Licenciamento Eletrônico – CRLV-e.

“A partir de agora, quem compra carro zero, por exemplo, já sai da loja com o veículo registrado, com o CRLV-e disponível no aplicativo Detran Digital e com o número da placa. E o principal: sem a intervenção de terceiros e sem custos a mais para o consumidor”, destaca o diretor.

Custos

Segundo o diretor-geral, as concessionárias deverão recolher somente as taxas de serviços relacionadas ao registro de veículo zero Km, à consulta à base de dados nacional e à autorização de estampagem da placa.

Como aderir ao PEI

As concessionárias interessadas em oferecer a facilidade do emplacamento digital aos seus clientes devem ser legalmente constituídas e registradas no âmbito do Distrito Federal. Para fazer a adesão ao PEI, é necessário apresentar a documentação exigida na Instrução nº 350, conforme a relação abaixo, nas unidades do Detran que possuem o serviço do protocolo:

I – Termo de Adesão ao Programa 1º Emplacamento Inteligente – PEI, na forma do Anexo I, assinado pelo representante legal da empresa, mediante

reconhecimento de firma ou assinatura eletrônica.

II – contrato social da entidade registrado na Junta Comercial do Distrito Federal;

III – cartão do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica – CNPJ;

IV – alvará de funcionamento com data de validade em vigor;

V – identidade e/ou documento equivalente do responsável pela empresa; e

VI – prova de regularidade fiscal, trabalhista e previdenciária, mediante respectiva certidão com data de validade em vigor;

A empresa que atender aos requisitos será considerada apta e terá direito a até duas autorizações de acesso ao sistema informatizado do Detran, válidas por 12 meses, podendo ser renovadas, desde que comprovadas as exigências definidas acima.

O planejamento é que, em breve, as transações digitais estejam disponíveis também na relação de transferência de veículos usados entre pessoas físicas.

Detran-DF

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Permanência dos estados na reforma da Previdência é tema de debate nesta terça (11)
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA