BRASÍLIA

DISTRITO FEDERAL I

Botijão de gás explode e deixa quatro feridos em Ceilândia, no DF

Vítimas sofreram queimaduras de primeiro e segundo graus e precisaram ser levadas ao hospital. Acidente aconteceu na noite desta quarta-feira (12), quando moradores tentavam conter vazamento.

Botijão de gás explode em Ceilândia, no DF, e deixa quatro feridos — Foto: CBMDF/Divulgação

Botijão de gás explode em Ceilândia, no DF, e deixa quatro feridos — Foto: CBMDF/Divulgação

Quatro pessoas ficaram feridas após um botijão de gás explodir dentro de uma casa em Ceilândia, no Distrito Federal. O acidente aconteceu por volta das 20h30 desta quarta-feira (12), depois que os moradores colocaram o garrafão dentro da água para conter um vazamento.

De acordo com os militares, o botijão de gás começou a vazar ainda dentro da quitinete. Os moradores, então, perceberam o problema e levaram o item para a rua.

Em seguida, ao pensar que o problema estava resolvido, eles levaram o botijão novamente para dentro da casa e o colocaram dentro de um recipiente com água. Entretanto, o vazamento continuou e pouco tempo depois houve a explosão. As vítimas sofreram queimaduras e precisaram ser levadas para o hospital (veja detalhes abaixo).

Bombeiros avaliam local onde botijão de gás explodiu em Ceilândia, no DF

Bombeiros avaliam local onde botijão de gás explodiu em Ceilândia, no DF

Leia Também:  Mudanças no SIG: colapso no trânsito dá o tom de audiência pública

Após a explosão, ainda ocorreu um incêndio na residência. Chamas atingiram a sala do local, e o sofá ficou queimado. Uma porta foi destruída e objetos da cozinha ficaram “chamuscados”. Os militares informaram que não houve dano à estrutura do prédio e que a corporação fez perícia no local.

Queimaduras pelo corpo

 

Segundo os bombeiros, três das quatro vítimas sofreram queimaduras de primeiro e segundo grau na face e nos braços, algumas com mais intensidade. Elas foram socorridas e levadas ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran) conscientes, orientadas e estáveis.

A quarta pessoa que ficou ferida estava “em situação menos grave”. Ela foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC).

Orientações

 

Fogo atinge residência após explosão de botijão de gás em Ceilândia, no DF — Foto: CBMDF/Divulgação

Fogo atinge residência após explosão de botijão de gás em Ceilândia, no DF — Foto: CBMDF/Divulgação

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal orienta que, no geral, em casos semelhantes ao que ocorreu em Ceilândia, o ideal é tentar conter o vazamento. Ao se deparar com uma situação dessa, a pessoa deve fechar o registro do objeto ou removê-lo do local para um mais ventilado.

De acordo com os militares, mesmo que o botijão esteja fechado, o vazamento ainda pode continuar. Além disso, os bombeiros explicam que o gás pode ficar acumulado próximo ao chão, o que dificulta a detecção do cheiro.

Leia Também:  Covid-19: saúde investiga suspeita de reinfecção e alerta para prevenção

“A pessoa pode entender que houve a limpeza completa do gás, mas é importante garantir essa ventilação. Pode-se pedir ajuda a alguém que esteja fora do ambiente, para verificar se realmente o cheiro foi extinguido”, explicou a corporação.

 

Além disso, os bombeiros orientam que se deve tomar cuidado com fontes de calor, como velas, isqueiros, fósforos ou qualquer outro material que possa gerar fagulhas. Esse tipo de material gera fagulhas, que podem deflagrar a massa de gás contida no ambiente e gerar o incêndio.

Fonte: G1 Globo

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/2021/05/13/botijao-de-gas-explode-e-deixa-quatro-feridos-em-ceilandia-no-df.ghtml

COMENTE ABAIXO:

DISTRITO FEDERAL I

Hospital oftalmológico de Brasilia chega ao Jardim Botânico

Publicados

em

Por

UNIDADE DO HOB FUNCIONARÁ DENTRO DO NOVO HJB

Referência em saúde ocular na capital federal, o Hospital Oftalmológico de Brasília – uma empresa do Grupo Opty – se prepara para a inauguração de mais um espaço de atendimento, dessa vez no Jardim Botânico. O novo HOB inicia suas atividades às 19h do dia 17 de junho, dentro do Hospital Jardim Botânico (HJB) – Hospital Dia, oferecendo consultas, exames e cirurgias oftalmológicas. A nova unidade vem atender a uma demanda de aproximadamente 300.000 habitantes residentes no Jardim Botânico, Lago Sul, Paranoá, São Sebastião, Mangueiral, Itapoã e entorno.  “É uma honra ter um parceiro da importância do grupo Opty, sobretudo com uma marca com o reconhecimento do HOB, não só no Distrito Federal, mas no Brasil. Estamos falando de um dos maiores e mais respeitados grupos oftalmológicos do país. Sem dúvida, é uma ocasião expressiva, não só para o Jardim Botânico, mas também para toda a população da região leste do DF”, ressalta Mauro Hueb, CEO do HJB.

Segundo o diretor clínico do HJB, Dr. Flávio Hueb, para o atendimento oftalmológico, o hospital terá um centro cirúrgico com duas salas com equipamentos de última geração para o atendimento de Oftalmologia Geral, Catarata, Glaucoma, Retina, Plástica Ocular e Oftalmopediatria. “Estamos preparados para realizar uma vasta gama de cirurgias, como catarata, pterígio, pálpebras, dentre outras. A ideia é trazer mais um serviço de excelência, além de conforto e praticidade no cotidiano dos pacientes que moram nessa parte da cidade”, afirma o médico. “O HOB é uma grande família e queremos que todos em Brasília tenham acesso a essa família. Nesse momento de pandemia, o paciente pode ter a experiência HOB no seu bairro, com toda a segurança, sem precisar se deslocar até o Plano Piloto para receber um atendimento de alta qualidade”, observa o oftalmologista Dr. Takashi Hida, médico sócio do Hospital Oftalmológico de Brasília.

Leia Também:  FAC Regionalizado divulga resultado final

A chegada da operação do HOB no Jardim Botânico coincide com a transição do Centro Clínico Jardim Botânico para a condição de Hospital-dia, oferecendo consultas, exames, pequenos procedimentos, exames laboratoriais e cirurgias ambulatoriais. São mais de 15 especialidades incluindo oftalmologia, psiquiatria, psicologia, odontologia e procedimentos dermatológicos. Para Raul Fernandes Marinheiro Neto, Diretor Regional Centro Oeste – Grupo Opty, esse é um passo importante e uma forma inteligente de expandir o HOB. “Até então, tínhamos unidades estritamente focadas em oftalmologia e, com essa parceria e compondo um conceito de centro médico completo, nos aliamos a um empreendimento de sucesso, criado pelo Mauro e o Dr. Flávio Hueb na região.  Acreditamos que, além da comodidade para o brasiliense, reunir diversas especialidades e serviços médicos gera uma sinergia de negócio onde todas as partes envolvidas ganham, a Opty, o HJB, os médicos e, principalmente, os pacientes”, finaliza o executivo.

Sobre o Opty

O Grupo Opty nasceu em abril de 2016, a partir da união de médicos oftalmologistas apoiados pelo Pátria Investimentos, que deu origem a um negócio pioneiro no setor oftalmológico do Brasil. O grupo aplica um novo modelo de gestão associativa que permite ampliar o poder de negociação, o ganho em escala e o acesso às tecnologias de alto custo, preservando a prática da oftalmologia humanizada e oferecendo tratamentos e serviços de última geração em diferentes regiões do País. No formato, o médico mantém sua participação nas decisões estratégicas, mantendo o foco no exercício da medicina.

Leia Também:  Em algumas regiões, Estratégia Saúde da Família ultrapassa 100% de cobertura

Atualmente, é o maior grupo de oftalmologia da América Latina, agregando 20 empresas oftalmológicas, e mais de 2100 colaboradores e 750 médicos oftalmologistas. O Hospital Oftalmológico de Brasília (DF), o Hospital de Olhos INOB (DF), o Hospital de Olhos do Gama (DF), o Centro Oftalmológico Dr. Vis (DF e RJ), O Instituto de Olhos Freitas (BA), o DayHORC (BA), o Instituto de Olhos Villas (BA), a Oftalmoclin (BA), o Hospital de Olhos Santa Luzia (AL), o Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem (SC), o Centro Oftalmológico Jaraguá do Sul (SC), a Clínica Visão (SC), o HCLOE (SP), a Visclin Oftalmologia (SP), o Eye Center (RJ), Clínica de Olhos Downtown (RJ) e COSC (RJ), Lúmmen Oftalmologia (RJ), Hospital de Olhos do Meier (RJ), Hospital Oftalmológico da Barra (RJ), Centro Cirúrgico Jardim de Alah (RJ), o Oftalmax Hospital de Olhos (PE), UPO Oftalmologia – Unidade Paulista de Oftalmologia (SP) e do HMO – Hospital Medicina dos Olhos (SP) fazem parte dos associados, resultando em 54 unidades de atendimento. Visite www.opty.com.br.

Natália Lopes

Tríplice Comunicação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA