BRASÍLIA

DISTRITO FEDERAL

Homem é preso no DF com R$ 1,1 mil em notas falsas e diz que comprou dinheiro com Auxílio Emergencial

Publicados

em

Foto: Agência Brasil

Suspeito foi preso pela PM quando tentava comprar tênis. Ele está detido na superintendência da Polícia Federal.

Dinheiro falso e tênis que homem tentou comprar, no DF — Foto: PMDF/Divulgação

Dinheiro falso e tênis que homem tentou comprar, no DF — Foto: PMDF/Divulgação

Policiais militares prenderam, nesta quinta-feira (29), um homem com R$ 1.110 em notas falsas, em Sobradinho, no Distrito Federal. Ao ser detido, o suspeito contou que comprou o dinheiro adulterado com o valor do Auxílio Emergencial pago pelo governo federal (veja detalhes abaixo).

De acordo com os militares, o batalhão recebeu informações de que uma pessoa passava notas falsas na quadra central de Sobradinho. Ao chegar no local, os policiais encontraram o homem tentando comprar um tênis com o dinheiro falso.

Ele foi preso e levado à superintendência da Polícia Federal. A corporação é responsável por investigar crimes contra a economia nacional.

De acordo com o Código Penal, falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal prevê pena de 3 a 12 anos de prisão e multa. A mesma pena é aplicada para quem exporta, importa, adquire, vende, troca, cede, empresta ou introduz em circulação o dinheiro adulterado.

Leia Também:  Bombeiros combatem incêndio em depósito de recicláveis no DF

De acordo com a norma, mesmo que a pessoa tenha recebido o dinheiro “de boa fé”, é considerado crime manter a moeda em circulação. Caso ela repasse o valor para um terceiro, a pena prevista é de seis meses a dois anos, além de multa.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

DISTRITO FEDERAL

Vídeo: Mulher mata próprio namorado com tiro acidental no Areal

Publicados

em

crédito: Reprodução

Caso ocorreu na madrugada do último sábado (1º/4). Segundo a Polícia Civil, o homem foi encaminhado ao hospital de Taguatinga Sul, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito

 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

Um homem de 26 anos morreu, na madrugada do último sábado (1º/5), após levar um tiro acidental da própria namorada, 24 anos. O fato ocorreu na rua 21, no Areal, bairro localizado em Águas Claras, e está sob investigação dos policiais civis da 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul).

Com ajuda da câmera de segurança, imagens mostram o momento exato em que a mulher pega uma arma de fogo que estava em cima da mesa e realiza os disparos contra o namorado, que estava em pé próximo da porta. Confira o vídeo, que tem imagens fortes de violência.

Segundo a Polícia Civil, a vítima foi socorrida por parentes e encaminhada para o Hospital Santa Marta, em Taguatinga Sul. No entanto, o homem não resistiu aos ferimentos dos disparos e veio a óbito no hospital. A ocorrência do caso foi registrada pela corporação como homicídio culposo, quando não há intenção de matar e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

A autora do crime, acompanhada do advogado, se apresentou espontaneamente à Polícia Civil e prestou depoimento sobre o fato. Logo depois, ela foi liberada mediante compromisso de apresentar-se na delegacia.

Leia Também:  Bombeiros combatem incêndio em depósito de recicláveis no DF

Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/cidades-df/2021/05/4922085-mulher-mata-proprio-namorado-com-tiro-acidental-no-areal.html

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA