BRASÍLIA

DISTRITO FEDERAL I

Oferta de vagas sobe 25% nas agências do trabalhador

Neste ano, 4.390 vagas já foram captadas, número que não chegou a 3,5 mil em de janeiro a março de 2019

Humberto já estava desanimado após tanto tempo de buscas. Ele participou de inúmeras seleções e chegou a fazer entrevistas para vagas que não eram na área que desejava. O eletricista sequer recebeu o primeiro salário e já ocupa um cargo maior do que o para o qual ele foi contratado.

“Com 14 dias que eu comecei aqui, me pediram para ser encarregado da obra”, conta o homem que sonha com uma promoção. “Já comecei crescendo e espero ser promovido para esse cargo, que tem mais responsabilidades e um salário maior”, diz.

A oferta de vagas pelas agências do trabalhador aumentou 25% nos três primeiros meses de 2021 em relação ao mesmo período de 2019, quando não havia pandemia de covid-19 no Brasil e no mundo. Neste ano, 4.390 vagas já foram captadas, número que não chegou a 3,5 mil em de janeiro a março de 2019.

“Quando aconteceu o fechamento de parte do setor produtivo, houve algumas áreas que se desenvolveram, inclusive restaurantes. Tivemos aqueles que se estruturaram para vender delivery e um aumento de emprego em supermercados e farmácias, que continuaram abertos. Em postos de combustíveis, vários equipamentos da área da saúde. É preciso lembrar que existem segmentos que foram restringidos, mas também tivemos o aumento de algumas outras áreas”, explica o secretário de Trabalho do DF, Thales Mendes Ferreira.

Atendimento remoto

Principalmente em tempos de pandemia, não é preciso ir até uma agência do trabalhador para ter informações sobre vagas no mercado de trabalho. Os serviços oferecidos pela Secretaria de Trabalho estão disponíveis de forma on-line. Ao serem cadastradas, as vagas aparecem automaticamente no aplicativo Sine Fácil para os trabalhadores inscritos que preencherem os requisitos exigidos pelo empregador, como escolaridade, qualificação ou experiência.

Leia Também:  Aplicativo “pirata” rouba dados pessoais de servidores do GDF

“O aplicativo cruza o perfil das vagas com o dos trabalhadores cadastrados e envia uma notificação para quem for compatível com a vaga. Por isso, é importante que as pessoas preencham todas as informações solicitadas. Ao baixar o app, o trabalhador preenche um mini currículo com todas as informações que perguntamos nas agências”, afirma Aline Marques, coordenadora de atendimento ao Trabalhador e Empregador. O app está disponível tanto para Android como para IOS.

A Secretaria de Trabalho também disponibiliza o número de telefone para atendimento em caso de dúvidas referentes a qualquer um dos serviços prestados pela pasta responsável pelas agências do trabalhador: (61) 99209 – 1135.

Busca ativa

As agências do trabalhador fazem um trabalho conhecido como intermediação de mão de obra. Donos de empresas podem utilizar os serviços na busca por profissionais tanto para o cadastro das vagas quanto para a utilização dos espaços físicos para seleção dos candidatos encaminhados. Para isso, basta acessar o site da Secretaria do Trabalho e preencher o formulário na aba Empregador.

“A gente sempre está de olho no mercado de trabalho do DF. Quando vemos notícias de novas empresas que vão se instalar no DF, ligamos e oferecemos nossos serviços. Quando vemos placas com anúncios de vagas em postos de combustível, por exemplo, paramos o carro e tentamos conversar com o dono do posto”, conta a coordenadora de atendimento ao Trabalhador e Empregador.

Leia Também:  João de Deus se entrega à polícia, diz advogado do líder religioso

O trabalhador que atende os requisitos exigidos pelo empregador leva uma carta de encaminhamento da agência do trabalhador para participar da seleção. Três pessoas são encaminhadas por vaga até o preenchimento dos postos de trabalho oferecidos.

Com informações da Agência Brasilia

Fonte: Jornal de Brasilia

COMENTE ABAIXO:

DISTRITO FEDERAL I

Hospital oftalmológico de Brasilia chega ao Jardim Botânico

Publicados

em

Por

UNIDADE DO HOB FUNCIONARÁ DENTRO DO NOVO HJB

Referência em saúde ocular na capital federal, o Hospital Oftalmológico de Brasília – uma empresa do Grupo Opty – se prepara para a inauguração de mais um espaço de atendimento, dessa vez no Jardim Botânico. O novo HOB inicia suas atividades às 19h do dia 17 de junho, dentro do Hospital Jardim Botânico (HJB) – Hospital Dia, oferecendo consultas, exames e cirurgias oftalmológicas. A nova unidade vem atender a uma demanda de aproximadamente 300.000 habitantes residentes no Jardim Botânico, Lago Sul, Paranoá, São Sebastião, Mangueiral, Itapoã e entorno.  “É uma honra ter um parceiro da importância do grupo Opty, sobretudo com uma marca com o reconhecimento do HOB, não só no Distrito Federal, mas no Brasil. Estamos falando de um dos maiores e mais respeitados grupos oftalmológicos do país. Sem dúvida, é uma ocasião expressiva, não só para o Jardim Botânico, mas também para toda a população da região leste do DF”, ressalta Mauro Hueb, CEO do HJB.

Segundo o diretor clínico do HJB, Dr. Flávio Hueb, para o atendimento oftalmológico, o hospital terá um centro cirúrgico com duas salas com equipamentos de última geração para o atendimento de Oftalmologia Geral, Catarata, Glaucoma, Retina, Plástica Ocular e Oftalmopediatria. “Estamos preparados para realizar uma vasta gama de cirurgias, como catarata, pterígio, pálpebras, dentre outras. A ideia é trazer mais um serviço de excelência, além de conforto e praticidade no cotidiano dos pacientes que moram nessa parte da cidade”, afirma o médico. “O HOB é uma grande família e queremos que todos em Brasília tenham acesso a essa família. Nesse momento de pandemia, o paciente pode ter a experiência HOB no seu bairro, com toda a segurança, sem precisar se deslocar até o Plano Piloto para receber um atendimento de alta qualidade”, observa o oftalmologista Dr. Takashi Hida, médico sócio do Hospital Oftalmológico de Brasília.

Leia Também:  Aplicativo “pirata” rouba dados pessoais de servidores do GDF

A chegada da operação do HOB no Jardim Botânico coincide com a transição do Centro Clínico Jardim Botânico para a condição de Hospital-dia, oferecendo consultas, exames, pequenos procedimentos, exames laboratoriais e cirurgias ambulatoriais. São mais de 15 especialidades incluindo oftalmologia, psiquiatria, psicologia, odontologia e procedimentos dermatológicos. Para Raul Fernandes Marinheiro Neto, Diretor Regional Centro Oeste – Grupo Opty, esse é um passo importante e uma forma inteligente de expandir o HOB. “Até então, tínhamos unidades estritamente focadas em oftalmologia e, com essa parceria e compondo um conceito de centro médico completo, nos aliamos a um empreendimento de sucesso, criado pelo Mauro e o Dr. Flávio Hueb na região.  Acreditamos que, além da comodidade para o brasiliense, reunir diversas especialidades e serviços médicos gera uma sinergia de negócio onde todas as partes envolvidas ganham, a Opty, o HJB, os médicos e, principalmente, os pacientes”, finaliza o executivo.

Sobre o Opty

O Grupo Opty nasceu em abril de 2016, a partir da união de médicos oftalmologistas apoiados pelo Pátria Investimentos, que deu origem a um negócio pioneiro no setor oftalmológico do Brasil. O grupo aplica um novo modelo de gestão associativa que permite ampliar o poder de negociação, o ganho em escala e o acesso às tecnologias de alto custo, preservando a prática da oftalmologia humanizada e oferecendo tratamentos e serviços de última geração em diferentes regiões do País. No formato, o médico mantém sua participação nas decisões estratégicas, mantendo o foco no exercício da medicina.

Leia Também:  Cartão-Creche anunciado por Ibaneis beneficiará 5 mil crianças

Atualmente, é o maior grupo de oftalmologia da América Latina, agregando 20 empresas oftalmológicas, e mais de 2100 colaboradores e 750 médicos oftalmologistas. O Hospital Oftalmológico de Brasília (DF), o Hospital de Olhos INOB (DF), o Hospital de Olhos do Gama (DF), o Centro Oftalmológico Dr. Vis (DF e RJ), O Instituto de Olhos Freitas (BA), o DayHORC (BA), o Instituto de Olhos Villas (BA), a Oftalmoclin (BA), o Hospital de Olhos Santa Luzia (AL), o Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem (SC), o Centro Oftalmológico Jaraguá do Sul (SC), a Clínica Visão (SC), o HCLOE (SP), a Visclin Oftalmologia (SP), o Eye Center (RJ), Clínica de Olhos Downtown (RJ) e COSC (RJ), Lúmmen Oftalmologia (RJ), Hospital de Olhos do Meier (RJ), Hospital Oftalmológico da Barra (RJ), Centro Cirúrgico Jardim de Alah (RJ), o Oftalmax Hospital de Olhos (PE), UPO Oftalmologia – Unidade Paulista de Oftalmologia (SP) e do HMO – Hospital Medicina dos Olhos (SP) fazem parte dos associados, resultando em 54 unidades de atendimento. Visite www.opty.com.br.

Natália Lopes

Tríplice Comunicação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA