BRASÍLIA

DISTRITO FEDERAL I

População avalia como “positivo” o trabalho do SLU

Foram divulgados, nesta segunda-feira (7), os resultados da Pesquisa de Opinião de Avaliação dos Serviços de Limpeza Urbana do Distrito Federal. A pesquisa solicitada pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e realizada pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) teve os resultados apresentados em live transmitida pelo YouTube da Codeplan. Foi mais um evento relacionado à abertura da Semana Nacional do Meio Ambiente e, também, em comemoração ao Dia Nacional de Luta dos Catadores de Materiais Recicláveis.

A Pesquisa de Opinião de Avaliação dos Serviços de Limpeza Urbana do DF foi feita pelo telefone, via central 156, entre o final de 2020 e o início deste ano. No total, 15.479 números telefônicos atenderam às ligações e 4.556 pessoas responderam entrevistas válidas para a pesquisa. Os participantes responderam perguntas relacionadas aos serviços prestados pelo SLU, como coleta convencional, coleta seletiva, educação ambiental, descarte de entulhos, varrição e ouvidoria, entre outros. Os resultados da pesquisa conduzida como amostra não probabilística caracterizam os entrevistados, não toda a população do DF.

Foto: Divulgação
Frequência e horários das coletas, por exemplo, obtiveram bons resultados na pesquisa: 66% dos entrevistados disseram saber dias e horários das coletas em sua rua e 80% responderam que o caminhão passa sempre nos dias e horários definidos | Foto: Divulgação

De forma geral, os serviços de limpeza urbana foram reconhecidos e bem avaliados pelos participantes da pesquisa – 87% dos entrevistados, por exemplo, responderam ter atendimento pela coleta convencional e 25% pela coleta seletiva. Frequência e horários das coletas obtiveram resultados positivos, com 66% dos entrevistados respondendo saber os dias e horários das coletas em sua rua. Além disso, 80% dos participantes disseram que o caminhão passa sempre nos dias e horários definidos. “Esse é um bom resultado porque mostra que não somente a população sabe os dias e horários da coleta como também o serviço está sendo prestado de acordo com a informação divulgada”, destacou a gestora da Codeplan Cecília Sampaio, que apresentou a pesquisa e a metodologia ao lado do também gestor da Companhia Rafael Richer.

“É de extrema importância conhecer esses dados e saber qual é a avaliação que a população faz dos serviços prestados pelo SLU. Prestamos um serviço que não pode parar um dia. O SLU está presente no cotidiano de todos e vamos usar essa pesquisa para aprimorar os serviços e acertar cada vez mais”Sílvio Vieira, diretor-presidente do SLU

A maioria dos entrevistados (61%) declarou fazer a separação dos resíduos em casa. Além disso, alguns dos principais serviços do SLU, como coleta convencional, coleta seletiva e varrição de vias públicas foram avaliados positivamente. A coleta convencional teve 77% de avaliação positiva, que ocorre com a junção dos índices “ótimo” e “bom”, que nesse caso ficaram em 48% e 29%, respectivamente. Já a coleta seletiva foi considerada ótima por 30% e boa por 18% dos entrevistados, o que representa avaliação positiva de 48% deles. Por sua vez, a varrição de vias públicas teve 64% de avaliação positiva e 40% dos participantes consideraram o serviço ótimo, reconhecimento importante para a limpeza diária feita pelos garis do SLU.

Leia Também:  Sai lista de indicados ao Parque dos Ipês

O diretor-presidente do SLU, Silvio Vieira, destacou a importância da pesquisa para a prestação dos serviços de limpeza urbana. “É de extrema importância conhecer esses dados e saber qual é a avaliação que a população faz dos serviços prestados pelo SLU. Prestamos um serviço que não pode parar um dia. O SLU está presente no cotidiano de todos e vamos usar essa pesquisa para aprimorar os serviços e acertar cada vez mais”, ressaltou. Sílvio Vieira também divulgou o aplicativo para dispositivos móveis SLU Coleta DF, lançado recentemente pela autarquia para melhorar a comunicação com a população do Distrito Federal. “Hoje em dia muitas pessoas utilizam celular e tem acesso à internet. Acredito que daqui pra frente as informações sobre os serviços do SLU serão cada vez melhor divulgadas, especialmente com o auxílio do novo aplicativo.”

Planejamento

Para o presidente da Codeplan, Jean Lima, a avaliação dos serviços públicos pela população é fundamental para o planejamento estratégico da administração pública. “O serviço que o SLU presta é de extrema relevância para a sociedade e monitorando esses resultados nós conseguimos avaliar o andamento dessa política pública”, explicou.

Leia Também:  Paranoá faz carnaval com violência Zero

De acordo com o ouvidor do SLU, Thiago Viveiros, as questões abordadas na pesquisa relacionam-se fortemente com as demandas recebidas diariamente pela Ouvidoria. “Essa pesquisa nos ajuda muito a pautar nossas ações. Muito do que foi apresentado reflete demandas e ligações que recebemos dos cidadãos. Trabalharemos em cima dos dados para prestar serviços cada vez melhores para a população.”

A diretora de Estudos Urbanos e Ambientais da Codeplan, Renata Florentino, destacou a importância da pauta dos resíduos sólidos para a qualidade de vida das pessoas. “A pauta dos resíduos sólidos é uma das mais fundamentais para termos uma cidade saudável e que ofereça boas condições sanitárias para a população. O material da pesquisa ajuda a subsidiar as políticas públicas na área. Agradeço o SLU pela parceria e pela presteza, seriedade e assiduidade na prestação dos serviços de limpeza urbana”, frisou.

O evento virtual contou com a participação do diretor-presidente do SLU, Silvio Vieira; do presidente da Codeplan, Jean Lima; da diretora de Estudos Urbanos e Ambientais da Codeplan, Renata Florentino; do ouvidor do SLU, Thiago Viveiros; e da servidora da Subsecretaria de Gestão das Águas e Resíduos Sólidos da Secretaria de Meio Ambiente (Sema) Maria Fernanda Teixeira.

Os resultados completos da pesquisa podem ser acessados aqui.

Agência Brasília

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

DISTRITO FEDERAL I

Hospital oftalmológico de Brasilia chega ao Jardim Botânico

Publicados

em

Por

UNIDADE DO HOB FUNCIONARÁ DENTRO DO NOVO HJB

Referência em saúde ocular na capital federal, o Hospital Oftalmológico de Brasília – uma empresa do Grupo Opty – se prepara para a inauguração de mais um espaço de atendimento, dessa vez no Jardim Botânico. O novo HOB inicia suas atividades às 19h do dia 17 de junho, dentro do Hospital Jardim Botânico (HJB) – Hospital Dia, oferecendo consultas, exames e cirurgias oftalmológicas. A nova unidade vem atender a uma demanda de aproximadamente 300.000 habitantes residentes no Jardim Botânico, Lago Sul, Paranoá, São Sebastião, Mangueiral, Itapoã e entorno.  “É uma honra ter um parceiro da importância do grupo Opty, sobretudo com uma marca com o reconhecimento do HOB, não só no Distrito Federal, mas no Brasil. Estamos falando de um dos maiores e mais respeitados grupos oftalmológicos do país. Sem dúvida, é uma ocasião expressiva, não só para o Jardim Botânico, mas também para toda a população da região leste do DF”, ressalta Mauro Hueb, CEO do HJB.

Segundo o diretor clínico do HJB, Dr. Flávio Hueb, para o atendimento oftalmológico, o hospital terá um centro cirúrgico com duas salas com equipamentos de última geração para o atendimento de Oftalmologia Geral, Catarata, Glaucoma, Retina, Plástica Ocular e Oftalmopediatria. “Estamos preparados para realizar uma vasta gama de cirurgias, como catarata, pterígio, pálpebras, dentre outras. A ideia é trazer mais um serviço de excelência, além de conforto e praticidade no cotidiano dos pacientes que moram nessa parte da cidade”, afirma o médico. “O HOB é uma grande família e queremos que todos em Brasília tenham acesso a essa família. Nesse momento de pandemia, o paciente pode ter a experiência HOB no seu bairro, com toda a segurança, sem precisar se deslocar até o Plano Piloto para receber um atendimento de alta qualidade”, observa o oftalmologista Dr. Takashi Hida, médico sócio do Hospital Oftalmológico de Brasília.

Leia Também:  Paranoá faz carnaval com violência Zero

A chegada da operação do HOB no Jardim Botânico coincide com a transição do Centro Clínico Jardim Botânico para a condição de Hospital-dia, oferecendo consultas, exames, pequenos procedimentos, exames laboratoriais e cirurgias ambulatoriais. São mais de 15 especialidades incluindo oftalmologia, psiquiatria, psicologia, odontologia e procedimentos dermatológicos. Para Raul Fernandes Marinheiro Neto, Diretor Regional Centro Oeste – Grupo Opty, esse é um passo importante e uma forma inteligente de expandir o HOB. “Até então, tínhamos unidades estritamente focadas em oftalmologia e, com essa parceria e compondo um conceito de centro médico completo, nos aliamos a um empreendimento de sucesso, criado pelo Mauro e o Dr. Flávio Hueb na região.  Acreditamos que, além da comodidade para o brasiliense, reunir diversas especialidades e serviços médicos gera uma sinergia de negócio onde todas as partes envolvidas ganham, a Opty, o HJB, os médicos e, principalmente, os pacientes”, finaliza o executivo.

Sobre o Opty

O Grupo Opty nasceu em abril de 2016, a partir da união de médicos oftalmologistas apoiados pelo Pátria Investimentos, que deu origem a um negócio pioneiro no setor oftalmológico do Brasil. O grupo aplica um novo modelo de gestão associativa que permite ampliar o poder de negociação, o ganho em escala e o acesso às tecnologias de alto custo, preservando a prática da oftalmologia humanizada e oferecendo tratamentos e serviços de última geração em diferentes regiões do País. No formato, o médico mantém sua participação nas decisões estratégicas, mantendo o foco no exercício da medicina.

Leia Também:  Covid-19: Distrito Federal sai do estado de emergência, informa ministério

Atualmente, é o maior grupo de oftalmologia da América Latina, agregando 20 empresas oftalmológicas, e mais de 2100 colaboradores e 750 médicos oftalmologistas. O Hospital Oftalmológico de Brasília (DF), o Hospital de Olhos INOB (DF), o Hospital de Olhos do Gama (DF), o Centro Oftalmológico Dr. Vis (DF e RJ), O Instituto de Olhos Freitas (BA), o DayHORC (BA), o Instituto de Olhos Villas (BA), a Oftalmoclin (BA), o Hospital de Olhos Santa Luzia (AL), o Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem (SC), o Centro Oftalmológico Jaraguá do Sul (SC), a Clínica Visão (SC), o HCLOE (SP), a Visclin Oftalmologia (SP), o Eye Center (RJ), Clínica de Olhos Downtown (RJ) e COSC (RJ), Lúmmen Oftalmologia (RJ), Hospital de Olhos do Meier (RJ), Hospital Oftalmológico da Barra (RJ), Centro Cirúrgico Jardim de Alah (RJ), o Oftalmax Hospital de Olhos (PE), UPO Oftalmologia – Unidade Paulista de Oftalmologia (SP) e do HMO – Hospital Medicina dos Olhos (SP) fazem parte dos associados, resultando em 54 unidades de atendimento. Visite www.opty.com.br.

Natália Lopes

Tríplice Comunicação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA