BRASÍLIA

DISTRITO FEDERAL

Doenças raras: uma realidade para mais de 13 milhões de brasileiros

Publicados

em

Pacientes sofrem com falta de pesquisas e Centros de Referência

Uma doença rara é definida como aquela que afete menos do que 2 mil pessoas. É um termo genérico que abrange (entre outras coisas) formas raras de doenças neurológicas, doenças metabólicas, dificuldades intelectuais, certos canceres, distúrbios reumatológicos, epilepsias complexas, deficiências imunológicas e doenças auto inflamatórias

Essas doenças geralmente são crônicas, progressivas, degenerativas e muitas vezes com risco de morte. Não existe uma cura eficaz existente, mas há medicamentos para tratar sintomas e melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

No Brasil, mais de 7 mil doenças raras já foram identificadas. Elas acometem cerca de 13 milhões de pessoas, em sua grande maioria jovens e crianças, que apresentam necessidades assistenciais diversas, além de cuidados contínuos de equipes multiprofissionais.

Política Nacional

Mesmo após a efetivação da Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras (PNAIPDR), em vigor desde 2014, os pacientes ainda carecem de serviços referenciais para diagnóstico dessas doenças.

Leia Também:  ‘Vai catar o que fazer’, responde Anitta a Bolsonaro antes de bloqueá-lo no Twitter

“O acesso ao diagnóstico, o acompanhamento e o monitoramento desses pacientes, seus tratamentos e reabilitações só ocorrem, na maioria dos casos, de maneira tardia e, geralmente, no âmbito da saúde pública, onde o acesso a especialistas, exames e terapias é demorado”, explica a Dra. Luciana Rodriguez, especialista em Saúde Suplementar.

Escassez de centros de referência e necessidade de investimentos em pesquisas 

Em todo o Brasil, foram habilitados até agora somente 17 serviços de referência em doenças raras, e ainda há muito o que se avançar.

O nutrólogo Dr. Matheus Caputo está, desde 2016, à frente do HDia (Centro de Atendimento Médico Hospitalar), em Brasília. A instituição vem se dedicando ao acolhimento, diagnóstico preciso e à provisão da sobrevida (tratamento) de pacientes com doenças raras.

De acordo com ele, somente por meio de pesquisas haverá avanços no cuidado desses pacientes. “É preciso trabalhar com um programa efetivo, evidenciado cientificamente, que reúna a experiência dos especialistas em toda a rede para identificar as melhores orientações sobre tratamentos existentes ou desenvolver novas orientações”, explica o médico.

Leia Também:  Empresas têm uma semana para quitar R$ 63,6 milhões em ICMS e ISS

Fonte: Tábita Marinho

COMENTE ABAIXO:

DISTRITO FEDERAL

MOAI | Talks – Expansões e Franquias

Avatar

Publicados

em

Por

Um círculo com moderador e 4 CEO’s de empresas que expandiram significativamente no DF e Brasil.

Aprender com quem entende, trocar experiências e ter acesso a um caminho claro para o crescimento do seu negócio.

Essas é a proposta do encontro, um bate papo aberto, com mediador e interação do direta do público empresarial.

Estarão conosco:

Eduardo Santinoni – YConsultoria (mediação). Sócio fundador da Y Consultoria, que à 10 anos contribui para o desenvolvimento e aprimoramento de redes e pessoas envolvidas no ecossistema Franquias e empresas em expansão.

Fábio Bindes (palestrante). Fundador e CEO do Grupo Lago Franquias S.A., das redes Sushiloko, Hum! Burguer e Brasil Vexado, com dezenas de lojas e faturamento acima de 60 milhões de reais/ano. Aumentou milhões de reais em vendas em sua rede ao se especializar em Marketing Digital e assumir o Marketing do meu negócio.

Edmar Mothé – Biomundo (palestrante). Fundador da Biomundo, em Brasília, a marca se tornou um sucesso nacional. Hoje tem 160 lojas com franquias em 16 estados. A rede assume o posto da segunda maior em produtos naturais do país

Leia Também:  Pessoas albinas devem ter tratamentos dermatológico e oftalmológico assegurados

Fillipe Janiques – Magnólia (palestrante). Atualmente é sócio fundador e CEO da Magnólia Papelaria, a primeira franquia de papelaria do país com mais de 80 unidades em operação, presente em 19 estados brasileiros e em ampla expansão.

Bruno Borges – Stonia (palestrante). Fundou a STOINIA em 2016, hoje à frente de 23 lojas em 4 Estados, 1 Fábrica própria de Gelatos com mais de 80 pontos de vendas, e uma rede com faturamento de quase 2 milhões de Reais por mês.

📆Data: 26/05
⏰Hora: 19h00
📍Local: Auditório MOAI (Ed. Íon)
🔗Inscrições: https://bit.ly/3LnsaQ0

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?
ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?