BRASÍLIA

ESPORTES

Manoel elogia América MG, mas foca na concentração para buscar os três pontos para Cruzeiro

Publicados

em


Um dos principais pilares da defesa cinco estrelas, o zagueiro Manoel destacou a importância da vitória sobre o América-MG, quarta-feira, às 21h30, no Independência, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

De acordo com o defensor, a Raposa precisa de concentração total na partida, diante de um adversário qualificado e que faz uma grande campanha na competição.

“Um jogo difícil, que a gente tem que entrar com o foco muito alto, muito concentrados para conseguirmos vencer essa partida. São três pontos muito importantes para a gente, por se tratar de um clássico e também pela nossa situação. A gente precisa pontuar, deixamos escapar uma chance em casa contra o Confiança”, disse ele.

“Agora temos o América-MG pela frente, uma equipe que vem muito bem, tem jogadores de muita qualidade, jogadores que já estão há um bom tempo jogando juntos, se conhecem. Então, precisamos entrar focados, estar ligados a todo momento, porque esses três pontos são muito importantes para nós e vamos fazer de tudo para ganhar esse jogo quarta-feira”, completou.

  Cruzeiro enfrenta a Ponte Preta e precisa vencer para tenta sair da zona de rebaixamento

Leia Também:  No Maracanã lotado, Flamengo encerra ano decepcionante e dá adeus a Lucas Paquetá

COMENTE ABAIXO:

ESPORTES

Palmeiras perde para o CRB nos pênaltis e está eliminado da Copa do Brasil

Publicados

em

Por

Ao time do técnico Abel Ferreira não adiantou nada ter finalizado mais de 30 vezes no jogo e ter tido média de 70% de posse de bola

O jogador do Palmeiras vai ter pesadelo com o goleiro Diogo Silva. Ele segurou o time alviverde nos 90 minutos e, nas cobranças de pênalti, fez três grandes defesas além de marcar um gol. A atuação histórica garantiu ao CRB a vitória por 1 a 0 no tempo regulamentar e a classificação nos pênaltis (4 a 3) para as oitavas de final da Copa do Brasil, ontem, em pleno Allianz Parque. Ao time do técnico Abel Ferreira não adiantou nada ter finalizado mais de 30 vezes no jogo e ter tido média de 70% de posse de bola. “Tenho muitos parentes palmeirenses. Daqui a pouco estou no grupo aí, me aguarde”, brincou o herói Diogo Silva ao final da partida.

Uma justificativa para tamanha dificuldade em vencer foi que o Palmeiras teve uma dezena de desfalques. Mas tem dias que a bola teima em não entrar de um lado. O CRB surpreendeu o Palmeiras logo no início. Após chutão do goleiro Diogo Silva, houve desvio e a bola sobrou para Diego Torres. Ele avançou e tocou para Ewandro, que bateu na saída de Weverton para abrir o placar.

Leia Também:  Brasil é ouro com a PMDF no jogos mundiais da China

Uma justificativa para tamanha dificuldade em vencer foi que o Palmeiras teve uma dezena de desfalques. Mas tem dias que a bola teima em não entrar de um lado e balança as redes em uma única oportunidade do outro. O CRB surpreendeu o Palmeiras logo no início. Após chutão do goleiro Diogo Silva, houve desvio e a bola sobrou para Diego Torres. Ele avançou e tocou para Ewandro, que bateu na saída de Weverton para abrir o placar no Allianz Parque.

O Palmeiras foi para cima e pressionou o adversário. Criou 16 oportunidades de gol e teve 70% da posse de bola somente no primeiro tempo. A chance mais clara nos 45 minutos iniciais foi com Rony, que recebeu lançamento e desviou do goleiro. O zagueiro Gum salvou na linha e evitou o empate.

A história se repetiu no segundo tempo. O time alviverde pressionava de todas as maneiras. Logo no minuto inicial, Luiz Adriano, na pequena área, livre, parou em Diego Silva.

Sem a preocupação com o setor defensivo, o Palmeiras quase foi surpreendido no contra-ataque. Weverton saiu nos pés de Diego Torres e salvou.

Leia Também:  #ForçaChape: jogos no Brasil estão adiados e clubes propõem apoio à Chapecoense

O CRB continuava fechado em sem campo de defesa e mal conseguia sair de sua defesa. Com a área dos visitantes congestionada, Gustavo Scarpa começou a arriscar de longe. Foram pelo menos cinco chutes que levaram perigo à meta adversária. Mas nada de a bola balançar as redes. Precisou dos pênaltis para a vaga suada finalmente ser garantida.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 0 (3) X (4) 1 CRB

GOL: Ewandro, aos 5 do 1º Tempo.

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Marcos Rocha), Luan, Renan e Victor Luis; Felipe Melo (Zé Rafael), Raphael Veiga (Lucas Lima) e Gustavo Scarpa; Rony (Breno Lopes), Luiz Adriano e Wesley (Willian). Técnico: Abel Ferreira.

CRB: Jiogo Silva; Reginaldo, Gum, Frazan e Guilherme Romão; Marthã (Claudinei), Jean Patrick (Carlos Jatobá) e Diego Torres; Erik (Calyson), Ewandro (Dudu) e Hyuri. Técnico: Alan Aal.

ÁRBITRO: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)

CARTÕES AMARELOS: Gum, Ewandro, Frazan e Luan.

LOCAL: Allianz Parque

Fonte: Jornal de Brasilia

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA