BRASÍLIA

ESPORTES

Masi responde aos comentários de Alonso

Fernando Alonso e Michael Masi

Michael Masi rejeitou firmemente a alegação de Fernando Alonso de que os pilotos recebem punições diferentes dependendo de sua nacionalidade.

Alonso afirmou que há “regras diferentes para pilotos diferentes” na Fórmula 1, referindo-se ao fato de Lando Norris não ter sido punido por cruzar a linha branca na entrada dos pits em Sochi depois de escorregar no molhado com pneus slick.

Isso levou Alonso a sugerir que os comissários favorecem os britânicos: “Vamos ver qual a nacionalidade do piloto que cruzar a linha branca na entrada dos pits da próxima vez e qual punição ele receberá”.

Entretanto, o diretor de prova da FIA insistiu que as regras são iguais para todos os pilotos e a nacionalidade não influencia as decisões dos comissários.

“Eu não lido com isso de modo algum. Todo piloto tem o direito de expressar suas opiniões e fazer comentários, seja internamente ou na mídia, e não há problema nisso”, declarou Masi ao motorsport-total.com.

“As regras são aplicadas igualmente para todos. Os comissários são um tribunal independente que checa tudo. Eles analisam cada caso individualmente”.

Leia Também:  Prata no skate e finais no boxe são destaques no 13º dia em Tóquio

Segundo ele, os comissários estão lá para “revisar cada caso com todas as informações e dados disponíveis para eles antes de tomarem sua decisão”.

Quanto às alegações sobre Norris, Masi foi inequívoco em sua resposta: “Os comissários tomaram sua decisão naquele ponto baseado no que tinham. Isso é história”.

“Toda equipe tem o direito de falar sobre consistência, mas nós temos um conjunto geral de parâmetros e todos estão bem cientes deles”.


R7- Esportes

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

ESPORTES

Maioria dos pilotos da Stock aposta no título de Hamilton

Publicados

em

Por

Stock Car 2021

Mas é Verstappen quem tem a maior torcida no grid da Stock Car. Veja a enquete

Uma enquete entre os pilotos que competem na Stock Car Pro Series em 2021 mostra que a maioria deles torce por Max Verstappen, mas acredita no título de Lewis Hamilton. Foram ouvidos 32 pilotos, com a abstenção de apenas um deles, que não quis informar quem é sua aposta para ser o campeão de 2021 e também para quem está torcendo.

Segundo a enquete realizada ontem durante a etapa do Velocitta, houve praticamente um empate técnico quando se trata de apostar em quem será campeão: 17 pilotos (54,8%) acreditam que Lewis Hamilton irá conquistar seu oitavo título, com 14 (45,2%) colocando as fichas em Max Verstappen. Sobre quem estão apoiando, Verstappen leva uma vantagem razoável: 19 (61,2%) assistem às provas da F-1 torcendo pelo piloto da Red Bull, com Hamilton merecendo o apoio de 9 pilotos (29%). Três pilotos afirmaram não torcer por nenhum deles.

“Hamilton está no auge” – “Eu acredito que o Hamilton será o campeão. Ele é um dos maiores da história e está ainda no auge”, disse Felipe Massa. “Mas a Fórmula 1 e o esporte precisam de renovação e é por isso que nesse momento eu torço um pouco mais pro Max. Seria muito bom termos um novo campeão”, completou.

Leia Também:  Barrichello e Maurício vencem etapa 8 da Stock Car em Goiânia

Outro piloto de Fórmula 1 que atualmente disputa o título da Stock Car, Ricardo Zonta acredita que a equipe Mercedes fará a diferença. “Eu acho que a experiência da Mercedes vai fazer uma boa diferença para o Hamilton. Ele também é bem experiente, mas acredito que do atual momento até o final da temporada serão a estratégia e o equipamento que farão a diferença na briga entre os dois pilotos”, disse ele, que também torce pelo piloto inglês. “Lógico que muita coisa pode acontecer, por que a briga está muito parelha, mas olhando agora eu vejo essa vantagem a favor do Hamilton e da Mercedes”.

Vencedor de uma prova em 2021, Lucas Foresti é um dos que torce por Verstappen e também acha que ele vai chegar ao primeiro título. “Eu aposto todas as minhas fichas no Verstappen. Acredito que muito de um piloto ser ou não campeão vem do momento que ele vive e do entusiasmo que ele passa pra equipe. Eu consigo ver que a Red Bull vai fazer de tudo para ele ser campeão, é uma briga de tudo ou nada pra eles”, definiu. “Acho que o duelo entre as duas equipes atingiu um clímax que a gente não tinha visto antes e agora o que vai fazer alguma diferença é aquele sopro a mais que só quem está colocando toda a sua energia vital pode oferecer. E isso eu vejo tanto no Max quanto na Red Bull”.

Representante da nova geração da Stock Car, Bruno Baptista tem a mesma idade de Verstappen, 24 anos, e não esconde o entusiasmo pelo piloto da Red Bull. “Eu cheguei na Stock Car como novato em 2018 e tive que me esforçar muito para conquistar a primeira vitória. Depois desse marco, o próximo objetivo é evoluir para tentar o título. Por isso eu me identifico com os pilotos mais jovens da Fórmula 1. E é por isso que estou torcendo para o Verstappen, quero muito que ele seja campeão, por que isso vai ser uma inspiração para todo mundo que ainda é novo e está batalhando no automobilismo profissional”, disse Bruno Baptista. “Mas, sendo frio e analisando o que aconteceu até aqui, eu acredito que o Hamilton vai virar esse jogo e conquistar o campeonato. De qualquer forma, eu acho que o Max já está dando o seu recado. Se não for agora, ele será campeão em breve”. Curiosamente, na Stock Car Baptista usa o número 44, o mesmo utilizado por Lewis Hamilton.

Leia Também:  W Series: Bruna Tomaselli encara os desafios de Spa-Francorchamps


R7- Esportes

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.