Arte como ferramenta para o desenvolvimento da primeira infância

E o VII Festival Internacional de Artes Cênicas para a Primeira Infância chega a Planaltina. Porém, para uma apresentação ainda mais especial. Neste sábado (27), no teatro local, a trupe da Cia. La Casa Incierta faz apresentação exclusiva para famílias atendidas pelo programa Criança Feliz Brasiliense. Cerca de 90 pessoas vão assistir ao espetáculo A Geometria dos Sonhos.

“Trata-se de uma oportunidade de oferecer um momento em família e ao mesmo tempo ampliar acesso à cultura para as famílias beneficiárias do programa Criança Feliz Brasiliense. Um privilégio receber, com exclusividade, essa apresentação da renomada Cia. La Casa Incierta“, destaca uma das multiplicadoras do programa Criança Feliz Brasiliense, a educadora social Verônica Moreira Oliveira.

A peça, consolidada no campo das criações cênicas voltadas para o público entre zero e seis anos e seus pais, proporciona um primeiro contato dessas crianças com as expressões artísticas apresentadas ao vivo. De acordo com os idealizadores, ações assim têm se provado um instrumento valoroso não apenas na socialização dos pequenos e na sua fruição cultural, mas em sua sensibilização diante do mundo.

Leia Também:  Humanizar: troca de experiências marca encerramento de oficinas

Os responsáveis informam que vão ser respeitados os devidos cuidados e protocolos necessários em tempos de pandemia de covid-19.

O festival

Vale destacar também que o festival é viabilizado com aporte financeiro do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, e contemplada no Programa Iberescena.

Em 2021, o Primeiro Olhar chega à sétima edição dividido em duas etapas: a primeira em agosto e a segunda em novembro, quando Brasília receberá diversos grupos brasileiros e latino-americanos apresentando o que de mais relevante tem sido produzido no campo do teatro para bebês.

Nesse contexto, ocorreu a parceria com o programa Criança Feliz Brasiliense, iniciativa cuja finalidade é apoiar famílias em seu papel protetivo, além de ampliar a rede de atenção e cuidados para o desenvolvimento integral dessas crianças.

E justamente por isso, as apresentações desta primeira etapa do festival são exclusivas para famílias em situação de vulnerabilidade social e crianças portadoras de necessidades especiais – que, entre 26 e 31 de agosto, poderão assistir os espetáculos A Geometria dos Sonhos e Pupila d’Água, ambos da Cia. La Casa Incierta, que foram realizados em sete ocasiões em Brazlândia, Planaltina e Ceilândia.

Leia Também:  Em sua reunião quinzenal, CDDF debate sobre parcerias e expansão nacional

* Com informações da Sedes

Agência Brasília

COMENTE ABAIXO:

Últimas Notícias

Quer receber as notícias em
primeira mão?

TODOS OS DADOS SÃO PROTEGIDOS CONFORME A LEI GERAL DE
PROTEÇÃO DE DADOS (LGPD).

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?