BRASÍLIA

GDF

Asfalto até a porta de mais cinco colégios públicos rurais

Os tempos de lama e poeira vão ficar para trás para 80 mil pessoas que moram nas regiões do Catingueiro (DF-205), Sonhém de Cima (VC-201) e Lobeiral (DF-326), áreas rurais do Distrito Federal. Nesta quinta-feira (5), o governador Ibaneis Rocha assinou ordem de serviço que autoriza a pavimentação asfáltica entre essas áreas e que será feita pelo programa Caminho das Escolas.

Na cerimônia, o governador Ibaneis Rocha lembrou que teve há três anos a ideia de criar um programa para asfaltar o caminho das escolas: dignidade para as crianças das áreas rurais | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Com recursos na ordem de R$ 52 milhões, originários da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), o governo tirou do papel esse e outros projetos para levar dignidade aos moradores das áreas rurais.

“Levantamos muito rápido os projetos que tínhamos para tirá-los do papel, e agora vamos executar todos”Governador Ibaneis Rocha

Neste primeiro momento, serão beneficiadas pelo Caminho das Escolas as seguintes unidades: Escola Classe Lobeiral; Escola Classe Queima Lençol e o Posto de Saúde, na DF-326; Escola Classe Sonhém de Cima, na Fercal, na VC-201, e as escolas classe Catingueiro e Boa Vista, na DF-205. As obras serão executadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) e vão gerar 70 empregos.

“A Codevasf colocou R$ 52 milhões à disposição do DF. Levantamos muito rápido os projetos que tínhamos para tirá-los do papel, e agora vamos executar todos. Tenho orgulho de estar numa escola rural hoje”, afirmou o governador Ibaneis Rocha.

Leia Também:  Caesb usa SMS para se comunicar com os clientes

E recordou: “Há três anos, quando ainda não era governador, andando aqui na Fercal e em Sobradinho, uma das maiores reclamações era de que as crianças voltavam empoeiradas ou enlameadas das escolas. E, naquela época, tive a ideia de criar um programa para asfaltar o caminho das escolas para que essas crianças tivessem a mesma dignidade das crianças da cidade”.

As obras vão beneficiar cinco escolas classe e trazer mais qualidade para o cotidiano de 80 mil pessoas

Durante a cerimônia, a Codevasf também doou à Secretaria de Agricultura quatro caminhões-pipa no valor de R$ 1 milhão. Serão utilizados em estradas rurais não pavimentadas. Cada caminhão-pipa tem capacidade para nove mil litros de água.

Na avaliação do secretário de Agricultura, Cândido Teles, o governo realiza um sonho de muitos anos. “Foram muitas promessas feitas e perdidas no tempo, que hoje se transformam em realidade. O produtor rural vai ter o asfalto pelo Caminho das Escolas e ele já tem nossa assistência prestada no dia a dia”, lembrou.

Presidente do DER-DF, Fauzi Nacfur Jr. destacou que os recursos da Codevasf vão permitir uma grande reformulação nas vias e rodovias: “Além dos acessos do Caminho das Escolas, esse recurso vai servir para a gente pavimentar a estrada VC-201, que, além do acesso para a escola, é parte do anel rodoviário”.

“Moro há 12 anos no DF, e sua gestão, Ibaneis Rocha, tem transformado as cidades com projetos estruturantes, ajudando na locomoção das pessoas”Marcelo Moreira, presidente da Codefasv

“Quando toda essa obra estiver pronta, poderemos ligar pessoas que chegam do norte do país e querem ir para a região Oeste, para a Belém-Brasília, por fora de Brasília. Esse projeto será lançado em seguida, mas está dentro do valor conveniado com a Codevasf. Teremos em torno de 40 quilômetros de acesso”, explicou Nacfur Jr.

Leia Também:  Morre mãe do ex-deputado federal Rogério Rosso

O presidente da Codevasf, Marcelo Moreira, agradeceu ao governo local pela iniciativa. “Moro há 12 anos no DF, e sua gestão [Ibaneis Rocha] tem transformado as cidades, com projetos estruturantes, ajudando na locomoção das pessoas”, elogiou.

A cerimônia contou com a presença do senador Eduardo Gomes (TO) e do deputado distrital Robério Negreiros. Para o senador, o Caminho das Escolas vai “tomar o caminho do Brasil” e é importante por “promover uma revolução na produção rural e da fonte de renda para as pessoas do campo”.

Já o deputado distrital Robério Negreiros destacou o empenho da atual gestão: “Isso é um marco muito grande. Estou no meu terceiro mandato e vejo que este é um governo com um olhar muito grande para as regiões mais carentes”.

Após cumprir essa agenda, o governador visitou obras de mobilidade na BR-020, onde foram construídos novos acessos a diversas comunidades. Ao todo, o DER-DF investiu R$ 2 milhões em 11 intervenções viárias entre Sobradinho e Planaltina.

Galeria de Fotos

Assinatura da Ordem de serviço para pavimentação Rural na Fercal - Projeto O Caminho das Escolas

Agência Brasília

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

GDF

Liberados mais R$ 2,3 milhões do Pdaf

Publicados

em

Por

Mais R$ 2.338.000,00 do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (Pdaf) foram liberados nesta terça-feira (26). O programa já destinou, neste ano, R$ 215.003.103,51 para melhorias nas unidades da rede pública de ensino.

As regionais contempladas nas cinco portarias publicadas no Diário Oficial do Distrito Federal foram Ceilândia, Gama, Guará, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Planaltina, Plano Piloto, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho e Taguatinga | Foto: Álvaro Henrique/SEEDF

A verba vai direto para as escolas e as regionais, que têm autonomia para utilizá-la, conforme a necessidade. Com isso, é possível realizar de forma mais ágil a compra de materiais e de serviços, bem como melhorias na infraestrutura, de uma maneira geral.

Os recursos possibilitam a gestão da escola, que sejam revitalizados os espaços, melhorando assim a qualidade de ensino para estudantes, professores e todos os servidoresMaria Elizabete Ferreira, coordenadora da Regional de Ensino de Samambaia

Os recursos são divididos entre custeio e capital. O primeiro é para reparos, como consertos em banheiros, pisos, telhados e quadras, enquanto despesas de capital são para a compra de materiais permanentes, que passam a fazer parte do patrimônio da escola, como aparelhos de televisão, computadores e impressoras.

As regionais contempladas nas cinco portarias publicadas no Diário Oficial do Distrito Federal foram Ceilândia, Gama, Guará, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Planaltina, Plano Piloto, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho e Taguatinga. Os recursos são de emendas parlamentares.

Veja quanto foi destinado a cada uma:

Regional de Ensino Portaria Capital Custeio Total
Ceilândia 576 R$ 140.000,00 0,00 R$ 140.000,00
Ceilândia 580 0,00 R$ 360.000,00 R$ 360.000,00
Gama 576 0,00 R$ 140.000,00 R$ 140.000,00
Guará 580 0,00 R$ 70.000,00 R$ 70.000,00
Núcleo Bandeirante 576 R$ 25.000,00 0,00 R$ 25.000,00
Núcleo Bandeirante 577 0,00 R$ 52.000,00 R$ 52.000,00
Paranoá 576 R$ 33.000,00 0,00 R$ 33.000,00
Planaltina 576 R$ 40.000,00 0,00 R$ 40.000,00
Plano Piloto 576 R$ 60.000,00 0,00 R$ 60.000,00
Plano Piloto 577 0,00 R$ 52.000,00 R$ 52.000,00
Recanto das Emas 576 R$ 130.000,00 R$ 120.000,00 R$ 250.000,00
Recanto das Emas 578 0,00 R$ 15.000,00 R$ 15.000,00
Samambaia 577 0,00 R$ 104.000,00 R$ 104.000,00
Samambaia 578 0,00 R$ 160.000,00 R$ 160.000,00
Samambaia 579 0,00 R$ 250.000,00 R$ 250.000,00
Santa Maria 576 R$ 30.000,00 0,00 R$ 30.000,00
Santa Maria 577 0,00 R$ 52.000,00 R$ 52.000,00
Santa Maria 580 0,00 R$ 30.000,00 R$ 30.000,00
São Sebastião 576 R$ 85.000,00 0,00 R$ 85.000,00
Sobradinho 580 0,00 R$ 40.000,00 R$ 40.000,00
Taguatinga 576 R$ 110.000,00 0,00 R$ 110.000,00
Taguatinga 578 0,00 R$ 240.000,00 R$ 240.000,00
Total R$ 653.000,00 R$ 1.685.000,00 R$ 2.338.000,00
Leia Também:  Morre mãe do ex-deputado federal Rogério Rosso

Regional de Samambaia

A coordenadora regional de ensino de Samambaia, Maria Elizabete Ferreira, adianta que o dinheiro liberado nesta terça-feira irá para oito unidades escolares. “Os recursos possibilitam a gestão da escola, que sejam revitalizados os espaços, melhorando assim a qualidade de ensino para estudantes, professores e todos os servidores”, comemora.

Para ela, a autonomia da comunidade escolar e a agilidade são fatores que tornam o Pdaf ainda mais importante no contexto educacional. “Quando a escola recebe o recurso tem que chamar o conselho escolar para decidirem juntos sobre a aplicação mais eficiente, que trará mais benefícios para todos que circulam pelo ambiente escolar”, esclarece.

Em Samambaia, as portarias publicadas nesta terça-feira vão beneficiar as seguintes unidades: Caic Ayrton Senna; Escola Classe (EC) 410; Centro de Ensino Fundamental (CEF) 120; CEF 507; CEF 411; Centro Educacional (CED) 619; e Centro de Ensino Médio (CEM) 304.

Cartão Pdaf

O Cartão Pdaf foi lançado pelo Governo do Distrito Federal (GDF) em agosto, para viabilizar uma plataforma que irá tornar a execução de serviços nas escolas mais ágil e a prestação de contas mais simples e transparente.

Leia Também:  Caesb usa SMS para se comunicar com os clientes

As escolas e regionais de ensino terão acesso a um cartão para administrar os recursos recebidos pelo Pdaf. Ele vai permitir que os valores sejam utilizados de maneira mais desburocratizada, pois as unidades escolares poderão contratar diretamente serviços e reparos junto a fornecedores credenciados pelo governo, tendo acesso previamente aos preços cobrados por eles.

O cartão irá funcionar por meio de parceria entre as secretarias de Educação e de Economia com o Banco de Brasília e o Sebrae-DF.

Veja as portarias

*Com informações da Secretaria de Educação

Agência Brasília

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.