BRASÍLIA

GDF

Liberados mais R$ 2,3 milhões do Pdaf

Publicados

em

Mais R$ 2.338.000,00 do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (Pdaf) foram liberados nesta terça-feira (26). O programa já destinou, neste ano, R$ 215.003.103,51 para melhorias nas unidades da rede pública de ensino.

As regionais contempladas nas cinco portarias publicadas no Diário Oficial do Distrito Federal foram Ceilândia, Gama, Guará, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Planaltina, Plano Piloto, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho e Taguatinga | Foto: Álvaro Henrique/SEEDF

A verba vai direto para as escolas e as regionais, que têm autonomia para utilizá-la, conforme a necessidade. Com isso, é possível realizar de forma mais ágil a compra de materiais e de serviços, bem como melhorias na infraestrutura, de uma maneira geral.

Os recursos possibilitam a gestão da escola, que sejam revitalizados os espaços, melhorando assim a qualidade de ensino para estudantes, professores e todos os servidoresMaria Elizabete Ferreira, coordenadora da Regional de Ensino de Samambaia

Os recursos são divididos entre custeio e capital. O primeiro é para reparos, como consertos em banheiros, pisos, telhados e quadras, enquanto despesas de capital são para a compra de materiais permanentes, que passam a fazer parte do patrimônio da escola, como aparelhos de televisão, computadores e impressoras.

As regionais contempladas nas cinco portarias publicadas no Diário Oficial do Distrito Federal foram Ceilândia, Gama, Guará, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Planaltina, Plano Piloto, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho e Taguatinga. Os recursos são de emendas parlamentares.

Veja quanto foi destinado a cada uma:

Regional de Ensino Portaria Capital Custeio Total
Ceilândia 576 R$ 140.000,00 0,00 R$ 140.000,00
Ceilândia 580 0,00 R$ 360.000,00 R$ 360.000,00
Gama 576 0,00 R$ 140.000,00 R$ 140.000,00
Guará 580 0,00 R$ 70.000,00 R$ 70.000,00
Núcleo Bandeirante 576 R$ 25.000,00 0,00 R$ 25.000,00
Núcleo Bandeirante 577 0,00 R$ 52.000,00 R$ 52.000,00
Paranoá 576 R$ 33.000,00 0,00 R$ 33.000,00
Planaltina 576 R$ 40.000,00 0,00 R$ 40.000,00
Plano Piloto 576 R$ 60.000,00 0,00 R$ 60.000,00
Plano Piloto 577 0,00 R$ 52.000,00 R$ 52.000,00
Recanto das Emas 576 R$ 130.000,00 R$ 120.000,00 R$ 250.000,00
Recanto das Emas 578 0,00 R$ 15.000,00 R$ 15.000,00
Samambaia 577 0,00 R$ 104.000,00 R$ 104.000,00
Samambaia 578 0,00 R$ 160.000,00 R$ 160.000,00
Samambaia 579 0,00 R$ 250.000,00 R$ 250.000,00
Santa Maria 576 R$ 30.000,00 0,00 R$ 30.000,00
Santa Maria 577 0,00 R$ 52.000,00 R$ 52.000,00
Santa Maria 580 0,00 R$ 30.000,00 R$ 30.000,00
São Sebastião 576 R$ 85.000,00 0,00 R$ 85.000,00
Sobradinho 580 0,00 R$ 40.000,00 R$ 40.000,00
Taguatinga 576 R$ 110.000,00 0,00 R$ 110.000,00
Taguatinga 578 0,00 R$ 240.000,00 R$ 240.000,00
Total R$ 653.000,00 R$ 1.685.000,00 R$ 2.338.000,00
Leia Também:  Morango é fruta, fruto e pseudofruto? Entenda

Regional de Samambaia

A coordenadora regional de ensino de Samambaia, Maria Elizabete Ferreira, adianta que o dinheiro liberado nesta terça-feira irá para oito unidades escolares. “Os recursos possibilitam a gestão da escola, que sejam revitalizados os espaços, melhorando assim a qualidade de ensino para estudantes, professores e todos os servidores”, comemora.

Para ela, a autonomia da comunidade escolar e a agilidade são fatores que tornam o Pdaf ainda mais importante no contexto educacional. “Quando a escola recebe o recurso tem que chamar o conselho escolar para decidirem juntos sobre a aplicação mais eficiente, que trará mais benefícios para todos que circulam pelo ambiente escolar”, esclarece.

Em Samambaia, as portarias publicadas nesta terça-feira vão beneficiar as seguintes unidades: Caic Ayrton Senna; Escola Classe (EC) 410; Centro de Ensino Fundamental (CEF) 120; CEF 507; CEF 411; Centro Educacional (CED) 619; e Centro de Ensino Médio (CEM) 304.

Cartão Pdaf

O Cartão Pdaf foi lançado pelo Governo do Distrito Federal (GDF) em agosto, para viabilizar uma plataforma que irá tornar a execução de serviços nas escolas mais ágil e a prestação de contas mais simples e transparente.

Leia Também:  Conheça o trio dos sonhos de Filippelli para a Câmara Legislativa em 2018

As escolas e regionais de ensino terão acesso a um cartão para administrar os recursos recebidos pelo Pdaf. Ele vai permitir que os valores sejam utilizados de maneira mais desburocratizada, pois as unidades escolares poderão contratar diretamente serviços e reparos junto a fornecedores credenciados pelo governo, tendo acesso previamente aos preços cobrados por eles.

O cartão irá funcionar por meio de parceria entre as secretarias de Educação e de Economia com o Banco de Brasília e o Sebrae-DF.

Veja as portarias

*Com informações da Secretaria de Educação

Agência Brasília

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

GDF

(R)Projeto ‘Arquitetando o Mundo’ reforma unidade de acolhimento

Publicados

em

Por

Luna Catrina, de 22 anos, pediu uns dias de folga no trabalho, na Asa Norte, para ajudar na revitalização do Serviço de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes (Saica). Localizada no Recanto das Emas, a unidade abriga crianças e adolescentes que perderam os vínculos familiares ou, por algum motivo, não estão com a família. Estudante de arquitetura do 9º semestre da Universidade de Brasília (UnB), Luna é uma das voluntárias do Arquitetando o Mundo, projeto do casal paulista Ariadne Pereira e Valter Strunk.

Apesar de ainda faltar um equipamento ou outro, o casal responsável pelo Arquitetando o Mundo acredita que consegue entregar a reforma nos próximos dias | Foto: Ádamo Dan/Sedes

A psicóloga e o arquiteto venderam tudo o que tinham e rodam pelos estados brasileiros numa van em busca de parceiros para reformarem abrigos. No Distrito Federal há três semanas, a dupla escolheu justamente essa unidade no Recanto das Emas, onde moram oito meninas e meninos acolhidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

Apesar de a revitalização estar adiantada, o Arquitetando o Mundo ainda precisa de apoio para terminar o serviço, como alguns ajustes na cozinha, na sala de atendimento e nos banheiros

“Já conseguimos tinta, verniz, ferramentas, parte da iluminação e até um sofá novo doado por um senhor de fora do Brasil”, comemora Valter, ao dizer que saíram de porta em porta pelas ruas do DF em busca de apoio para a empreitada. “A Sedes nos forneceu muito material, mas certas coisas muito específicas não tinham no depósito da secretaria, então precisamos pagar alguns produtos do nosso próprio bolso”, complementa Ariadne.

Leia Também:  Sabe desenhar? Participe do concurso do GDF

Entre as apoiadoras do projeto está a arquiteta Silvana Albuquerque, que atualmente expõe no espaço Café da Casa Cor e a empresa RV Digital.

Apesar de ainda faltar um equipamento ou outro, eles acreditam que conseguem entregar a reforma nos próximos dias. “Graças ao apoio também da equipe de trabalho daqui”, enfatiza o arquiteto, ao citar que um dos cuidadores sociais, Patrício Sá Filho, tem ido trabalhar na obra mesmo fora de seus plantões. “Aqui também é minha casa”, comenta o servidor, que há mais de 20 anos trabalha na Sedes.

Assim como ele, a chefia da unidade tem feito articulação junto à comunidade e à administração local em busca de urbanização da região, para a realização de serviços como roçagem e capina do mato, por exemplo.

Apesar de a revitalização estar adiantada, o Arquitetando o Mundo ainda precisa de apoio para terminar o serviço, como alguns ajustes na cozinha, na sala de atendimento e nos banheiros. Quem tiver interesse em colaborar de alguma forma, pode entrar em contato pelo telefone (11) 95300-0059, ou pelo telefone da Sedes (61) 3773-7236 (de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h). Ou, ainda, pelo site apoia.se/arquitetandoomundo.

Leia Também:  Caravana Desenvolve DF desembarca em Ceilândia

*Com informações da Sedes

Agência Brasília

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.