BRASÍLIA

GDF

Lucia Bessa, Presidente do CD-Taguatinga: Mais uma vez, o Estado falha e uma de nós paga com a própria vida

Publicados

em

MAIS UMA VEZ, O ESTADO FALHA E UMA DE NÓS PAGA COM A PRÓPRIA VIDA !
PERDEMOS MAIS UMA!
DUAS DE NÓS EM APENAS 12 DIAS DO ANO!
TRISTEZA, INDIGNAÇÃO E REVOLTA!

MARLEY DE BARCELOS DIAS, uma de nós, de 54 anos foi morta a tiros pelo ex-companheiro, Geovane Geraldo Mendes da Cunha, de 44 anos , em Sobradinho, no Distrito Federal, na madrugada desta terça feira, dia 12/01/21.
O feminicida invadiu a casa da vítima pulando o muro. Depois de entrar, disparou três vezes contra Marley, na frente de um dos dois filhos, agora órfãos!
Marley, estava sob medida protetiva de urgência, que são providências garantidas por lei, às vitimas de violência doméstica, que tem a finalidade de garantir a sua proteção e de sua família.
Mesmo assim, as medidas não foram eficazes para garantir a sua vida. A professora tinha registrado duas ocorrências contra o feminicida, por perturbação e ameaça, ambas no âmbito da Lei Maria da Penha.
Mais um feminicídio que poderia ter sido evitado. Mais uma vida que poderia ter sido poupada, se o Estado não tivesse falhado e cumprido o seu papel.
Mais uma vitima do machismo e da misoginia. E o poder publico assiste, inerte, essas cenas dantescas e de horror!
Isso tem que parar!
Não aguentamos mais tanto ódio, tanta violência!
Pugnamos e exigimos políticas públicas que assistam, acolham e priorizem nossas vidas.
O que nós queremos : VIVER
O que nós exigimos: VIVER LIVRES DE TODA VIOLÊNCIA E OPRESSÃO
#SegurançaGeraEsperança
#luciabessa
#livresdetodaviolênciaeopressão
#papoabessa
#vidasnegrasimportam
#forçaabessa
#bastadeviolenciacontramulheres
#paremdenosmatar

Leia Também:  Ibaneis avalia cortar estruturas e reduzir poder de secretarias do DF

Fonte: Ascom CD-Taguatinga

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GDF

Comissão da Vacina aprova plano de trabalho para acompanhar a vacinação no DF, que começa amanhã (19), às 10h 

Publicados

em

Comissão quer apoio da bancada federal para cobrar cronograma e doses da vacina
Foto: Reprodução TV Web CLDF

O presidente do colegiado, deputado Fábio Felix (PSOL), considerou que ontem (17), em São Paulo, foi dado um passo importante com o início do plano de imunização. “Temos que lutar para que o DF inicie a vacinação com os insumos necessários”, disse, ao citar que a secretaria de Saúde informou ter recebido cerca de cem mil doses.

O relator da Comissão, deputado Delmasso (Republicanos), garantiu que disponibilizará ainda hoje aos pares os planos de operacionalização nacional de vacinação contra a Covid-19 e do DF, bem como as documentações e relatórios da Anvisa relacionados à aprovação emergencial das vacinas Coronavac e Oxford/AstraZeneca. A documentação será incorporada ao relatório da Comissão. O parlamentar registrou sua preocupação com a quantidade insuficiente de doses, uma vez que é necessário imunizar 70% da população, cerca de cem milhões de pessoas, para o País sair da pandemia. Ele sugeriu uma atuação conjunta da Comissão com a bancada federal do DF para cobrar do ministério da Saúde o cronograma de distribuição e as datas do plano de imunização no DF. “Precisamos garantir que não haja descontinuidade do plano de operacionalização”, frisou.

Leia Também:  Saúde confirma situação de abastecimento nos hospitais do DF

Ao apoiar a sugestão de Delmasso, o vice-presidente da Comissão, deputado Jorge Vianna (Podemos), considerou que, embora seja justa a divisão isonômica e proporcional de doses proposta pelo ministério da Saúde, é necessário minimizar a demora no processo de vacinação. Segundo Vianna, a Comissão precisa saber a quantidade de doses que chegarão ao DF e os prazos porque tem a responsabilidade de comunicar essas informações à população. Do mesmo modo, a deputada Jaqueline Silva (PTB) endossou a união com a bancada federal e a preocupação com a quantidade insuficiente de doses. Por sua vez, o deputado João Cardoso (Avante) destacou o papel humanitário da comissão.

Audiência com secretário de Saúde

Nesta terça-feira (19), às 16h30, a Comissão Especial ouvirá o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, sobre o plano de imunização local. Os parlamentares querem questioná-lo a respeito do quantitativo de doses, prazos, grupos prioritários e continuidade, entre outros pontos do processo de vacinação.

Franci Moraes
Fotos: Reprodução TV Web CLDF
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA